Postos de saúde da Prefeitura recebem população no Dia D de vacinação contra a gripe

O motorista Epitácio Soares, 30 anos, compareceu bem cedo ao Centro de Saúde do Turu II, ponto de partida do Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus influenza, com o filho Diego Gaspar, de um ano e meio, para garantir a vacinação do menino. “Eu acho que é importante porque vai prevenir essa doença e como estamos no período com chuva e mudanças de clima toda hora, é muito bom, principalmente para as crianças”, destacou.

O Dia D promovido pela Prefeitura de São Luís, levou centenas de pessoas aos 63 postos de saúde da capital, neste sábado (13). O prefeito Edivaldo participou da largada reforçando a importância da vacinação para manter a doença longe. No Centro de Saúde do Turu II, quem procurou a vacina saiu satisfeito por estar cuidando da própria saúde. A secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe marcou presença no local para somar no incentivo ao público.

O vírus influenza é o causador da Gripe ‘. A meta da capital é imunizar cerca de 190 mil pessoas na campanha, que encerra 26 de maio. “Eu convido todos que integram o público-alvo da campanha a compareçam aos postos para tomarem a vacina. Principalmente crianças e idosos. Neste momento devemos unir forças e todos colaborarmos para que essa ação de saúde tenha êxito. Depois desse dia, os postos permanecem oferecendo a vacina. Vamos participar para que esta doença não atinja nossa população”, ressaltou o prefeito Edivaldo.

“Esperamos que as pessoas compareçam para prevenir a doença. Que os pais e mães tragam suas crianças e idosos, que são os mais vulneráveis e garantam a saúde deles. Essa gripe pode levar à internação e até complicações, então, vacinar é imprescindível. A campanha continua ao logo do mês e nossa expectativa é que a meta seja alcançada. Nesta véspera do Dia das Mães, que todas as mães protejam seus filhos vacinando”, destacou secretária de Saúde, Helena Duailibe.

O secretário adjunto de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, da Secretaria Estado de Saúde (SES), Marcelo Rosa, compareceu ao Dia D, representando o Governo do Estado. Ele reiterou a importância desta campanha e alertou para os riscos de não se vacinar. “A gripe é uma doença séria e as pessoas devem ter muita atenção, pois, pode levar a quadros bem graves. Chamamos a atenção da população prioritária para comparecer e somar no combate da doença”, reforçou.

MOBILIZAÇÃO

Na grande mobilização do dia D, os postos funcionaram das 8h às 17h do sábado para que as pessoas tivessem tempo para a vacinação. O público-alvo da campanha são idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a cinco anos incompletos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias depois do parto), trabalhadores da saúde, doentes crônicos, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, indígenas, profissionais de saúde e professores das redes pública e privada. Pessoas que estiverem com gripe forte incluindo sintomas de febre e os que têm alergia à proteína do ovo é orientado não vacinar até que melhore.

Aos 81 anos, o aposentado José Ribamar Caldas se orgulha de ser saudável e diz que não perde uma campanha de vacinação. “Toda campanha eu venho. Sempre vacino, é rápido e o tratamento é ótimo. Faz é tempo que eu não sei o que é ter gripe”, afirmou.

Igualmente, a aposentada Claudionora de Abreu Caldas, 78 anos, diz que sempre comparece às campanhas. “Eu tenho uma saúde muito boa e nunca deixo de comparecer. Vacinar é muito importante e todos devem cuidar da saúde”, disse ela.

As pessoas devem comparecer aos postos portando documento de identificação, a carteira de vacina e os que possuem doenças crônicas devem apresentar prescrição médica.

A importância dos Ecopontos para o meio ambiente e a economia

Antes, as pessoas se perguntavam o que fazer com os grandes resíduos que não são levados pela coleta de lixo tradicional. Um sofá, uma geladeira que não serviam mais acabavam tendo que ser descartados de forma irregular mesmo por quem tinha consciência ambiental por falta de opção.

Os Ecopontos implantados pela prefeitura de São Luís foram fundamentais para mudar esta realidade. Eu mesmo já descartei resíduos no Ecoponto do Habitacional Turu e verifiquei a organização do espaço, divisão dos tipos de materiais e receptividade. Hoje, não tem desculpa para descartar grande lixo em local inapropriado e obstruir as galerias, contribuindo com as enchentes.

Para além do aspecto ambiental, os Ecopontos contribuem para a cadeia produtiva. Por meio da parceria com a Prefeitura, cooperativas como a Reciclagem São Luís (Coopresl) tem recebido um maior volume de material e com isso aumentado o trabalho e a renda dos cooperados, que têm na atividade a principal fonte de renda da família.

Todo o material reciclável coletado nos Ecopontos, que hoje funcionam em cinco bairros da capital – Jardim América, Parque Amazonas, Bequimão, Turu e Angelim – são encaminhados às cooperativas e associações que fazem a seleção e a comercialização do material.

A presidente da Coopresl, primeira cooperativa de reciclagem do Maranhão, Maria José Castro, conta que houve um aumento significativo no volume de material recebido por eles a partir da criação dos Ecopontos. “Atualmente trabalhamos com 15 cooperativados. Antes dos Ecopontos a cooperativa trabalhava apenas com seis pessoas e nossa renda era bem menor”, disse Maria José. “Dependo do volume de material que movimentamos no mês o valor pago a cada um dos cooperados pode chegar a mais de um salário mínimo. Antes esse valor ficava em torno de R$ 70,00”, completou a presidente da cooperativa.

Cada Ecoponto tem capacidade de armazenamento de 100 toneladas de resíduos por mês, podendo variar com a demanda. Atualmente os cinco Ecopontos recebem, em média, 250 toneladas de resíduos por mês.

Os Ecopontos funcionam da seguinte forma: a população leva o resíduo que não é recolhido pela coleta regular para o local, sendo o mesmo recebido por agentes de limpeza da Prefeitura. O material reciclável e eletrônicos recolhidos no local vão para as entidades de catadores. Nas cooperativas e associações, o material é separado e embalado para ser encaminhado às empresas compradoras que enviam todo material para fora do Estado, a maioria vai para o Sul do país.

Os resíduos de construção civil, vão para o aterro de inertes na área da Unidade de Beneficiamento da Ribeira; os resíduos volumosos para o pátio de compostagem; a madeira para a Vila de Moradores Cinturão Verde e os pneus são recolhidos pela Reciclanip, que tem sede em São Paulo e é considerada uma das maiores iniciativas da indústria brasileira na área de responsabilidade pós-consumo.

Edivaldo mantém agenda intensa visando melhora da atividade econômica

Embora a oposição tente vender a qualquer custo a ideia de que o prefeito de São Luís não trabalha, inclusive com o deputado Eduardo Braide mentindo ao afirmar que o prefeito não estaria comparecendo ao Palácio de La Ravardiére, o chefe do executivo municipal tem mantido agenda intensa com foco em outras frentes, uma vez que é desperdício de dinheiro público colocar asfalto na cidade com as fortes chuvas que caem. E em meio à crise, ações que ajudam a impulsionar a economia ludovicense.

Na última sexta-feira (28), dia de greve geral, Edivaldo estava assinando acordo de cooperação com o Sebrae para desenvolvimento da agricultura na zona rural de São Luís. As capacitações oferecidas ao produtor familiar e pequeno produtor serão na área de atendimento ao cliente, boas práticas na manipulação de alimentos, manejo sustentável de resíduos sólidos entre outros serviços.

Já no sábado (29), entregou caminhão para o transporte de frutas e hortaliças, além de anunciar reforma do centro de comercialização de polpa, que está sendo feito em parceria com o governo do estado. Edivaldo também visitou às obras em fase final da escola familiar rural. Em 15 anos de existência, esta é a primeira vez que a unidade é contemplada com reforma geral.

São ações estratégicas para fortalecimento da agricultura familiar, desenvolvimento do campo para gerar renda e movimento da economia.

Prefeito Edivaldo vistoria escola Darcy Ribeiro e garante reforma

O prefeito Edivaldo determinou o imediato início das obras de reforma da Unidade de Educação Básica (U.E.B), Darcy Ribeiro, localizada no bairro do Sacavém. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (27) durante vistoria realizada pelo prefeito Edivaldo à unidade de ensino. O prefeito vistoriou a situação da unidade e pediu celeridade nos trabalho de recuperação do prédio.

A medida é parte do conjunto de providências adotadas pela Prefeitura de São Luís após o incidente ocorrido na tarde de hoje, quando parte do teto da escola não resistiu às fortes chuvas e desabou. De imediato, a Prefeitura de São Luís acionou o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil,  o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Militar. Uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) também foi deslocada para o prédio em caráter de urgência, com o objetivo de avaliar a situação e prestar esclarecimentos a familiares de estudantes.

“Durante todo o dia tivemos uma chuva intensa na cidade. Tomamos todas as providências necessárias com a maior rapidez possível, no intuito de dar uma resposta rápida à população da nossa cidade, para solucionar esta questão. O prédio da escola vai passar por uma vistoria e, logo em seguida, iniciaremos as intervenções estruturais no prédio”, explicou o prefeito Edivaldo. Durante a vistoria nas instalações da escola, ele estava acompanhado do vice-prefeito, Júlio Pinheiro; e dos secretários Lula Fylho (Governo), Moacir Feitosa (Educação) e Jota Pinto (Articulação Política).

O prefeito garantiu ainda a continuidade do ano letivo na U.E.B. Darcy Ribeiro, determinando que, enquanto prosseguirem os trabalhos de requalificação estrutural, as crianças sejam alocadas em um novo espaço nas proximidades. Edivaldo ressaltou ainda que a Prefeitura de São Luís segue com o cronograma de requalificação estrutural das unidades de ensino, em curso desde o início da sua primeira gestão.

O secretário de Educação, Moacir Feitosa, afirmou que já nesta terça-feira a equipe técnica da Semed iniciará as providências para que os estudantes sejam realocados em um outro espaço enquanto são realizadas as intervenções na U.E.B. Darcy Ribeiro. “Daremos celeridade no cumprimento da determinação do prefeito Edivaldo, trabalhando para garantir aos estudantes a retomada das aulas no menor tempo possível”, disse o secretário Moacir Feitosa.

Prefeitura de São Luís lança aplicativo “Meu ônibus”

O usuário do transporte coletivo de São Luís agora pode acompanhar em tempo real e saber a que horas seu ônibus estará na parada. Já está em funcionamento o aplicativo “Meu Ônibus”, que localiza por GPS todos os ônibus da linha urbana de São Luís.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior fez a apresentação do aplicativo em evento no Palácio de La Ravardiére. Ele destacou os avanços do transporte coletivo de São Luís nos últimos anos. Ele falou da implantação da biometria facial, a licitação dos transportes, renovação de 60% da frota e a implantação de ônibus com ar condicionado. “Nada na gestão pública acontece do dia para a noite. E nossa gestão se baseia no planejamento e as coisas acontecem”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Trânsito e transporte, Canindé Barros, destacou a função de comodidade e segurança para o aplicativo. “É importante salientar a segurança. O usuário vai poder sair de casa e do seu trabalho já sabendo o horário e não fica exposto na parada”.

O aplicativo está funcionando para Android e em cerca de um mês deve estar disponível para IOS.

Edivaldo cai em campo em ações para evitar alagamentos

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, esteve na manhã de hoje (04) presente em mais uma vistoria de obras, desta vez na Rua Cobalto, no bairro do Coroado. A região foi atingida pelas fortes chuvas desta última semana e as equipes da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) já estava no local realizando os serviços de drenagem e contenção dos danos causados pela água pluvial.

Além da Rua Cobalto, a Rua do Cobre e a Rua Ouro serão beneficiadas pelas obras. Todo o entorno do bairro também terá ganhos com a implantação da rede de escoamento, que visa prevenir definitivamente e de forma eficiente o risco de alagamentos e inundações.

As ações irão garantir o escoamento correto da água e evitarão estes transtornos que há mais de 40 anos incomodava os moradores. Mais uma realização do prefeito e sua equipe, por meio do diálogo com a população, que solucionará mais um problema histórico de São Luís.

Segurança alimentar: prefeitura entrega cestas de alimentos para 250 famílias

O prefeito Edivaldo, acompanhado do vice-prefeito Julio Pinheiro, participou na tarde desta quarta-feira (22), de mais uma etapa de distribuição do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que contemplou 250 famílias atendidas pelo Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do Vinhais. A ação da Prefeitura de São Luís, executada pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), realiza a compra direta de alimentos da agricultura familiar para beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade social. A entrega foi realizada Cras do Vinhais.

O prefeito Edivaldo, frisou, durante conversa com a comunidade, que o PAA é uma das mais significativas ações promovidas pela gestão. “É sempre uma alegria poder estar presente nestes momentos, ver a satisfação de cada uma das pessoas com o programa. A Prefeitura tem muitas ações importantes, mas por esta temos um carinho especial, pelo benefício direto às pessoas, tanto a quem recebe quanto ao pequeno agricultor que tem a certeza da compra de sua produção”, enfatizou o prefeito Edivaldo.

“Os alimentos deste programa têm a função primordial de fortalecer a alimentação de quem mais precisa. A sensibilidade e determinação do prefeito Edivaldo está garantindo que a ação prossiga e possamos alcançar outros milhares de famílias”, enfatizou o vice-prefeito, Julio Pinheiro.

A secretária de Segurança Alimentar, Fátima Ribeiro, ressalta que o programa só tem a se ampliar. “Vamos repetir o sucesso do ano passado com a mesma eficiência, a mesma qualidade dos produtos e com mais variedades de alimentos”, disse.

Nos alimentos da cesta estão incluídos hortifrutis – frutas, legumes e verduras diversas – somando mais de 30 itens. Este ano, foram incluídas carne de suíno e juçara, que passam a integrar a cesta de alimentos a partir de março. Os alimentos são adquiridos com moradores das comunidades rurais de Matinha, Cinturão Verde e Tajipuru, totalizando 178 pequenos agricultores.

Presentes à entrega no Vinhais estavam ainda secretário adjunto da Criança e Assistência Social (Semcas), Rodrigo Desterro e a coordenadora geral da rede Cras-São Luís, Rosângela Mota.

BENEFÍCIOS

Recebendo os alimentos pela terceira vez, a aposentada Maria José Gomes, 66 anos, comemorou a continuidade do programa. Ela mora com mais quatro pessoas, incluindo duas crianças e, para ela, a ação é de grande ajuda no orçamento. “Esses alimentos ajudam, principalmente para aqueles que não têm condição de comprar todos os produtos. Eu gosto de todos os alimentos da cesta e acho que foram bem escolhidos. Fiquei feliz que o programa continua”, disse.

O cabeleireiro Evandro Costa, 30 anos, chegou cedo com a mulher, Maria da Conceição Santos, 27 anos, e a filha, a pequena Ester, de um ano e cinco meses, para receber os alimentos. Pela segunda vez, ele e a família são contemplados com os produtos. “É sempre bom. O que vier para ajudar é válido, porque as despesas com alimentos sempre são muito grandes, ainda mais quando se tem filhos. O que mais eu gosto na ação é por entregar alimentos realmente nutritivos e de ótima qualidade”, ressaltou.

Para a dona de casa Marlene Silveira dos Santos, 35 anos, os alimentos do programa ajudam a complementar as refeições da família – um total de sete pessoas. “Tem muito produto aqui, principalmente frutas, que não dá para comprar sempre, porque as coisas estão caras e a gente tem as prioridades. Com estes alimentos dá para fazer uma refeição mais nutritiva e gostosa”, enfatizou.

O Programa de Aquisição de Alimentos em São Luís é realizado na modalidade Compra com Doação Simultânea, na qual os agricultores recebem o pagamento diretamente em suas contas, por meio do cartão e os produtos são distribuídos às família cadastradas nos Cras da capital.

Mais controle do dinheiro público: Edivaldo dá pose a 10 novos auditores

O prefeito Edivaldo deu posse, nesta quinta-feira (16), a 10 novos auditores de Controle Interno do Município de São Luís. A iniciativa visa fortalecer as políticas municipais de transparência, imprimindo ainda mais responsabilidade no controle interno da gestão no que diz respeito à aplicação dos recursos públicos e observância às leis que regem as finanças da municipalidade. O ato de posse aconteceu no auditório Reis Perdigão do Palácio de La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís, sob a condução da Controladoria-Geral do Município (CGM).

Com a posse dos novos auditores, a atual gestão dobra o quadro de profissionais da área, atendendo a uma demanda antiga do setor, após quase 10 anos sem que tenha havido qualquer concurso para a função no município. “Com a posse dos novos auditores de controle interno do município, além de concretizar o nosso compromisso assumido com a população de governar com transparência e responsabilidade, combatendo a corrupção e aplicando o dinheiro público da melhor forma possível, estamos também fortalecendo ainda mais os instrumentos de controle da gestão pública, otimizando a administração e garantindo à sociedade mecanismos que possibilitam maior transparência na gestão dos recursos públicos”, disse o prefeito Edivaldo.

Falando diretamente aos novos auditores empossados, o prefeito Edivaldo conclamou o empenho de todos eles na busca pela probidade administrativa. “Cabe a vocês, que hoje tomam posse, a missão de zelar com independência e isenção pela mais absoluta transparência e aperfeiçoando os instrumentos que já desenvolvemos nos últimos anos”, disse.

CONTROLE INTERNO

Ainda conforme o prefeito, desde o início da sua primeira gestão, diversas iniciativas foram adotadas para a melhoria do controle interno garantindo à população formas de acompanhamento dos gastos públicos e acesso às informações, visando ao cumprimento dos ditames de uma gestão fiscal responsável e em consonância com os anseios da sociedade.

Entre as medidas adotadas, o prefeito destacou a reestruturação do Portal da Transparência, seguindo os critérios determinados pela Lei de Acesso à Informação, trabalho que levou São Luís a obter a segunda maior nota entre as capitais brasileiras no aspecto transparência entre todas as demais capitais brasileiras, na Escala Brasil Transparente, avaliada pela Controladoria Geral da União (CGU). “Um avanço significativo se analisarmos que, na edição anterior, São Luís sequer havia pontuado e ocupava a última colocação entre as cidades avaliadas”, pontuou Edivaldo.

Na ocasião, o prefeito Edivaldo assinou o projeto de emenda à Lei Orgânica que versa sobre o novo Sistema de Controle Interno Municipal, que será agora encaminhado à apreciação da Câmara Municipal.

Também como forma de valorização do trabalho da categoria, o prefeito Edivaldo determinou medidas que assegurassem a efetiva transparência da gestão, com a modernização do Portal da Transparência, organização do Diário Oficial do Município, adesão ao Programa Brasil Transparente, a regulamentação da Lei de Acesso à Informação em São Luís e, por último, a realização de concurso público para o cargo de auditor de Controle Interno, cujos aprovados tomaram posse nesta quinta-feira (16).

TREINAMENTO

Paulo Ricardo Ramos Fonseca da Silva, um dos auditores empossados, ressaltou em seu discurso de posse, proferido em nome dos demais auditores nomeados, a oportunidade de ingressar na carreira, por meio de um concurso público que há quase uma década não era oferecido. “Isso demonstra a importância que o prefeito Edivaldo dá à transparência da sua gestão e ao combate à corrupção na administração pública. E nesse momento econômico um tanto adverso, o auditor de controle interno assume um papel fundamental para boa governança pública”, disse o auditor.

Com a posse dos novos auditores, a CGM vai oferecer, a partir desta sexta-feira (17), um treinamento intensivo aos titulares e auxiliares, através de cursos que acontecerão na Escola de Governo e Gestão Municipal (Eggem), no Renascença, visando melhor preparação dos novos servidores para o exercício da sua função.

Impur e Incid na linha de corte da reforma de Edivaldo

Edivaldo ainda acerta reforma administrativa

O Blog apurou que pelos dois institutos deverão perder o status de secretaria com a reforma administrativa do prefeito Edvaldo Holanda Júnior. A perspectiva é que sejam pelo menos quatro secretarias a menos na estrutura do município. O projeto será enviado para a Câmara em breve. Mas todas as mudanças ainda não estão amarradas.

O Instituto da Cidade, Pesquisa e Planejamento Urbano e Rural (Incid) e o Instituto Muncipal de Paisagem Urbana (Impur) passarão a integrar a secretaria municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh) que no final do ano passado passou a ser comandada por Mádison Leonardo Andrade Silva.

Secretaria de Urbanismo e Habitação, de Madison Leonardo, será reforçada

O Impur é presidido hoje por Luíz Carlos Borralho que fez até um trabalho interessante na arborização da cidade em alguns canteiros centrais, rotatórias e praças reformadas. Já o Incid, que coordena a legislação urbanística da cidade, é presidido por José Marcelo do Espírito Santo.

Cultura e Esporte

Por afinidade, pode ser que Cultura e Esporte se juntem a outras secretarias, mas nada ainda definido. Quanto às especulações de mudanças de nomes, não avançaram discussões neste sentido.

Houve um movimento dentro do PT pela troca do secretário de Cultura, Marlon Botão. Um grupo queria a indicação de Nonato Chocolate. Mas a forçação de barra não avançou e Botão está mantido. Pode ser que após o carnaval, o movimento se reaqueça.

Já a especulação de que o suplente de vereador Rommeo Amim (filho do deputado Julião Amim) assumiria a secretaria de Esportes parece ter sido muito mais uma plantação de algum interessado. Dentro do Palácio de La Rarviére, esta pauta não está em discussão.

Prefeitura consegue na Justiça cumprimento dos termos da licitação sem aumento da passagem

Juiz Douglas de Melo Martins determinou que os empresários têm que cumprir o acordo e não podem aumentar as tarifas

Do Blog Marrapá – A Prefeitura de São Luís conseguiu através de uma ação na Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, liminar que proíbe qualquer tipo de aumento na passagem do transporte público e a circulação de 100% da frota de ônibus da capital, sob pena de multa diária em casos de descumprimento.

Nesta segunda-feira, 23, a Procuradoria Geral do Município entrou com uma ação de tutela de emergência em desfavor de seis empresas e mais o Sindicato das Empresas de Transporte – SET. O objetivo é garantir o cumprimento do contrato de licitação, onde uma das cláusulas impede qualquer tipo de reajustes nos 12 primeiros meses.

“No sentido de que os réus sejam compelidos a cumprirem integralmente os termos dos contratos de concessão em pleno vigor, garantindo a continuidade integral e regular dos serviços de transporte público no município de São Luís, sem qualquer interrupção, bem como seja declarada a inexigibilidade de qualquer reajuste ou recomposição tarifária antes do período de 12 meses a contar da data base, tudo nos termos do contrato, proibindo os réus de usarem o reajuste/recomposição como solução do dissídio coletivo com os trabalhadores (…)”, diz o texto da peça jurídica.

Na verdade o município buscou se precaver sobre uma suposta pressão dos empresários para aumentar a passagem. A prática já é conhecida; eles atrasam salários contando com a greve dos rodoviários e assim colocam a Prefeitura contra a parede. O grande mérito da licitação do transporte é que agora existe um contrato a ser cumprido, e caso seja descumprido, o fornecedor pode perder a concessão, portanto, o município possui amparo legal para manter os preços e exigir o fornecimento do serviço.

Esse foi o exato entendimento do juiz Douglas de Melo Martins. Em sua decisão, acatou o pedido da Prefeitura e ainda estipulou multa diária no valor de R$ 500 mil em caso de descumprimento.

“DEFIRO o pedido de concessão de tutela de urgência e, por conseguinte, reconhecendo a inexigibilidade de qualquer reajuste ou recomposição tarifária antes do período de 12 meses a contar da data base, nos termos do contrato, DETERMINO aos réus que se abstenham de utilizarem o reajuste/recomposição da tarifa de transporte coletivo como solução do dissídio coletivo com os trabalhadores.

Determino ainda que os réus cumpram integralmente os termos dos contratos de concessão em pleno vigor, garantindo a continuidade integral e regular dos serviços de transporte público no município de São Luís, sem qualquer interrupção”.