STF afasta Aécio Neves do Senado e manda prender irmã do tucano

Folha – O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu afastar do cargo o senador mineiro Aécio Neves, presidente nacional do PSDB e que aparece, segundo reportagem, em gravação pedindo R$ 2 milhões a donos do frigorífico JBS, que negociam delação premiada.

Também foi afastado, a pedido da Procuradoria-Geral da República, o deputado Rocha Loures (PMDB-PR), um dos assessores mais próximos do presidente Michel Temer e que teria sido filmado recebendo uma ma ade R$ 500 mil.

Há também um mandado de prisão preventiva contra Andrea Neves, irmã do senador, e contra o procurador da República Ângelo Goulart Vilela, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Residências de Aécio estão sendo alvo de busca e apreensão na manhã desta quinta (18). Também são alvos da operação o senador Zezé Perrella (PMDB-MG), o deputado Rocha Loures (PMDB-PR) e Altair Alves, conhecido por ser braço direito do deputado Eduardo Cunha.

Buscas também são feitas na casa do coronel João Baptista Lima Filho, ligado a Temer. Os mandados foram autorizados pelo STF.

Entre os locais de busca, segundo investigadores, estão a residência de Aécio no Rio e em Brasília, de Andrea, no Rio, e o Congresso.

A PF informou que foram expedidos cerca de 40 mandados. Eles estão sendo cumpridos no Rio, Brasilia e Belo Horizonte. Há pelo menos um mandado de prisão, segundo a Folha apurou.

Castelo: a cara do protesto “contra corrupção” em São Luís

IMG-20160313-WA0039Manifestantes foram às ruas protestar contra o governo Dilma e contra o ex-presidente Lula na Avenida Litorânea. O protesto ocorreu com tranquilidade e os manifestantes preferiram não sair em passeata para evitar um possível confronto com petistas.

O único político presente no evento, até porque o PSDB maranhense está promovendo encontros no interior do estado, foi o ex-prefeito de São Luís, João Castelo, acompanhado da filha, Gardênia Castelo.

TCE rejeita contas de Castelo e deixa o ex-prefeito com a Ficha Suja

João Castelo condenado a prestar serviços comunitários por não pagar servidores

Justiça nega habeas corpus a João Castelo, acusado de improbidade

É sempre bom relembrar que João Castelo responde por uma série de irregularidades de sua gestão à frente da prefeitura de São Luís. Ele é acusado de improbidade administrativa por não ter pago os salários de dezembro de 2012 dos servidores de São Luís. O Tribunal de Contas do Estado rejeitou as contas do ex-prefeito de 2010. Ou seja, é Ficha Suja.

Nas redes sociais, a incoerente presença foi duramente criticada.

Aécio hostilizado

aecioEm São Paulo, os manifestante hostilizaram a presença do senador Aécio Neves e do governador Geraldo Alckmin. Aécio foi chamado de “vagabundo” por uma manifestante. Há pessoas com cartazes de “fora Aécio” e “fora Alckmin”. Um senhor disse: “Se Aécio acha que isso aqui vai cair no colo dele, está muito enganado”.

Após as vaias, deixaram o local com menos de meia hora. Aécio Neves foi delatado por cinco pessoas que já prestaram depoimentos na Operação Lava Jato.

Delatado cinco vezes, Aécio convoca o povo e recebe ironia

aecio

Brasil 247 – O senador Aécio Neves foi surpreendido com respostas irônicas e críticas a ele neste sábado, nas redes sociais, depois de ter postado um vídeo convocando a população a estar nas ruas neste domingo 13 em protesto contra o governo.

“Esse próximo domingo não vai ser um domingo como os outros. Pode ser um domingo que mudou o Brasil. Mas para isso é fundamental que você, eu, todos nós estejamos nas ruas dizendo ‘chega desse governo’ e vamos construir uma nova história para o Brasil”, diz o senador tucano no vídeo.

Citado já em cinco delações na Operação Lava Jato, e por isso parabenizado pelo “penta” pelo ator e humorista Bemvindo Sequeira nesta semana, e prestes a ser denunciado pelo Ministério Público por Furnas (segundo a Veja), Aécio foi questionado se iria de helicóptero, numa ironia à denúncia sobre o chamado “helicóptero do pó”.

“Que quem nunca roubou nem subornou ninguém esteja, tudo bem. Mas Aécio contra corrupção! Não dá pra levar a sério”, disse ainda o jornalista Hélio Doyle, pelo Twitter. Outro internauta perguntou: “vai se manifestar contra si mesmo e seus pares, vossa excelência?”.

Aécio consegue reunir 6 mil manifestantes “em casa”

O senador e pré-candidato a presidência Aécio Neves (PSDB-MG) não teve a força que queria das manifestações contra a presidente Dilma em sua casa. A terceira manifestação do ano contra o governo em Belo Horizonte foi marcada pela tranquilidade. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 6 mil pessoas passaram na manhã deste domingo pela Praça da Liberdade, Centro-sul da capital.

A novidade no protesto de hoje foi a presença do próprio Aécio Neves, que passou pelo evento. Nas outras edições ele não havia participado. Além de pedir a saída de Dilma do Palácio do Planalto, os manifestantes usaram palavras de ordem como “fora PT” e cartazes contra a administração do governador Fernando Pimentel (PT). Algumas pessoas também defendiam a intervenção militar.

Política maranhense em notas

Aécio Neves no Maranhão

aeciovotaO senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, intensificará sua pré-campanha à presidência da República e o Maranhão, onde Dilma e Lula tiveram expressiva votação nas últimas eleições, é um dos estados-chave para o tucano. Em um “tour” que Aécio fará nos estados, estará em terras maranhenses no mês de outubro, faltando ainda apenas definir a data. Aécio fará um ato endossando as novas filiações do PSDB no Maranhão.

A diferença em desmentido e divergência

geraldoalckminFalando em PSDB, existe uma distorção do que disse o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sobre a defesa institucional da presidente Dilma. Alckmin disse que isso não está em discussão e que ele defende apenas “investigação, investigação”. Logicamente, que como um dos líderes do partido que é principal adversário do governo Dilma, esta é a posição de Alckmin. Mas Flávio Dino, defendeu a manutenção do mandato da presidenta, que o comunista considera legítimo e que existe uma preocupação conjunta desta manutenção. “Conjunta” não significa que seja de todos os governadores. Flávio falou pelos governadores da Amazônia, que ele representou.

ONU no Maranhão por conta de torturas

pedrinhasO relator da Organização das Nações Unidas (ONU), Juan Méndez, estará no Maranhão para investigar casos de torturas e visitar presídios do Estado após denúncias feitas em 2013 e 2014, ainda na gestão da ex-governadora Roseana Sarney. O representante da entidade passará três dias vistoriando centros de detenção, delegacias de polícia e penitenciárias maranhenses para avaliar como o Governo tem lidado com essa situação. Presídios de São Paulo, Brasília, Sergipe e Alagoas também serão inspecionados. O pedido foi feito em 2013 pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) e a OAB/MA para a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, após o Complexo Penitenciário de Pedrinhas entrar em colapso, com cenas de decapitações e mortes em série de detentos.

CPI da Saúde vai começar

ricardomuradNesta segunda-feira (3), com o retorno das atividades na Assembleia Legislativa, volta a discussão acerca da CPI da Saúde, que já está oficialmente criada. Agora, os Blocos devem indicar os membros da Comissão que investigará as irregularidades da gestão da saúde do Maranhão entre 2009 e 2014. São várias denúncias de irregularidades, com robustas provas já inclusive encaminhadas ao Ministério Público. O ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, tentou pressionar os deputados de todas as formas para que a CPI fosse para buraco antes da hora. Parece que não conseguiu.

Aumento da exploração de gás no Maranhão

FOTO 2 - 31_07_2015_ANP_Apresentação da 13º rodada de licitação da ANP_Karlos Geromy (12)O governador Flávio Dino e a presidente da Agência Nacional do Petróleo, Magda Chambriard, oficializaram nesta sexta-feira (31) mais 22 blocos de exploração de gás natural no Maranhão. Através de leilão que acontecerá em outubro deste ano, as cidades entre Alto Alegre e Arame, São Luiz Gonzaga e Buriti Bravo, além de Riachão a São Benedito do Rio Preto integrarão áreas para exploração do minério. Considerada uma das maiores vertentes de produção do Maranhão para os próximos anos, a exploração de gás natural se consolida no Maranhão na 13ª rodada de licitações da ANP, que acontecerá em outubro no Rio de Janeiro e contará com investidores do Brasil e do exterior. O bloco maranhense corresponde a 15.483 km² de extensão.

O ciúme injustificado da gestão Cutrim

cutrimflavioedivaldoEm um grupo com políticos, lideranças e jornalistas de São José de Ribamar, o secretário adjunto de Articulação Política do município, Guilherme Mulato, fez críticas ao governo do estado e ainda acusou o governo Flávio de privilegiar São Luís. “O prefeito [Gil Cutrim] já fez centenas de pedidos ao governador. Infelizmente pouca coisa andou. Aliás, como todos podem ver, parece que São Luís é a única cidade do Maranhão”, esbravejou o auxiliar de Cutrim. Braço direito do prefeito ribamarense, Mulato mostra o que a administração acha do governo Flávio. De forma injusta, uma vez que as ações do governo têm sido regionais e atingido toda a região metropolitana e beneficiado diretamente São José de Ribamar.

Tucanos maranhenses participam de convenção que reconduzirá Aécio Neves

Carlos Brandão e Aécio Neves

Carlos Brandão e Aécio Neves

Uma caravana de tucanos maranhenses segue para Brasília a fim de participar da 12ª Convenção Nacional do partido, que vai eleger sua nova Executiva Nacional. O evento acontecerá neste domingo (5), a partir das 9h, no Hotel Royal Tulip.

Intitulando-se a “Oposição a favor do Brasil”, lideranças políticas, militantes e simpatizantes tucanos irão prestigiar a recondução de Aécio Neves à presidência nacional do partido para cumprir mais um mandato de dois anos. Pontapé inicial para sua campanha à presidência em 2018. Embora, Gerlado Alckmin não esteja descartado.

Para o líder maior do PSDB no Maranhão, o presidente estadual Carlos Brandão, o partido vem atuando com firmeza em oposição ao governo Dilma. “Temos denunciado, desde o ano passado, as pedaladas fiscais que hoje podem levar à reprovação das contas do governo federal, o que terá consequências graves. O partido também cobrou apuração do uso de empresas estatais na campanha petista e lidera a oposição no Congresso”, avaliou Brandão.

No total, 528 delegados do PSDB com direito a voto, também serão responsáveis pela eleição, além do presidente, do presidente de honra do partido, seis vice-presidentes, um secretário-geral, primeiro e segundo secretários, tesoureiro e tesoureiro-adjunto, oito vogais, sete suplentes, bem como os líderes na Câmara e no Senado e o presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV).

Brasil já sabe que Sarney votou em Aécio Neves

Sarney volta às origens. Charge: Revista Péssima

Sarney volta às origens. Charge: Revista Péssima

O flagrante de TV no Amapá mostrando que José Sarney votou em Aécio Neves (PSDB) ganhou grande repercussão na mídia nacional nesta quarta-feira (29). O assunto foi tratado primeiro neste e em outros blogs maranhenses. Depois, tomou a mídia nacional. A assessoria de Sarney negou o voto no tucano, embora o flagra seja bem claro.

Os maiores site de notícias do país repercutiram o voto de Sarney. A esta altura, a presidente Dilma já sabe que o “aliado” digitou o 45 com um broche do 13 no peito. Pura cara de pau.

Leia mais: Sarney teria votado em Aécio Neves

Folha de São Paulo

Folha de São Paulo

O Globo

O Globo

Brasil247

Brasil247

Eliziane não conseguiu transferir votos de Marina para Aécio em São Luís

Eliziane e Aécio tiveram duro golpe em São Luís

Eliziane e Aécio tiveram duro golpe em São Luís

A presidente reeleita teve 362.075 votos em São Luís neste segundo turno. Foi um percentual de 70,41% do eleitorado da capital maranhense. São Luís foi a segunda capital onde a petista teve maior votação neste turno.

No primeiro turno, a presidente reeleita teve em São Luís 254.580 votos (49,54%). A candidata Marina Silva obteve 159.601 (31,06%) votos. Aécio Neves ficou com 79.343 votos (15,44%). A deputada federal Eliziane Gama (PPS), tida como a principal aliada de Marina no Maranhão, não conseguiu levar os 79 mil votos da aliada para Aécio (candidato apoiado por Eliziane no segundo turno).

A migração normal dos votos de Marina seria para Aécio Neves. Porém, a presidente recebeu o maior percentual da votação de Marina. Dos 31% que ela teve em São Luís, cerca de 6% foram para Aécio contra 25% levados para a petista.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, entrou na campanha quando Dilma estava em queda nas pesquisas em todo o país e participou de atos ao lado do ministro das relações institucionais Ricardo Berzoini. Com o apoio Edivaldo, Dilma ganhou 107.495 votos a mais em São Luís no segundo turno. Somente a votação a mais de Dilma em relação ao primeiro turno é igual ao total de votos de Aécio teve no segundo turno em São Luís.

Edivaldo conseguiu a vitória da presidente, e de quebra, se fortalecer diante dos principais adversários na disputa da prefeitura de São Luís em 2016, que apoiavam Aécio Neves.

Sarney teria votado em Aécio Neves

sarneyvotoUma emissora de TV do Amapá flagrou o momento em que o senador José Sarney (PMDB-AP) votou e quebrou o sigilo de voto do peemdebista. Do ângulo onde se posicionou o Câmera, é possível perceber o movimento dos dedos de Sarney na urna votando primeiro no governador Waldez Góes (PDT) que é o número 12 e em seguida apertar o 45 de Aécio Neves (PSDB).

A confirmação do voto em Aécio confirma a tese que este blog vem defendendo desde o início do segundo turno: um governo tucano seria muito melhor para o velho oligarca, que tem estreita relação com o neto de Tancredo Neves.

Leia também: Aécio Neves e José Sarney: parceria que se manterá em eventual governo tucano

 

Roberto Rocha vota e diz acreditar na vitória de Aécio

IMG-20141026-WA0028O senador eleito Roberto Rocha (PSB) votou no final da manhã na escola Dom Bosco, no Renascença. O senador eleito é um dos principais entusiastas do candidato à presidência Aécio Neves e um dos coordenadores da campanha do tucano no Maranhão.

Mesmo com o favoritismo da candidata do PT, Dilma Rousseff, Roberto manteve o ânimo e garantiu que permanece confiante que o desempenho de Aécio será melhor no Maranhão e o tucano vencerá as eleições.

“Eu voto no Aécio porque Antes de tudo sou brasileiro e não vou desistir do Brasil. O PT pode até voltar depois, mas voltará melhor. O Brasil precisa dessa alternância de poder. Creio que Aécio vence entre 3% e 5%”.

Roberto confia na abstenção no Norte e Nordeste, já que a tendência é que eleitores de Dilma não votem no segundo turno.