É hoje: Bloco da Imprensa abre temporada oficial pré-carnavalesca em São Luís

Em ritmo da tradicional temporada pré-carnavalesca no Maranhão, o Bloco da Imprensa reúne diversas atrações neste sábado (13), durante a abertura oficial do circuito da Folia Momesca, promovida pelo Governo do Maranhão. A concentração do bloco é na Praça dos Catraieiros, na Praia Grande, no Centro, a partir das 17h.

Para o primeiro dia de festa da Imprensa, estão confirmadas as presenças do Grupo de Tambor de Crioula de Leonardo, Pagode Sindicato do Samba, Bloco Tradicional Os Reis da Liberdade (campeão do grupo A, do carnaval de 2017), Banda CarnaBoi (com Juarez Sousa e Nonato Silva), Bateria Explosão da Turma do Quinto (com Gabriel Melônio, Franklin Hudson e Alessandra Loba) show de Mano Borges (Manobloco) e Banda da Confraria do Copo.

“O Bloco da Imprensa é uma brincadeira carnavalesca sem fins lucrativos que já se tornou tradição em nosso carnaval e, diante disso, o apoio do poder público se fez necessário. Graças à sensibilidade dos gestores, nos atenderam garantindo segurança, estrutura e apoio para agremiações poderem evoluir para centenas de foliões que sempre nos prestigiam”, conta um dos organizadores do bloco, Célio Sérgio.

Com o tema “Questão de Gênero, Número e Grau”, o cordão carnavalesco da comunicação chega à 20ª edição. O tema neste ano vem fazendo os seguintes questionamentos: Masculino ou feminino? Singular ou plural? Um único ser ou uma ideia coletiva? Maior ou menor? A grandeza do corpo ou de espírito? O que importa? A quem importa? O que importa é ser Gente! Gente: em gênero, número e grau.

Dentro da programação do Bloco da Imprensa, quem também vem com todo vapor é o Bloco Confraria do Copo, fazendo o tradicional baile de rua.

O presidente do Confraria do Copo, João Azevedo, conta que o grupo, que tem nos vocais Carlão e Dinho, vai rememorar músicas de antigos carnavais do Maranhão, além de integrar novas composições.

“Para animar os brincantes, será um repertório diversificado com os melhores enredos das escolas de samba de São Luís, além de uma sequência de músicas voltadas para marchinhas e músicas carnavalescas com composições próprias e de outros blocos, como o Bicho Terra, Vagabundos do Jegue e Jegue Folia”, relata.

Idealizado e criado em 1996 por influência de um grupo de amigos da tradicional Rua Caminho da Boiada, o Bloco Confraria do Copo foi inspirado na vontade que todos tinham de fazer algo diferente durante o carnaval para fugir da rotina do simples bate-papo, num período em que a maioria tomava outro rumo, atraída pelo cheiro de folia que acontecia na área Madre Deus/São Pantaleão. Em todos estes anos, a Confraria tem cinco discos lançados.

Homenagem

Durante o Bloco da Imprensa, será realizada uma homenagem póstuma ao repórter fotográfico Francisco Campos, que faleceu no final de 2017, um dos entusiastas do cordão da Imprensa.

Baile da imprensa

E como aconteceu em 2017, mais uma vez haverá o tradicional Baile da Imprensa, que vai rolar no dia 02 de fevereiro, sexta-feira magra de carnaval, na Casa do Maranhão, com entrada para os profissionais da imprensa e convidados, que só terão acesso com pulseiras.

Carnaval de Todos 2018 terá programação diversificada valorizando a cultura maranhense

A programação do Carnaval de Todos 2018 vai garantir cinco dias de festa em vários pontos de São Luís. Realizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), em parceria com a Prefeitura de São Luís e apoio cultural do Grupo Mateus, a festa foi planejada para proporcionar a participação de toda a família com muita diversão e segurança.  A abertura dos circuitos oficiais, em Fevereiro, acontece na sexta-feira (9), a partir das 18h. Nos demais dias a programação tem início às 16h.

“Fizemos um planejamento para garantir que a festa ocorra com segurança e tranquilidade para a população”, afirmou o Secretário de Estado de Cultura e Turismo, Diego Galdino. Ele informou os serviços de segurança terá o reforço de policiais, apoio da Prefeitura de São Luís, por meio da Guarda Municipal, Blitz Urbana e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Saiba mais:

O circuito Madre Deus terá cinco dias de folia a começar pela sexta-feira com o que há de mais tradicional no carnaval maranhense, com destaque para os blocos organizados, tambor de crioula e shows de artistas locais.

Para a programação do segundo dia de festa oficial do Governo do Estado, o Ceprama será palco do baile dos alternativos com a participação dos Blocos Confraria do Copo, Jegue Folia, O Bloco do Reggae, Sem limite, Bloco 24×48, Bloco Samba di Rua e Bloco do Jacaré.

Também no sábado, a Praça da Lagoa e o APA do Itapiracó terão uma programação voltada para a criançada com brincadeiras e atrações infantis que foram pensadas para a toda família.

O Bailinho Infantil, que será realizado no Espigão Costeiro, promete esquentar a tarde do domingo (11), com apresentações culturais e muita folia para a criançada curtir o Carnaval de Todos com segurança e comodidade.

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) e o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMA) estarão presentes para garantir a segurança dos brincantes. Contando com um ambiente agradável e seguro, o Espigão é uma opção para a garotada extravasar e brincar o Carnaval.

O Circuito da Beira-Mar terá início no domingo e segue a até terça–feira 13, com blocos alternativos comandados por artistas locais. A concentração dos Blocos de Trio e jardineiras será na a Praça Maria Aragão com chegada à Praça Manuel Beckman, próximo ao Viva Beira-Mar.

“O circuito dos blocos alternativos na Beira-Mar foi um sucesso ano passado e, este ano vamos fazer um circuito ainda melhor. Os blocos terão participações especiais de artistas nacionais, mas quem fica com o comando dos blocos são artistas maranhenses. Assim, garantimos a valorização dos nossos artistas e da nossa Cultura”, explicou Diego Galdino.

Durante os dias de folia, os Blocos Afros irão abrir o circuito às 16h com um Banho de Axé, logo em seguida, os Blocos alternativos continuarão a festa fazendo a alegria do folião. No domingo (11), o “Bloco do Lamparina” faz a abertura do circuito com o grupo Lamparina, Gaby Amarantos, Pinduca e Manobloco, comandado pelo cantor maranhense Mano Borges. Na Segunda-feira (12), é a vez do “Bloco Bota pra Moer” dá início a programação do Circuito Beira-Mar, com Criolina, Elza Soares e outros convidados.

E para encerrar a festa, na terça-feira (13), a folia começa com o “Bloco Bittencá e Acolá”, que promete colocar todo mundo para dançar com Flávia Bittencourt, Maria Gadú e Bicho Terra. Neste dia, o circuito será fechado pelo “Bloco Samba, Carnaval e Argumento” encerra o circuito Beira mar com o grupo Argumento, Péricles e Fundo de Quintal.

O Carnaval de Todos 2018 irá acontecer em vários pontos turísticos da cidade, como os foliões nas ruas, brincando ao som das mais consagradas bandas de carnaval de São Luís. “A proposta é valorizar a tradição, privilegiando ritmos e atrações típicas do Carnaval maranhense. Teremos dias de muita festa, idealizada com base no que já há de melhor na cidade neste período ao longo dos anos, mas, trazendo, também, algumas novidades”, disse Diego Galdino.

“Poucos governadores podem brincar carnaval no meio do povo sem precisar se esconder”, diz Weverton sobre Flávio

Durante o discurso do deputado federal Rubens Pereira Jr (PC do B-MA), em sessão plenária realizada nesta terça-feira (7) na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre os avanços obtidos pela gestão Flávio Dino em pouco mais de dois anos à frente do governo do Maranhão, outro maranhense, o deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA), fez um aparte à fala de Rubens Jr para endossar as pontuações do parlamentar sobre a administração responsável e coerente com a qual Flávio Dino vem governando o Maranhão, apesar da acentuada recessão que outros estados tem amargado nos últimos tempos.

Weverton destacou a boa aceitação popular de Flávio Dino entre os maranhenses, mesmo em um cenário nacional em que os políticos brasileiros não são vistos com credibilidade pela população. O deputado Weverton Rocha citou como exemplo a participação do governador do Maranhão no carnaval de rua de São Luís, capital do estado, em meio à população.

“Nesse momento difícil são poucos governadores que fazem o que o Flávio Dino fez, por exemplo, no carnaval, poder brincar bloco na rua no meio da população sem precisar se esconder”, destacou o parlamentar.

Pagamento dos servidores em dia

Weverton também a boa gestão orçamentária do governo do Maranhão, que em meio à crise e ao contrário de estados mais ricos, como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul, vem conseguindo pagar em dia o salário dos servidores estaduais, além de manter uma agenda contínua de investimentos no estado.

“O Brasil vive o pior momento de sua história, basta ler os jornais e ligar a televisão. Estados ricos como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul estão negociando para pagar a folha de pagamento do mês de novembro, outros estão discutindo o pagamento do décimo terceiro salário, e o governo do Maranhão não só está pagando em dia, como não tem um canto do estado que não tenha alguma ação concreta efetiva”, ressaltou.

Ele reconhece que há muito a coisa a ser feita no estado e nem tudo está resolvido, mas acredita que a gestão Flávio Dino vem mostrando compromisso para enfrentar as adversidades em tempos de crise política e financeira.

“Tá tudo resolvido? Claro que não! O que estamos dizendo é que existe governo para discutir e enfrentar os problemas, e é isso que a gente reconhece no governador Flávio Dino”, finalizou.

Nesse momento difícil são poucos governadores que fazem o que o Flávio Dino fez, por exemplo, no carnaval, poder brincar bloco na rua no meio da população sem precisar se esconder.

Começa em Ribamar neste sábado o maior e mais antigo carnaval fora de época do país

O município de São José de Ribamar, distante 26km da capital maranhense está em contagem regressiva para a realização da 71ª edição do Lava Pratos que acontece neste sábado (04) e domingo (05), na orla marítima ribamarense. O evento que já se tornou tradicional, também é considerado o mais antigo do país e atrai mais de 100 mil pessoas.

Para esta edição muitas novidades estão sendo preparadas, sobretudo atrações e um grande esquema de segurança, o que para o prefeito Luis Fernando, é essencial para o bom andamento e sucesso do evento.

“Teremos dois dias de festas com diversão e, sobretudo segurança. As famílias e os foliões poderão se divertir e concluir as festas carnavalescas de forma saudável e da melhor forma possível”, garantiu o prefeito que também anunciou a inclusão de novas atrações durante o Lava Pratos.

Além das dez atrações que compõe a programação oficial, uma parceria com o Governo do Maranhão vai garantir também a apresentação de 21 agremiações de São Luís, entre escolas de samba e blocos tradicionais.

Além do reforço nas atrações culturais, a 71ª edição do Lava Pratos também vai contar com um grande esquema de segurança. De acordo com o secretário municipal de transporte coletivo, trânsito e defesa social (SEMTRANS), Coronel Araújo, mais de 700 homens, entre guardas municipais e policiais militares atuam na segurança durante o fim de semana do evento.

“Todo o contingente policial além de segurança privada, participam do esquema de segurança em toda a área do Lava Pratos. Também contaremos com apoio de policiais do 13°BPM e CPRV, nas fiscalizações com barreira fixa permanente durante a realização do evento”, detalhou o coronel destacando também a presença da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros em terra e no mar com botes de salvamento e Defesa Civil.

Postos de atendimento da saúde, hospitais e ambulâncias do SAMU estarão de plantão além de profissionais da saúde atuarão na distribuição de preservativos e campanhas educativas de prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis.

Programação

No sábado (04), o agito tem início às 21h, com os shows do grupo N’Gandaya; banda Da 1 Rollé; e banda Energia.

No domingo (05), a programação tem início mais cedo, às 13h30, com Samba de Boa; Leiliane Frazão e Banda; Banda Regional Fenix; MC Afonso Twister; Bicho Terra, Pepê Júnior, Gargamel e Os Smurfes além de 21 agremiações entre escolas e blocos tradicionais.

A programação completa do Lava Pratos 2017, está disponível no www.sjr.ma.gov.br/carnaval.

A reinvenção do Carnaval de São Luís

Não sei se os organizadores do Carnaval de Todos, quando decidiram apoiar o Bloco do Baleiro, tinham a consciência do impacto que ele teria na cena cultural maranhense. Abriu-se a partir desta Terça Gorda de 2017 uma avenida para reconstrução do Carnaval ludovicense. Garanto que se ano que vem tivermos três dias de Bloco do Baleiro, uma grande parcela da população não viajará para o interior no carnaval.

Temos de assumir primeiramente que nossa tradição carnavalesca sempre andou ali meio encabulada, à sombra da festa maior de nosso estado, o São João.

Mas o que se viu na Beira Mar este ano dá esperanças de arquitetação de um Carnaval genuinamente maranhense.

Primeiro, porque em plena crise que assola o país, o Centro da cidade foi tomado por foliões dispostos a comemorar.

Segundo porque a atração em pauta já é velha conhecida dos maranhenses. Nenhuma atração inédita importada de outros estados, como já se tentou há outros Carnavais. Nem bem carnavalesca a atração era.

Mas eis que o encontro de Zeca Baleiro com a praça gerou uma explosão inédita de gente por todo canto de nosso Centro.

Recife construiu a exploração turística do Carnaval com um modelo parecido, levando consagrados artistas pernambucanos às ruas, para shows gratuitos. O resultado é que conseguiu em pouco mais de 20 anos, construir um espaço no roteiros de Carnavais do Brasil entre as super consolidadas Rio e Salvador. Que São Luís saiba, a seu modo e a seu tempo, também construir seu espaço.

Carnaval em São Luís propicia economia criativa

Vendas na folia garantem renda extra às famílias

Não é novidade para ninguém que em épocas de folia o comércio informal atende a uma demanda de vendas fortuitas ao longo dos dias oficiais de carnaval. Seja a água para saciar a sede, seja adereços de última hora para incrementar a fantasia, a certeza para o folião é a de que ele terá algo para comprar no período de festas.

Vendedores ambulantes experientes, jovens empreendedores e muita determinação, assim foram sendo os dias de vendas do ‘Carnaval de Todos 2017’. Nos circuitos de carnaval espalhados pela capital maranhense encontramos o exemplo de Thiago Beckman, 36 anos, ele afirma que há 5 anos vende bebidas e comidas para frequentadores do circuito Madre Deus e que esse trabalho rende uma quantia significativa para ele.

“Eu trabalho e me divirto. Acredito que nesta época dê para garantir um valor interessante para o restante do ano. Sou morador do bairro da Madre Deus e isso me ajuda na relação de venda com as pessoas, porque sempre posso reestabelecer meu estoque de maneira fácil”, afirma.

Outro exemplo encontrado, mas desta vez no circuito Beira-mar, foi o casal de jovens empreendedores João Urubatan e Lidya Lima. Juntos, eles venderam cerveja artesanal numa espécie de recipiente a qual chamam de “Beer Truck” (algo como “caminhão de cerveja”, em tradução livre).

O jovem casal colocou o empreendimento na rua, junto aos blocos de trio e eles fizeram bastante sucesso no circuito, as vendas só foram crescendo ao longo dos dias de folia, afirma João. “Quando começamos nós acreditamos na ideia e percebemos que tínhamos uma gama de clientes que estavam à espera de um serviço novo, como este e que os atendesse da melhor forma possível, sobretudo em espaços mais abertos como este”, finaliza.

Os circuitos chamam atenção dos foliões e estes acabam pagando por serviços dos mais variados. Serviços que vão das vendas de comidas a produtos de alegoria de fantasia de carnaval. E, se não fosse os dias de folia, certamente não teriam retorno em seus investimentos e na obtenção de renda extra para auxiliar no dia a dia em suas casas.

Bancos reabrem nesta Quarta de Cinzas às 12h

Depois de fechados durante o feriadão de Carnaval, as agências bancárias reabrem nesta quarta-feira (1º) às 12h. A orientação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban)  é para que a população utilize os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas no período em que as agências estão fechadas.

De qualquer forma, as contas de consumo como água, energia e telefone e carnês que tiverem os dias 27 ou 28 de fevereiro como data de vencimento poderão ser pagas sem acréscimo nesta quarta‐feira de Cinzas.

Luís Fernando participa da folia de bairros em São José de Ribamar

Alegria, diversão e muita irreverência com direito a explorar fantasias, marcaram a abertura oficial do carnaval de São José de Ribamar. O prefeito ribamarense, Luis Fernando, que esteve acompanhado do vice, Eudes Sampaio, do secretário de Turismo, Esporte, Cultura e Lazer, SEMTUR, Edson Calixto, abriu oficialmente a folia momesca visitando os circuitos oficiais montados em vários pontos da cidade.

Neste domingo, (26), Luis Fernando visitou a área da Matinha. No local, ele e a comitiva, foram recebidos por uma verdadeira multidão, que esteve embalada por marchinhas que colocaram os integrantes dos blocos organizados pra dançar.

A foliã Vanessa Dias disse ser impossível não se contagiar com o carnaval, “Essa é uma festa única e a população precisa prestigiar, principalmente aqui em São José de Ribamar que já tem tradição”, chamou a atenção, a estudante que veio do município de Timbiras pra pular carnaval.

Já o prefeito, Luis Fernando, afirmou que a festa é do povo e por isso programada com respeito e responsabilidade para atender a todos os públicos.

“Apesar de recebermos um município totalmente sucateado, não vamos permitir que áreas tão importantes como a cultura de um povo sejam atingidas. Desde a antecipação da primeira parcela do pagamento dos cachês das brincadeiras até mesmo a programação cultural, de segurança, atendimento, saúde, e limpeza pública, foram pensados obedecendo às orientações da Promotoria Pública que disciplina o carnaval”, detalhou o prefeito enaltecendo o trabalho conjunto para a realização do carnaval 2017.

O prefeito Luis Fernando ainda visitou os circuitos das Vilas e Parque Vitória. No total mais de 120 agremiações (blocos organizados, escolas de samba, blocos afro, bandas, artistas locais, dentre outros), começam a se apresentar nos oito circuitos oficiais montados nas áreas da Sede e Vilas, Parque Vitória, Matinha, Mata Grande, Vila Sarney Filho, Turiúba, e Nova Terra.

Em cada um dos espaços foi montada uma força tarefa para a limpeza pública dos locais e garantir que os foliões tenham conforto na hora de cair na folia. O secretário Edson Calixto afirmou que a medida segue até o ultimo dia oficial do carnaval.

“Com o carnaval é natural que a demanda de visitantes aumente e com isso o lixo também. Portanto para garantir a ordem e limpeza, além de ações de conscientização, foi montada uma estratégia especial de limpeza para garantir a ordem nos circuitos oficiais”, reiterou.

Para garantir a segurança, o plano de ação integrada envolvendo a Polícia Militar, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros, colocou nas ruas mais de 500 homens distribuídos em todos os circuitos durante a festa momesca além de demais localidades do município.  

Nesta segunda-feira (27), Luis Fernando visitou os circuitos, Caras e Bocas no Viva Mata além do Circuito Vila Sarney Filho.

Dia de abertura da programação oficial da Passarela do Samba

Começa nesta sexta-feira (24), a programação da Passarela do Samba. Será uma grande festa e a expectativa é que 250 mil foliões prestigiem os cinco dias de desfiles e apresentações no sambódromo que compõe a programação do ‘Carnaval de Todos’, uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís. O encerramento promete muita alegria com o Baile Popular animado pelo Blocão do Bicho e outras atrações locais.

A abertura será feita a entrega da chave da cidade à Corte Momesca. O ‘Carnaval de Todos’, este ano vem com uma vertente solidária. O folião que for prestigiar os desfiles na Passarela do Samba deve levar um quilo de alimento não perecível que deverá ser torcado pelo ingresso na bilheteria, que estará aberta a partir das 15h. O fruto da arrecadação será doado para Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

“Esta é uma parceria que firmamos com a Apae para doação de alimentos, toda a arrecadação será destinada para esta entidade. Além disso, a Corte de Momo está com uma agenda social para visitar diversas instituições, ONGs, hospitais, escolas, bibliotecas e associações. Queremos percorrer o maior número de espaços de folia da cidade e levar cultura a cada ponto de São Luís”, ressaltou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

Na noite de sexta-feira (24), passarão pela avenida os blocos tradicionais do grupo B. Boêmio do Ritmo, Apae, Gaviões do Ritmo, Renovação do Ritmo, Alegria do Ritmo, Kambalacho do Ritmo, Os Diplomáticos, Fênix, Os Baratas, Os Inacreditáveis, Príncipe da Meia Noite, Os Vingadores, Os Tradicionais do Ritmo, Os Curingas, Os Guerreiros do Ritmo, Dragões da Liberdade e Companhia do Ritmo se apresentam na primeira noite da programação.

Mais de 85 atrações entre blocos tradicionais, turmas de samba, blocos organizados, escolas de samba, alegorias de rua, tribos de índio e blocos afros desfilarão este ano, além do show de encerramento. Todos os dias, a programação inicia às 18h com apresentação de grupos de tambor de crioula no entorno da passarela. A apuração do Concurso acontece no Cine Teatro da Cidade, dia 1º de março, quarta-feira de Cinzas, a partir das 15h.

O evento é promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado em parceria com a Liga das Escolas de Samba do Maranhão (LIESMA), Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC) e Academia de Blocos Tradicionais do Maranhão (ABTEMA).

A Passarela conta com 200 metros de pista, 22 camarotes (20 pessoas cada), espaço institucional com capacidade para 140 pessoas, 27 cabines de jurados, 500 lugares no espaço de acessibilidade, capacidade para 3 mil foliões nas arquibancadas, 100 banheiros ecológicos e cinco barracas de comercialização de produtos. Este ano, uma novidade é o Espaço Folia, que fica próximo à pista e tem capacidade para 1.200 pessoas por dia.

As arquibancadas passaram por adequações na estrutura, contando com duas saídas de emergência, com orientação do corpo bombeiros. A infraestrutura conta também com Segurança privada, Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Limpeza, Trânsito e Transporte, Serviços de Saúde (prevenção, atendimento e urgência).

Serão comercializados 18 camarotes, cada um com capacidade para 20 pessoas, para os interessados em acompanhar os desfiles e concurso em espaço reservado. Cada camarote está sendo comercializado na Galeria Trapiche das 8h às 12h.

CARNAVAL DA PASSARELA DO SAMBA 2017 – PROGRAMAÇÃO
DIA 24/02– SEXTA-FEIRA
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo B
Boêmio do Ritmo
APAE
Gaviões do Ritmo
Renovação do Ritmo
Alegria do Ritmo
Kambalacho do Ritmo
Os Diplomáticos
Fênix
Os Baratas
Os Inacreditáveis
Príncipe da Meia Noite
Os Vingadores
Os Tradicionais do Ritmo
Os Curingas
Os Guerreiros do Ritmo
Dragões da Liberdade
Companhia do Ritmo
DIA 25/02– SÁBADO
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo A
Vinagreira Show
Os Vigaristas
Os Guardiões
Os Trapalhões
Os Brasinhas
Os Vampiros
Reis da Liberdade
Príncipe de Roma
Os Foliões
Originais do Ritmo
Os Gladiadores
Os Especialistas do Ritmo
Os Feras
Os Tropicais do Ritmo
Os Tremendões
Os Apaixonados

DIA 26/02 – DOMINGO
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile das Turmas de Samba
Ritmistas de São José de Ribamar
Ritmistas da Madre Deus
Vinagreira do Samba
Fuzileiros da Fuzarca
Desfile dos Blocos Organizados
Unidos do Porto Grande
Os Cobras das Estrelas
Beatos do Samba
Os Liberais
Mocidade de Fátima
Desfile das Escolas de Samba
Unidos de Ribamar
Unidos de Fátima
Terrestre do Samba
Império Serrano
Turma de Mangueira
Favela do Samba

DIA 27/02 – SEGUNDA-FEIRA
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile de Alegorias de Rua (Tijupá, Casinha da Roça, Tapera e o Corso das Virgens)
Desfile dos Blocos Organizados
Os Gorjeadores
Pau Brasil
Kanto Kente
Turma do Saco
Vila Izabel
Dragões da Madre Deus
Desfile das Escolas de Samba
Mocidade Independente da Ilha
Túnel do Sacavém
Flor do Samba
Marambaia
Turma do Quinto

DIA 28/02– TERÇA-FEIRA
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile das Tribos de Índios
Upaon Açu
Tupinambás do Anjo da Guarda
Guajajaras
Curumim
Carajás
Sioux
Kamayura
Tupinambás do Iguaiba
Itapoan
Tupiniquins
Tapiaca-Uhu
Guarani
Desfile dos Blocos Afros
Gdam
Didara
Neto de Nanã
Akomabu
Juremê
Aruanda
Abiê-Mayo
Omnirá
Abibimã
Officina Affro

ENCERRAMENTO – Baile Popular, animado pelo Blocão do Bicho e shows locais.

Depois de decretar emergência, Luciano Genésio gastará R$ 1,2 milhão com carnaval

Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio

A primeira ação do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), foi decretar Estado de Emergência na Saúde, alegando ter encontrado um caos nas unidades do município. Com o Estado decretado, Genésio pode contratar sem licitação de aquisição de bens necessários às atividades de resposta à situação de emergência nas searas de atendimento, internação, cirurgias, exames, locomoção, insumos, aquisição de combustível para veículos da Secretaria de Saúde, manutenção, medicamentos e reparos e reformas no âmbito da saúde municipal. O decreto valeu por 30 dias durante o mês de janeiro.

Ainda assim, o prefeito irá bancar o carnaval da cidade. Luciano contratou através do Processo nº 007/2017 a empresa V. Mendonça da Silva – ME para organização e realização do Carnaval de 2017 na Praça José Sarney. A empresa responsável pelas contratações de atrações, estruturas para apresentações artísticas, camarote, sonorização, iluminação, locação de geradores, disciplinamento, serviço de segurança e banheiros químicos irá faturar R$ 1.285.600,00 em um contrato de três meses

Claro que o carnaval de Pinheiro é um dos mais tradicionais. Mas se o município está passando por dificuldades, certamente seria possível um contrato mais barato por um menor período de vigência.