Edivaldo assina ordem de serviço para obra de infraestrutura na Vila Isabel

O prefeito Edivaldo assinou, na noite desta quarta-feira (7), a ordem de serviço para a execução das obras para construção da ponte da Rua do Comércio, na Vila Isabel. Esperada há 40 anos pelos moradores da região, o anúncio da obra foi realizado pelo gestor municipal durante reunião com a comunidade. Os serviços foram iniciados na quinta-feira (8). A obra integra o conjunto de investimentos que vem sendo realizado pelo poder público municipal na região.

“Reconheço a importância dessa obra para os moradores da Vila Isabel. Estamos aqui para dar continuidade ao trabalho que foi iniciado há cinco anos e, para nós, é uma realização ver a execução e a conclusão dessas obras todas no bairro. Com as obras iniciadas, se concretiza a construção da ponte. É o poder público avançando e cumprindo com as promessas realizadas durante a campanha”, disse o prefeito Edivaldo que estava acompanhado do vice-prefeito, Julio Pinheiro, de secretários municipais e do pai, o deputado Estadual Edivaldo Holanda.

Ao lado do prefeito Edivaldo, o deputado estadual Edivaldo Holanda acompanhou o anúncio e a assinatura da ordem de serviço. “As pessoas sabem e reconhecem a importância do que vem sendo realizado na região. Há um grande avanço por parte de uma gestão que recebeu a cidade deteriorada, com poucos recursos e mais de um milhão de habitantes. As necessidades são quase inesgotáveis, mas há um empenho generalizado para a execução das melhorias”, pontuou o deputado que tem defendido os interesses da população da região e se reunido constantemente com a comunidade.

O vice-prefeito Julio Pinheiro lembrou dos investimentos que a Prefeitura vem realizando na região Itaqui-Bacanga. “Estamos lutando para fazer dessa cidade um lugar cada vez melhor. Além da Vila Isabel, realizamos grandes obras em bairros como Gancharia e Residencial Paraíso, que foi completamente urbanizado. Hoje, a região Itaqui-Bacanga conta com uma presença forte do poder público. Parabenizo o prefeito por honrar esse compromisso que fez com a população, em especial com os moradores do bairro Vila Isabel”, enfatizou.

OBRA

Na Rua do Comércio serão construídos nove metros de ponte de concreto e aço, com cinco metros de largura e 1,05 metros de passagem de pedestre, que também favorecerá a acessibilidade, permitindo o trânsito de pessoas com deficiência. Além da construção da nova ponte, os serviços incluem a limpeza do canal e a remoção do que restou da ponte antiga.

A obra está sendo executada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh). O secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Mádison Leonardo Andrade, destacou o esforço da Prefeitura para a execução da obra. “Temos avançado em muitas obras na Vila Isabel. A demanda é grande e os recursos limitados, mas essa é uma operação urbana vista como prioridade pela gestão do Prefeito Edivaldo. Conseguimos hoje, com empenho, estar aqui ao lado da comunidade cumprindo uma promessa da gestão do prefeito Edivaldo”, ressaltou o titular da Semurh.

Para os moradores a obra é significativa. “Como morador e representante da comunidade, estou muito feliz por ser testemunha desta grande obra que será realizada. O prefeito Edivaldo foi sensível às nossas condições e tem resolvido 100% dos problemas estruturais da Vila Isabel. Em nome da comunidade, agradeço ao prefeito e a sua equipe técnica pelo empenho”, disse o presidente da associação de moradores da Vila Isabel, Michael Jackson Sousa.

Para Iraneide Furtado, moradora da Rua do Comércio essa é uma conquista muito grande para a comunidade. “Moro perto da ponte e confirmo a luta da comunidade por essa obra. Os moradores da Rua do Comercio só têm a agradecer ao prefeito Edivaldo e a sua gestão que tanto tem ajudado os moradores dessa região. Estamos muito felizes com esse anúncio”, disse a moradora da Vila Isabel.

Também prestigiaram o anúncio do início das obras na Vila Isabel o vereador Raimundo Penha, os secretários Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos) e Fatima Ribeiro (Segurança Alimentar), além de líderes comunitários da região Itaqui-Bacanga.

Em reunião com Othelino, Edivaldo garante melhorias para o bairro João de Deus e adjacências

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu-se, nesta quinta-feira (1º), com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), para tratar de assuntos de interesse de diversas comunidades da capital. Acompanhado da vereadora Fátima Araújo, o parlamentar pediu o apoio do pedetista para que sejam atendidos os pleitos da população.

A pavimentação e o recapeamento de ruas do bairro João de Deus e adjacências estiveram entre os itens principais da pauta. O presidente Othelino Neto disse que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior já garantiu a execução das obras, que devem ser iniciadas a partir do mês de março deste ano.

“Quero agradecer a gentileza habitual do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que nos recebeu prontamente. Aqui tratamos de assuntos de interesses de diversas comunidades. A vereadora Fátima Araújo pediu urgência ao prefeito, que já tem trabalho nos bairros onde ela atua. Ele garantiu que vai fazer essas ações, a começar pelo João de Deus e, em seguida, nas outras comunidades”, afirmou.

Othelino Neto também destacou a importância dessas parcerias para que sejam garantidos benefícios às comunidades de São Luís. “O importante é que, dessas parcerias, com ações da Prefeitura, os pedidos da vereadora Fátima, que inclusive já disponibilizou parte de suas emendas, e eu também, que ajudarei com emendas parlamentares minhas, nós vamos levar esses benefícios para as comunidades de São Luís”, completou.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior ressaltou que o presidente Othelino Neto tem dado um olhar especial para São Luís e que essas parcerias só têm a beneficiar a população. Ele assegurou que os pleitos serão atendidos.

“É com muita alegria que recebo a visita do nosso presidente da Assembleia, deputado Othelino, trazendo a vereadora Fátima para poder tratar de assuntos de São Luís. O deputado tem tido um olhar especial para a cidade de São Luís e, nesta parceria, ao lado da vereadora Fátima, trazendo pleitos de algumas comunidades e, claro, serão atendidos. Nós iremos, durante todo o ano, fazer as obras necessárias para atender às demandas que eles trouxeram”, assinalou.

A vereadora Fátima Araújo agradeceu o apoio do deputado Othelino Neto e a atenção dada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior aos seis bairros onde ela atua. Ela contou que essa não é a primeira vez que o deputado Othelino intervém em benefício das comunidades.

“O nosso prefeito nos garantiu que, a partir do mês de março, estará dando início às obras nas comunidades do João de Deus, Pirapora, Vila Lobão, Residencial João Alberto e, também, Vila Conceição/João de Deus. Agradeço também ao deputado Othelino, que é um parceiro de luta. Já tivemos uma conversa anteriormente e ele viabilizou, junto à Prefeitura, a Operação Tapa-Buracos para a Vila Conceição/João de Deus e eu só tenho a agradecer”, finalizou.

Edivaldo entrega mais duas escolas totalmente reformadas

Edivaldo Holanda Júnior (PDT) iniciou agosto entregando, nesta segunda-feira (7), mais duas escolas requalificadas e reestruturadas. Registra com a ação avanços na execução do programa Educar Mais, uma estratégia de impulsionar a elevação dos índices educacionais de São Luís. As inaugurações integram o calendário de comemorações de aniversário de 405 anos de fundação de São Luís que a Prefeitura antecipa celebrando a data com entrega de obras importantes para as comunidades.

A entrega das unidades de ensino da rede municipal de ensino totalmente climatizadas, cumpre o cronograma do programa que avança com passos firmes na reestruturação da rede, compromisso assumido pelo prefeito em seu programa de governo. As unidades de ensino Hortência Pinho, no bairro Coqueiro, e São José de Itapera, no Itapera, passaram por amplos serviços de reforma e ampliação de áreas de atendimento aos alunos e professores.

No calendário de inaugurações da Prefeitura está previsto para ser entregue ainda em agosto mais 25 escolas requalificadas e reestruturadas. A meta da gestão é atingir 50% da rede ainda neste primeiro ano de gestão do segundo mandato do prefeito. São Luís está entre as poucas capitais do país onde se tem conseguido fazer investimento na educação e melhoria da infraestrutura da rede de ensino.

Na entrega das duas escolas, Edivaldo Holanda Júnior citou os graves efeitos da crise política, financeira e econômica que atinge a administração pública. Nos meses de junho e julho, por exemplo, houve queda próximo a 40% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), transferência constitucional da União a unidades federativas que contribui para que as prefeituras façam seus investimentos em setores essenciais.

Edivaldo mostra que continua com popularidade alta

Estive neste domingo (2) na Feirinha do Centro de São Luís. Aliás, o evento já está sacramentado como ponto alto de Centro Histórico de São Luís aos finais de semana, dando a vida que a região tanto precisava. Agora, turistas de todas as partes do mundo podem passar um final de semana no epicentro do turismo da cidade podendo desfrutar de nossas duas maiores forças de atração: gastronomia e manifestações culturais.

Mas em se tratando de política, observei como o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, era tratado por populares ao se deslocar entre as barracas e transeuntes com seu tradicional abraço e sorriso quase hipnótico. E sempre que se aproxima de alguém parece o mesmo da campanha eleitoral de 2012, quando ainda não possuía o passivo de quatro anos e meio à frente da gestão de uma cidade cheia de problemas.

Mas quando Edivaldo caminhava entre pessoas das mais diferentes classes sociais e sem nenhum compromisso com a prefeitura e a resposta era quase sempre igual: um  carinho sincero. Um carinho tão impressionante que não condiz com o número expressivo de ludovicenses que disseram não a ele em 2016 preferindo votar em qualquer desconhecido do que no atual gestor, justamente por esta associação rápida: problemas estruturais da cidade = prefeitura. E não foram poucos. 46,06% dos eleitores preferiram um candidato que só ouviram falar que existia à véspera do primeiro turno das eleições.

Tivemos em 2017 um período chuvoso dos mais rigorosos, mas que já está chegando ao fim. E com ele, os já conhecidos problemas estruturais da cidade se avivam a todos os olhares e, logicamente, causa muito incômodo levando a mente de todos a imagem do prefeito como o principal causador de suas angústias. E mesmo com todos os problemas que São Luís apresenta e nenhum gestor pode resolver em médio prazo, esta revolta continua sem se traduzir em rejeição ao prefeito nas ruas.

Edivaldo tem um capital poderoso da atração pessoal, que conhecemos como carisma, associado a imagem de probidade. Não à toa que os marqueteiros dos seus adversários na eleição orientaram os candidatos a não tentar colar a imagem de corrupto em Edivaldo, pois era inútil.

A cidade tem problemas históricos, graves e estruturais que certamente são da responsabilidade de quem está na gestão, mesmo sabendo que não é possível resolver tudo nem a médio prazo. E é claro, que não espero que as pessoas entendam. Todos têm direito de cobrar as soluções para os problemas que as afligem. Mas a vantagem de Edivaldo e que dificilmente outro gestor teria é a boa vontade da população pelo seu carisma, presença e imagem proba (hoje um requisito raro em político com mandato). Isto dá mais tranquilidade para enfrentar os problemas da cidade. Assim, outras ações como o resgate do Centro Histórico, Intervenções que mudaram o trânsito, ônibus com ar condicionado, entre outras, também podem ser lembradas para além do buraco que apareceu na porta de casa quando se pensar em prefeitura.

Edivaldo mantém agenda intensa visando melhora da atividade econômica

Embora a oposição tente vender a qualquer custo a ideia de que o prefeito de São Luís não trabalha, inclusive com o deputado Eduardo Braide mentindo ao afirmar que o prefeito não estaria comparecendo ao Palácio de La Ravardiére, o chefe do executivo municipal tem mantido agenda intensa com foco em outras frentes, uma vez que é desperdício de dinheiro público colocar asfalto na cidade com as fortes chuvas que caem. E em meio à crise, ações que ajudam a impulsionar a economia ludovicense.

Na última sexta-feira (28), dia de greve geral, Edivaldo estava assinando acordo de cooperação com o Sebrae para desenvolvimento da agricultura na zona rural de São Luís. As capacitações oferecidas ao produtor familiar e pequeno produtor serão na área de atendimento ao cliente, boas práticas na manipulação de alimentos, manejo sustentável de resíduos sólidos entre outros serviços.

Já no sábado (29), entregou caminhão para o transporte de frutas e hortaliças, além de anunciar reforma do centro de comercialização de polpa, que está sendo feito em parceria com o governo do estado. Edivaldo também visitou às obras em fase final da escola familiar rural. Em 15 anos de existência, esta é a primeira vez que a unidade é contemplada com reforma geral.

São ações estratégicas para fortalecimento da agricultura familiar, desenvolvimento do campo para gerar renda e movimento da economia.

Flávio e Edivaldo na Câmara: Plano Diretor, prolongamento da Litorânea e Mais Asfalto na pauta

Pela primeira vez na história a Câmara Municipal de São Luís recebe para discutir os problemas da cidade o governador do estado e o prefeito da cidade juntos. E o evento, claro, foi muito prestigiado. Apenas o vereador Sá Marques não esteve presente, pois não está em São Luís. Os demais, até os vereadores de oposição, estiveram no evento.

O governador Flávio Dino enalteceu o diálogo com o parlamento municipal e elencou os principais temas que puderam ser discutidos. “Um debate proveitoso com o vereadores da capital de todos os maranhenses. A Câmara Municipal é o local legítimo dos debates da cidade. O presidente Astro fez este convite e foi muito proveitoso este momento. Eu pude apresentar algumas prioridades atinentes à ilha de São Luís. Tratei do Plano Diretor que é muito importante para a expansão do Porto do Itaqui, anunciei a licitação do prolongamento da Litorânea que vai até o Olho d’Água, tratamos da estruturação da região metropolitana e da continuidade do programa Mais Asfalto. De modo que foi um debate respeitoso sobre as situações que demandam a situação de São Luís. Foi um momento de aprimoramento das ações do nosso governo na cidade de São Luís”, disse o chefe do Executivo estadual.

O prefeito Edivaldo, que neste final de semana participou da Convenção Nacional do PDT com destaca liderança, ratificou esta liderança com o diálogo compartilhado com governo do estado e poder legislativo municipal. “Nesta Casa que iniciei minha vida política. É muito gratificante poder fazer esta conversa com todos os vereadores. Esta visita organizada pelo nosso presidente Astro de Ogum foi muito simbólica. Poder conversar com os vereadores, ouvir o nosso governador que explanou sobre o Porto, sobre o Plano Diretor, discussões importantes sobre a cidade de São Luís que foram tratadas nesta manhã e pudemos estreitar os laços e avançar na discussão para mais ações”.

O presidente Astro de Ogum se mostrou muito satisfeito com o avanço do evento. “Bastante positivo. Os governos estadual e municipal tratando das ações em São Luís na Casa do Povo. A questão do Plano Diretor e todas as questões pertinentes à nossa população”. Na oportunidade, o presidente inaugurou o sistema de votação eletrônica da Câmara Municipal.

O deputado federal Weverton Rocha destacou a unidade entre os poderes e o republicanismo com que as autoridades dialogaram para encontrar as soluções para os problemas da cidade. “É um momento em que todos têm que sentar à mesa. A metropolização é um tema muito importante e a vinda do governador à Câmara simboliza um novo momento de diálogo, em que a gente começa a ver na prática as parcerias que já acontecem e que vão ser mais efetivadas a partir de agora. Estão de parabéns os vereadores, o governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo que estão tendo esta maturidade e isto que São Luís sempre quis ver. Todos sentados à mesa para discutir os problemas e encontrar soluções”.

O vereador Pavão Filho, líder do governo na Câmara, enfatizou o ineditismo do evento, reunindo poderes executivo estadual, executivo municipal e legislativo municipal para que se encontrem soluções para os problemas da capital, que consequentemente, atingem todo estado. “A Câmara Municipal de São Luís vai completar 400 anos em 2019 e pela primeira vez recebe o governador do Estado e o prefeito de São Luís de mãos dadas com os vereadores que representam hoje mais de 1,07 milhão de habitantes. A capital recebe maranhenses de todos os 216 municípios do Maranhão. Não poderia ser diferente essa conjugação de esforços independente de ideologia, de partido. O governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior estão de parabéns”.

Até o vereador Estevâo Aragão, que faz oposição a Flávio e Edivaldo, reconheceu o gesto para aprimoramento da parceria. “É muito simbólica a aproximação do governo do estado com a cidade de São Luís, que é a cidade mais importante do estado. Os vereadores são os políticos que têm o contato direto com a população e é importante que o governador venha sentir de perto as demandas. Esperamos que estes três poderes, executivo estadual, executivo municipal e legislativo municipal conjuguem esforços para a solução para os problemas da cidade”, avaliou.

Edivaldo publica decreto com medidas de austeridade nesta terça-feira (24)

A Prefeitura de São Luís publica nesta terça-feira (24) decreto com uma série de medidas visando cortar gastos com itens de custeio, parte das ações que deverão ajudar a garantir o equilíbrio fiscal das contas do município. A informação foi adiantada pelo próprio prefeito Edivaldo durante participação por telefone no programa Ponto e Vírgula, da Difusora FM.

Entre as medidas que deverão ser tornadas oficiais pelo decreto estão a redução em contratos de aluguéis de imóveis e veículos, a diminuição dos gastos com horas extras, telefone e energia elétrica, bem como a fusão de secretarias e a revisão dos contratos já firmados pela Prefeitura de São Luís. Edivaldo afirmou ainda que um comitê financeiro e orçamentário foi criado especialmente para monitorar o cumprimento das medidas e que o setor estará em planejamento permanente, com o objetivo de garantir a economia e o equilíbrio das contas da prefeitura. A meta é, a partir destas e de outras medidas ainda em planejamento, economizar cerca de R$100 milhões durante todo o ano.

Respondendo a um telefonema feito pela produção do programa Ponto e Vírgula, Edivaldo comentou ainda sobre a frota de transportes de São Luís. A paralisação da manhã desta segunda-feira (23) durou poucas horas e foi motivada por questões trabalhistas entre os rodoviários e os empresários do setor. O prefeito destacou o papel de mediadora da Prefeitura de São Luís, que participou de todas as mesas de negociação; e reforçou que a Prefeitura de São Luís, ante a iminência da paralisação, requereu na Justiça a circulação da frota.

“Agora à noite, nós já temos todo o sistema funcionando de maneira normal e tranquila. É importante lembrar que hoje operamos com um sistema licitado e que 60% da frota foi renovada nos últimos anos, fruto também da licitação do transporte que nós fizemos”, destacou Edivaldo.

SAÚDE

O prefeito respondeu também a perguntas de ouvintes sobre a área de saúde, sobre as obras do Hospital da Criança e da Maternidade da Cidade Operária. De acordo com o prefeito Edivaldo, as obras da maternidade da Cidade Operária precisarão ser relicitadas, uma vez que a empresa vencedora da licitação já afirmou não conseguir mais conduzir o serviço, que é financiado, em sua maior parte, com recursos do governo federal. A decisão de relicitar o serviço segue também alinhamento do governo federal, decidido em reunião do prefeito Edivaldo com o Ministério da Saúde realizada recentemente.

A Prefeitura de São Luís está seguindo, conforme o prefeito Edivaldo, com as obras do novo Hospital da Criança, previstas para serem inauguradas ainda este ano em parceria com o Governo do Estado. “Faz-se necessário um novo hospital para atender São Luís. A unidade que temos é da década de 90. Esperamos poder entregar esta obra ainda este ano, ao lado do governador Flávio Dino”, disse Edivaldo.

Como será a oposição a Edivaldo na Câmara?

Os últimos prefeitos de São Luís tiveram poucos mas ferrenhos opositores no parlamento. No primeiro mandato do prefeito Edivaldo, Fábio Câmara (PMDB) e Rose Sales (PMB) subiram à tribuna constantemente com fortes discursos contra o atual gestor. Marlon Garcia (PTdoB) fez alguma oposição de maneira mais tímida. Câmara e Rose foram candidatos a prefeito e estão fora do Legislativo Municipal. Garcia não conseguiu se reeleger.

Os insatisfeitos com a relação entre vereadores e prefeito no ano passado, ensaiam fazer a oposição a Edivaldo. Os principais nomes que ameaçam fazer oposição são Chaguinhas (PSB), Estêvão Aragão (PPS) e Sá Marques (PHS). Ainda é duvidosa a atuação sistemática de oposição de Chaguinhas e Aragão, já que um dos dois deve liderar a oposição.

Desde o governo Castelo, Chaguinhas sempre foi governo, com arroubos de oposição sempre que contrariado. Resta saber se ele resistirá como oposição constante e se terá discurso (compreensível) para a tarefa. Estêvão utilizou pouco a tribuna no primeiro mandato. Mas desde a eleição promete que irá fazer um carnaval contra a gestão do prefeito Edivaldo.

O vereador Sá Marques (PHS) estava na campanha de Eduardo Braide no segundo turno das eleições de São Luís. Pela ligação de Marques com Wellington do Curso, o caminho natural seria a oposição. Vale aguardar para ver como será a atuação do vereador de primeiro mandato e pouco conhecido como opositor.

Mesmo sendo do partido do pai do prefeito, Edmilson Jansen (PTC) apoiou Eduardo Braide no segundo turno magoado por considerar que o prefeito promoveu outras candidaturas em detrimento da dele na área Itaqui-Bacanga. Mas não deve fazer oposição sistemática.

Pavão Filho será líder do governo Edivaldo na Câmara

Contando com uma bancada composta por quatro vereadores na Câmara Municipal de São Luís, a partir da próxima legislatura, que se inicia no dia 1º de janeiro de 2017, a bancada do PDT, partido ao qual também está filiado o prefeito Edivaldo Holanda Junior, irá comandar a liderança do Executivo no Legislativo Ludovicense.

Conforme anúncio feito na noite da última terça-feira, (13), o líder do prefeito no parlamento será o vereador Pavão Filho, tendo como vice-líder Raimundo Penha. A dupla ficará encarregada de comandar a votação de matérias de interesse do Executivo, bem como fazer sua defesa dos ataques por parte dos adversários. A do líder e vice-líder foi realizada numa reunião entre os vereadores e o prefeito no Palácio de La Ravardière.

O encontro, que também contou com a participação do procurador-geral do município, Marcos Braid; do secretário de Governo, Lula Filho, além do atual vice-líder governista na Câmara Municipal, vereador Osmar Filho. Na ocasião foram traçadas alguma estratégias que a futura liderança irá executar no plenário do Legislativo.

A bancada do PDT conseguiu eleger no pleito de outubro os vereadores Ivaldo Rodrigues, Osmar Filho, Pavão Filho e Raimundo Penha, para a nona (9ª) legislatura entre os trinta e um (31) parlamentares.

Nem o Ibope consegue esconder a liderança de Edivaldo

edivaldo

Até mesmo o Ibope, Instituto que faz o jogo do Clã Sarney e sempre destoa dos demais institutos pode esconder a liderança de Edivaldo Holanda Júnior na corrida eleitoral em São Luís. Mesmo com todos os institutos apontando uma liderança muito mais folgada de Edivaldo, o Ibope deu vantagem apenas de quatro pontos, mas teve que apontar a virada do atual prefeito.

De acordo do instituto a serviço do Clã, Edivaldo lidera com 52% das intenções de votos contra 48% de Eduardo Braide (PMN) na disputa do segundo turno das eleições municipais em São Luís, considerando os votos válidos. Brancos, nulos e indecisos somam 8%. A pesquisa foi realizada nos dias 25 a 27 deste mês e 805 eleitores foram ouvidos. Ela foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo No MA-03448/2016 e tem a margem de erro máxima estimada de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Em comparação com a pesquisa anterior, Edivaldo cresceu seis pontos. Logicamente, o mesmo percentual pra baixo de Braide.