Flávio expôs que crise é para todos Estados; embora efeitos sejam bem menores no Maranhão

Estado quebrado? Flávio anunciou pacotão de obras e serviços para Caxias

O Senador Roberto Rocha e o jornal da família Sarney deturparam de forma escandalosa a fala do governador Flávio Dino durante o anúncio de obras e serviços em Caxias. Eles dizem que o governador “confessou ter falido o Estado” por ter falado em crise econômica durante o ato.

Quanta contradição! Como Flávio teria anunciado que o Maranhão “não tem nenhum centavo” no dia em que ele anuncia convênios com prefeituras (inclusive de adversários políticos), apoio à maternidade, ampliação do Hospital Macrorregional, ambulância, sistema de abastecimento de água, apoio à agricultura familiar, etc. Fora ter implantado Bolsa Escola, programa para estágio, para microempreendedores, CNH de graça para jovens, Mutirões de saúde e tantas outras ações que exigem dispêndio do Estado.

O governador falou em seu discurso da crise que atravessa o país e o Maranhão. Não é segredo para ninguém o efeito cascata que a crise econômica tem feito. O presidente Michel Temer quer rever a meta fiscal e anuncia uma série de medidas impactando diretamente no serviço público federal para conter despesas. E é mais do que lógico que os Estados sofrem com a recessão.

Mas o Maranhão tem sofrido bem menos efeitos por conta de uma série de medidas de redução de despesas. Dinheiro que antes era derramado à rodo, agora é otimizado e o Maranhão vê mais serviços públicos com menos gastos. Os salários dos servidores são sempre adiantados. No Rio de Janeiro, o caos é completo e servidores esperam receber os salários de maio, junho e julho. O 13º salário de 2016 então, nem se sabe quando poderá ser pago.

BNDES

Vez por outra, o Clã Sarney tenta colar no povo maranhense a pegadinha de que o governo Roseana deixou os cofres abarrotados de dinheiro por conta do empréstimo do BNDES.

É bom lembrar que se não fosse pela ação dos deputados de oposição da época – Marcelo Tavares, Othelino Neto, Bira do Pindaré e Rubens Júnior – Roseana teria torrado todo o dinheiro em convênios eleitoreiros – o Fundema. Graças à intervenção dos deputados, a Justiça impediu que este recurso sumisse.

Outra coisa. Os repasses feitos no governo Roseana do BNDES eram limpos. Pegava o dinheiro, mas ainda não se pagava um centavo das prestações do empréstimo. As cobranças começaram justamente em 2015. Ou seja, o governo atual recebeu recursos do BNDES, mas tendo que pagar as parcelas do empréstimo. O que não significa que o recurso seja tão relevante assim para os investimentos do Estado.

 

Lula será recebido por Flávio Dino no Palácio dia 3 de setembro

O ex-presidente Lula estará no Maranhão entre os dias 3 e 4 de setembro como parte da caravana pelo Nordeste. A viagem do ex-presidente pela região começa na próxima semana (17 de agosto) em Salvador-BA, percorrendo os nove estados.

Na capital maranhense, Lula será recebido pelo governador Flávio Dino no Palácio dos Leões dia 3 de setembro onde será oferecido um jantar. O presidente estadual do PT, Augusto Lobato, articulou a agenda entre o governador e o ex-presidente.

O petista também conhecerá o Porto do Itaqui, a Casa Ninar na praia de São Marcos, inaugurada no mês passado e referência no Brasil no tratamento a crianças com problemas neurológicos, e fará um ato público no Centro de São Luís.

Política maranhense em notas

O simbólico encontro de Flávio e Sarney Filho

Não se falou em outra coisa nesta quarta-feira (9). De fato, é uma imagem muito simbólica o governador Flávio Dino ao lado do ministro Sarney Filho. Os dois pareceram muito à vontade nas imagens. O fato mais relevante é o simbolismo de que política é política e gestão é gestão. Foram entregues mil casas para famílias de Coroatá e Sarney Filho estava lá representando o governo federal. Flávio não iria sair por conta da presença ou fazer cara feia em um evento importante para os coroataenses. Na hora da política, cada um para um lado. Na gestão, é possível convivência pacífica.

E por onde andam os Murad?

O Clã Murad, que dominou o município de Coroatá por muitos anos, simplesmente sumiu. Em um dia de grande festa na cidade, nem Ricardo Murad, Tereza ou a deputada Andrea estiveram no município. A vergonha parece ser grande depois de tantos anos de abandono da cidade controlada pela família.

A verdadeira perseguição

Os Sarneys gostam de reafirmar como um mantra que o governador Flávio Dino é perseguidor. O fato de estar ao lado de Sarney Filho, ter recebido Edison Lobão no Palácio dos Leões mostra um tratamento leal e cortês com adversários. Amanhã virá à tona uma bomba que mostra quem realmente persegue adversários políticos de forma implacável.

Modelo que beneficia caciques

Os líderes no Congresso praticamente já fecharam questão para aprovar o modelo de voto Distritão para deputados federais, deputados estaduais e vereadores. Nesta fórmula, os mais votados são os eleitos independente do partido. Assim, é muito mais fácil a reeleição de quem já está no poder. E pior, o modelo tende a ter aceitação da população, que em geral, acha justo que os mais votados sejam eleitos. O problema é a falta de oportunidade para aumentar a representatividade e diversificar as ideologias. No Distritão, o poder econômico e político falará ainda mais alto.

Municípios agora têm limites concretos

O Governo do Estado publicou em Diário Oficial a sanção das três leis que regulamentam os limites territoriais dos quatro municípios da Ilha de São Luís. O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (9), para destacar o marco na história do Maranhão. A questão estava posta há mais de trinta anos, e ninguém conseguia resolver. Presidida pelo socialista, a Comissão de Assuntos Municipais definiu o tema como prioridade para o ano de 2017 e resolveu o problema em menos de seis meses.

Confusão no Senado

A confusão foi feia entre os senadores  Lindbergh Farias (PT-RJ), Sérgio Petecão (PSD-AC) e João Alberto (PMDB-MA) durante sessão da comissão de Ética do Senado para decidir sobre punição para as seis senadoras que protestaram na mesa diretora. Lindbergh protestou duramente com dedo em riste contra o Carcará. Mas interessante na cena também foi a postura de estátua de Roberto Rocha bem ao lado da confusão com os braços cruzados.

Cadê a liderança?

A ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que deverá ser laranja de Roseana Sarney nas eleições de 2018, tenta de todas as formas vender a ideia de é grande liderança e tem cacife para ser candidata a governadora. Mas parece que seu partido não a considera assim. As inserções do Podemos começaram a circular nas emissoras de TV e nem sinal da aparição de Maura. Prestígio zero.

Mario Macieira no governo e mais mudanças para atrair aliados

O Blog apurou que mais secretarias do governo Flávio Dino serão trocadas visando atrair e manter aliados. Secretarias menores e agências estão na mira das mudanças para fechar a base política do governador. Mas um nome com forte penetração na classe jurídica já está praticamente certo no governo: o advogado e ex-presidente da OAB-MA, Mário Macieira.

Ainda não há a confirmação pra qual secretaria Mário irá, mas o petista está no pacote de alterações. Mário é homem de confiança do governador Flávio Dino e fortalece a aliança com o PT no governo.

Duas secretarias pelo menos devem sofrer mudança: a de Esporte e Lazer e a de Cultura e Turismo.

O governador já ofertou espaços para PP, PR e DEM para amarrar a aliança. O PPS também deve ter mais espaço no governo.

 

Gleisi Hoffmann afirma que posição do PT no Maranhão é clara e unitária de apoio a Flávio Dino

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, participa de atividades do partido em São Luís neste sábado (22). Em entrevista coletiva, a presidente do PT falou de diversos assuntos, entre eles o posicionamento do partido no estado. A petista afirmou que o partido está com Flávio Dino.

“Aqui no Maranhão, estamos com uma avaliação política muita clara e unitária. Estamos apoiando o governador Flávio Dino e a possibilidade muito grande de reeditar esta aliança, como é no plano nacional. O Maranhão não está fora deste contexto e vamos trabalhar neste sentido”, afirmou.

Sobre alguma divergência que poderia ocasionar tensão entre os militantes, Gleisi afirmou que as discussões são normais, já que o PT não tem caciques que impõem as posições. “É importante constatar que temos uma unidade política no estado. Todas as correntes têm a mesma visão de onde partido tem que estar no estado. As outras questões de natureza interna é coisa que a gente sempre conversou e temos condição de seguir em frente. Aliás, é uma das características do PT em todo Brasil, nem sempre ter consenso. Não temos caciques que mandam no PT. Temos uma militância que discute ideias”.

Ficou claro apenas que não existe nenhuma possibilidade de reeditar aliança com PMDB no Maranhão e em nenhum estado. “O PMDB fez uma opção. Foi um dos precursores do golpe e um dos timoneiros das reformas contra o povo brasileiro”.

Vaga na chapa

Quando questionada sobre o PT exigir vaga na chapa majoritária do governador Flávio Dino, Gleisi não condicionou o apoio à vaga, mas disse que o assunto ainda seria discutido. “Como partido político sempre nos cabe reivindicar espaço. Nós não discutimos ainda nomes para compor chapa. Vamos discutir entre nós e com nossos companheiros do PCdoB, com o governador Flávio Dino, sempre de maneira muito fraterna e no intuito de melhorar cada vez mais o Estado”.

Boato de Flávio vice de Lula

Sobre o boato de que o PT estaria articulando o nome de Flávio Dino para ser candidato a vice-presidente de Lula, a presidente nacional do PT fez questão de dizer que o governador do Maranhão é uma liderança respeitada em todo o Brasil, mas que no momento, o partido não discute chapa. “Nós não estamos discutindo composição de chapa. Nós estamos discutindo o direito do presidente Lula ser candidato. Qualquer situação de construção de chapa vai ser posterior a isto. Mas temos o maior respeito pelo governador Flávio Dino. É um nome de grande respeitabilidade nacional, inclusive. Tanto que estamos apoiando ele aqui.Mas não tivemos uma conversa neste sentido”, sentenciou.

Gleisi disse que haverá reunião dia 31 de julho com os presidentes estaduais e definir a caravana do presidente Lula pelo Nordeste, passando pelo Maranhão.

Imagem do Dia: Eliziane, Weverton e Flávio Dino

Um encontro muito inusitado aconteceu nesta sexta-feira (7) no Palácio dos Leões que rendeu uma foto que pode ser a chapa do governador Flávio Dino (PCdoB). Flávio ao lado de Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) só sorrisos.

Weverton era o principal pré-candidato a senador do grupo de Flávio, mas submergiu um pouco após a prisão do amigo Willer Tomaz. Agora, recupera terreno com os encontros regionais com prefeitos e votando a pautas do governo. Eliziane Gama (PPS) tem sido a grande sensação desde que apareceu liderando a pesquisa Exata para o Senado e seu nome foi o mais falado da semana.

Mas Zé Reinaldo e Waldir Maranhão continuam no páreo.

Senado: Flávio participa de culto e ouve preferência dos evangélicos por Eliziane

O governador Flávio Dino esteve na noite desta segunda-feira (3) no templo Central da Assembleia de Deus a convite do Pastor Coutinho, líder da igreja no Maranhão. Foi mais um convite feito pelo Pastor atendido pelo governador, mas com um diferencial: o fator Eliziane Gama.

Flávio fez uma explanação das ações do governo e anunciou projetos para área social e cultural em parceria com a igreja.

Já o Pastor Coutinho reafirmou a tese levantada pela igreja no Maranhão: o nome de Eliziane Gama para  Senado Federal na chapa do governador. É mais um movimento significativo. Também estavam no culto os deputados Levi Pontes e Cabo Campos, além do secretário de relações institucionais, Pastor Porto.

Primeiro fim de semana em clima junino foi de muita animação

A programação oficial do São João começará somente a partir do dia 14 de junho, mas, para aquecer o coração de maranhenses e turistas, as festividades juninas ganham um período todo especial antes da maior celebração da representação folclórica do Estado. São as prévias do São João de Todos, que agitaram São Luís neste primeiro final de semana do mês de junho. A festa começou na última quinta-feira (1º), na Praia Grande, com muito Bumba meu boi no canto da cultura, encontro entre as ruas Portugal e da Estrela. No dia seguinte a festa continuou por lá, mas comandada pelo batuque do Tambor de crioula. No Domingo (4) a festa foi no Espigão Costeiro, da Ponta d’Areia.

A primeira atração da noite foi o grupo Kambada do Forró, que colocou todo mundo para dançar, tocando e cantando diversos clássicos do Forró. No show, que tinha como nome “De Gozanga a João”, a banda fez referência ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, assim como ao Maranhense do Século, o grande cantor, compositor e um dos pilares da nossa cultura popular, mestre João do Vale, perpassando por vários forrós consagrados por outros grandes nomes da música popular do Brasil.

Em seguida, quem assumiu a festa foi o grupo Boi Novilho Branco que, respeitosamente, apresentou a sua versão de “Urrou o Boi”, de autoria do cantador Bartolomeu dos Santos, mais conhecido como Coxinho, a canção foi oficializada, através da Lei nº 5.299, datada de 12 de dezembro de 1991, como Hino Cultural e Folclórico do Maranhão, mantendo como obrigatória a sua execução antes de qualquer evento cultural e artístico realizado no estado.

Os Novilheiros homenagearam a diversos outros compositores e intérpretes da linda cultura do nosso Maranhão. O show emocionou maranhenses e turistas, que, faziam multidão para acompanhar a beleza da dança e do canto das nossas toadas.

A nutricionista de Porto Alegre, Bruna Pontin, de 36 anos, diz que este é o segundo dia em São Luís, ela garante também que está adorando visitar a capital maranhense, sendo esta a sua primeira estada no São João nordestino. “O mundo inteiro tem que vir para São Luís, é uma cidade que me recebeu muito bem, a cultura é linda e eu estou adorando o São João daqui. Este é o meu segundo dia no Maranhão e eu estou curtindo muito”, afirma a turista.

Turistas de toda parte do Brasil aproveitam as prévias de São João para celebrar esta festa magnifica e, também, para conhecer mais um pouco da história do folclore maranhense. O exemplo foi o grupo de turistas de Fortaleza, Ceará, que está no seu primeiro dia e aproveitaram para fazer várias selfies e fotos, no mais novo cartão postal ludovicense, o Espigão da Ponta d’Areia.

Quem também prestigiou a festa acompanhado pela família foi o governador Flávio Dino, que recebeu o carinho da população no local. O governador, inclusive, aceitou o convite do cantador do grupo e subiu ao palco para bater matraca com os artistas. Ele também comentou sobre as comemorações que antecedem o São João de Todos 2017. “A beleza dessa festa me deixa muito orgulhoso, é um prazer dividir esse sentimento de sentir o coração pulsando ao ouvir as matracas, pandeirões, ver todo o encanto do Bumba Meu Boi, do Tambor de Crioula, assim, em destaque, bem como todas as danças da cultura maranhense” finaliza o governador Flávio Dino.

As apresentações da prévia junina volta na quinta-feira (08), no Canto da Cultura, no Centro Histórico de São Luís, a partir das 18h.

Flávio Dino anteviu que impeachment seria “marco zero” de novos conflitos

Em entrevista ao portal Brasil247, no dia 09 de março de 2016, Flávio Dino cunhou a seguinte frase: “um impeachment sem base jurídica não seria um ponto final, mas o início de um longo ciclo de vinganças, retaliações e violência”. À época o governador já avisava que o impeachment seria a pior de todas as soluções possíveis. “O impeachment, longe de estancar o processo de conflagração social, agudizaria a situação. É preciso ser dito com clareza: o impeachment não seria um ponto final, mas o marco zero de um longo ciclo de vinganças, retaliações e violência política, que arrastaria a economia para uma depressão ainda maior. Isso não é bom para ninguém”, disse em março do passado.

Passado mais de um ano da declaração, o cenário político nacional é de caos. Todas as principais lideranças políticas do país respondem a denúncias de corrupção. Nesta quarta-feira (24), a Esplanada dos Ministérios em Brasília virou um campo de batalhas em que a polícia reprimiu uma manifestação em que milhares de brasileiros protestavam contra o presidente Michel Temer, as reformas Previdência e trabalhista e pediam convocação de eleições diretas.

Ainda no ano passado, Flávio Dino já avisava que apesar da tradição brasileira sempre ter sido a capacidade de resolver conflitos por meio do diálogo e da conciliação, “esse novo traço do brasileiro tem um traço muito preocupante, que é a falta de razoabilidade. O ódio que já havia nas redes sociais transbordou para as ruas e o nome disse é fascismo. Tiraram o gênio do fascismo da garrafa e agora não sabem como colocá-lo de volta”. Dino sempre defendeu o diálogo e defendia que a presidenta Dilma teria que “chamar todas as forças políticas ao diálogo e a oposição terá que reconhecer que o calendário eleitoral é 2018”.

O certo é que Flávio Dino avisou…

Com descaso de Assis Ramos, vereadores de Imperatriz buscam ajuda de Flávio Dino

O governador Flávio Dino recebeu, nesta segunda-feira (8), no Palácio dos Leões, vereadores da cidade de Imperatriz. Com os trabalhos na ponta, lidando de forma mais próxima e direta com a população, os representantes do Legislativo da cidade levaram pleitos e demandas ao Governo do Estado. Os vereadores do município não aguentam mais tanto descaso do prefeito Assis Ramos.

Ao lado do vice-governador, Carlos Brandão, e de secretários estudais, Flávio Dino pôde atender e dar encaminhamento a muitas das solicitações levadas. “Fizemos essa audiência a partir de uma solicitação do presidente da Câmara, José Carlos, sobre pautas de interesse da cidade. Como tenho mantido uma prática de diálogo constante no nosso Governo, é uma alegria receber representantes dos bairros, das comunidades, dos povoados. A visita foi muito bem sucedida, foi muito positivo para que o nosso Governo pudesse ouvir essas reivindicações e elas serão atendias, porque temos os braços abertos para todas as regiões, claro que muito especialmente para a cidade de Imperatriz, que é de enorme relevância política, cultural e econômica para o Maranhão”, destacou Flávio Dino.

Liderado pelo presidente da Câmara, José Carlos Pé de Pato, 16 vereadores compareceram à reunião. Cada um pôde apresentar solicitações de curto, médio e longo prazo. Anseios antigos da população foram prontamente atendidos pela equipe de Governo presentes no encontro, como a recuperação de ruas, o suporte à saúde do município que, infelizmente, segundo os vereadores, está em situação de fragilidade, a determinação para abertura da licitação para construção do Iema da cidade e de convênio para atendimento da oncologia infantil, além de providências para o aterro sanitário e para implantação do Centro de Atenção aos Idosos.

“O dialogo é sempre importante e com esse encontro a sociedade e a cidade toda saiu ganhando, porque o governador demonstra claramente o desejo e o interesse de atender a Imperatriz, e, para nós, é um motivo de muita alegria, já que o governador vai atender a maioria dos pedidos de pronto, além do que ele já vem fazendo pela cidade”, defendeu Pé de Pato.

De opinião semelhando compartilha o vereador Carlos Hermes, que também esteve no encontro, e defendeu a importância do parlamento municipal como porta-voz do povo, intermediando necessidades que passa por todos os cantos da cidade.