Diferente de outros candidatos ao governo, Flávio Dino está apto e sem pendências na Justiça Eleitoral

TRE-MA deferiu por unanimidade candidatura de Flávio Dino sem recurso. Roseana Sarney e Maura Jorge ainda estão com candidaturas ameaçadas.

O Clã Sarney através da juíza de Coroatá, tenta uma última cartada para confundir os eleitores na antevéspera da eleição. A juíza que decretou na primeira instância inelegibilidade de Flávio Dino, Márcio Jerry e Luís do Amovelar Filho, escolheu o último dia útil antes da eleição para julgar os embargos da sua decisão. Logicamente, por manter a primeira decisão.

Mas é uma decisão que não muda nada no processo. O governador recorreu às instâncias superiores e segue como candidato tendo a sua candidatura deferida por unanimidade pelo TRE-MA.

Muito diferente das candidaturas de Roseana Sarney e Maura Jorge, que foram deferidas, mas tiveram recurso e seguem com pendência (veja acima). Maura é considerada Ficha Suja pelo candidato a deputado estadual Odair José, que recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral para indeferir a candidatura. Roseana teve o registro questionado por não ter deixado suas funções como sócia do sistema Mirante de comunicação. O caso também foi para o TSE.

O PCdoB se manifestou sobre a fakenews da juíza de Coroatá.

Nota do PCdoB sobre nova fake news da Mirante

1. A decisão sobre os embargos não altera a decisão original da juíza, portanto, não tem nenhum efeito sobre o processo eleitoral em curso.

2. A ação movida por Ricardo Murad, coordenador de campanha de Roseana Sarney, visa apenas desestabilizar o processo eleitoral e reflete o desespero de quem está atrás nas pesquisas.

3. Os embargantes estão recorrendo nas instâncias superiores e tem certeza da nulidade da decisão, pois não tem nenhum valor jurídico.

4. Lamentamos o uso de decisões judiciais para tentar criar factóides a fim de interferir na livre decisão do eleitor.

Aluísio Mendes faz campanha para Flávio Dino em Peritoró

A mistura de apoiadores no interior do Estado causa cenas inusitadas como a na noite deste sábado (1º) na cidade de Peritoró. O deputado federal e candidato à reeleição Aluísio Mendes (Podemos), que é aliado histórico do Clã Sarney e está na coligação do candidato a governador Roberto Rocha (PSDB), participou de ato pró-Flávio no município de Peritoró.

A atividade foi comandada pelo prefeito Padre Josias e com participação do vice-governador e candidato à reeleição, Carlos Brandão (PRB), e do deputado estadual e candidato à reeleição Fábio Braga (SD).

 Aluísio estava em meio a um mar de bandeiras do “65” e até bateu palmas oscilando entre o entusiasmo e o constrangimento.

Pesquisa TV Guará/Econométrica: Flávio Dino tem 60% dos votos e consolida vitória no 1º turno

A pesquisa Econométrica encomendada pela TV Guará foi divulgada na manhã deste sábado (1º) mostra que o governador e candidato à reeleição Flávio Dino tem 60% das intenções de votos válidos.

O resultado confirma o que todas as pesquisas anteriores vêm mostrando: Flávio vence a eleição no primeiro turno com ampla vantagem.

De acordo com o levantamento divulgado pela TV Guará, Roseana Sarney tem 32,5%, seguida por Roberto Rocha (4,2%), Maura Jorge (2,4%), Ramon Zapata (0,8%) e Odívio Neto (0,1%).

A pesquisa foi feita entre 21 e 25 de agosto, com 1.407 entrevistados. A margem de erro é de 2,61 pontos. A pesquisa está registrada no TSE sob o número MA-08877/2018.

Mais uma fake news desfeita: carro de Flávio Dino está com IPVA em dia

Fato do carro do próprio governador ter multa só mostra que lei é para todos. Vai pagar para ter o licenciamento 2018.

A multa no carro do governo que Flávio Dino utiliza no dia a dia até existe, mas a situação de atraso de pagamento e isenção de IPVA propagada pela oposição sarneyzista não passa de mais uma mentira fabricada para atacar o atual governador.

De acordo com a Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), o veículo Ford Edge, de uso do Gabinete Militar do Governo do Maranhão, está com o licenciamento de 2017 em dia.

A multa, no valor de R$ 85, foi aplicada no dia 30 de dezembro de 2017, por isso, ainda não houve notificação da infração. O pagamento, segundo o governo, ocorrerá dentro do prazo estabelecido, não havendo, portanto, qualquer incidência sobre o próximo licenciamento.

Por fim, a Secretaria reiterou que o Governo do Maranhão não compactua com quaisquer tipos de comportamentos ou atitudes que venham violar as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), bem como débitos em decorrência de tais violações.

Verdade estabelecida, mas uma fake news sarneyzista desfeita.

Othelino reúne líderes de partidos que reafirmam aliança com Flávio Dino

Presidentes e representantes de partidos reiteraram o apoio à reeleição de Flávio Dino

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu, na noite de terça-feira (30), em sua residência, para um jantar, 12 presidentes e representantes de partidos que reiteraram todo apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB). O objetivo do encontro, além de fortalecer a frente partidária em torno do comunista, foi intensificar o diálogo para a definição de um projeto coletivo, visando às disputas majoritária e proporcional nas eleições deste ano.

Participaram da mesa de diálogos PP, PSB, PPS, PTB, Solidariedade, PROS, PR, PT, PDT, PTC, DEM e PCdoB por meio de presidentes estaduais e representantes partidários. Faltaram apenas o PEN e o PRB que justificaram as ausências.

Marcaram presença os deputados André Fufuca (PP), Pedro Fernandes (PTB), Eliziane Gama (PPS), Simplício Araújo (Solidariedade), Gastão Vieira (PROS), Josimar de Maranhãozinho (PR), Augusto Lobato (PT), Edivaldo Holanda (PTC), Juscelino Filho (DEM), Márcio Jerry (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Erlânio Xavier (PDT), Rafael Leitoa (PDT) e Stenio Rezende  (DEM). Os diretores da Assembleia Legislativa, Rubens Pereira (Institucional) e Edwin Jinkings (Comunicação), também acompanharam a reunião.

Todos os representantes partidários reiteraram empenho para a reeleição de Flávio Dino. Em relação ao Senado, o grupo liderado pelo governador do Maranhão tem, pelo menos, quatro pré-candidatos: os deputados federais Weverton Rocha (PDT), Eliziane Gama (PPS), José Reinaldo Tavares (Sem partido) e Waldir Maranhão (Avante).

Ampliando o diálogo eleitoral

Durante a reunião, Othelino Neto disse que tomou a iniciativa de puxar mais um encontro do grupo para ampliar o diálogo sobre o projeto eleitoral com democracia e participação de todos os partidos envolvidos neste processo. “Esse debate tem como foco a reeleição do governador Flávio Dino com o apoio de uma frente partidária plural. Estamos fortalecendo, ainda mais, o grupo, traçando estratégias e discutindo um projeto coletivo para as eleições deste ano”, enfatizou o deputado.

O presidente do PCdoB e secretário estadual de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry, destacou a iniciativa de Othelino em intensificar esse debate em torno de um projeto coletivo para as eleições deste ano, tendo como foco principal a reeleição do governador. “A reunião foi muito oportuna, nosso grupo prioriza o diálogo e o consenso, dando oportunidade de manifestação a todos. Defendemos a unidade em torno dos partidos aliados. E, a cada dia, vamos avançando mais”, disse.

Com Temer no colo, Sarney quer jogar crise nacional para Dino

A menos de dez meses das eleições, o oligarca José Sarney tenta a todo custo depreciar a imagem do governador Flávio Dino (PCdoB). Em artigo publicado no jornal da sua família, Sarney tenta jogar para Dino a queda no PIB e o crescimento da pobreza, frutos da crise nacional de Michel Temer (PMDB).

Apontado como um dos principais influenciadores de Temer, Sarney faz vista grossa à estagnação econômica que o país vivencia desde que o peemedebista assumiu a Presidência, e de quebra tenta creditar ao comunista os números da pobreza no Maranhão.

O mais estranho é que apesar de seu grupo político ter governado o estado por quase 50 anos, só agora Sarney descobriu que há pobreza no Maranhão, como o próprio Flávio Dino ironizou recentemente em declaração nas redes sociais.

Ainda sobre a BR-135: Flávio Dino exalta trabalho da Bancada Federal para conclusão da duplicação

Em seu discurso durante a liberação do tráfego em pista duplicada da BR-135, o governador Flávio Dino exaltou o empenho da Bancada Federal do Maranhão para que a obra fosse concluída. Os deputados federais do estado se reuniram inúmeras vezes com representantes do Ministério dos Transportes e do Dnit para cobrar celeridade nas intervenções da estrada.

Em 2015, a Bancada Federal, à época coordenada pelo deputado Pedro Fernandes, destinou todas as suas emendas impositivas para que a duplicação do trecho 1 da BR-135 – de Campo de Perizes até Bacabeira – fosse concluído.

“Quero dizer que eu agradeço a bancada federal do Maranhão. Aos deputados federais. Todos, sem exceção. Porque de fato a história é essa mesmo. A história é luta coletiva. Realmente apenas quem não entende como se dão as conquistas que pretende que ela tenha dono. As conquistas não tem dono”, frisou Dino ao reconhecer o trabalho dos parlamentares maranhenses.

Ao final do seu discurso, o governador do Maranhão convidou todos os deputados federais para participar de uma foto em agradecimento aos serviços prestados ao estado com a entrega dessa importantíssima intervenção. Dino chamou os deputados que foram coordenadores da Bancada Federal, Pedro Fernades, André Fufuca e Juscelino Filho, o atual coordenador Rubens Júnior, e os outros parlamentares presentes, Eliziane Gama, Luana Costa e Wladir Maranhão.

O único que se negou a participar, em mais um ato de deselegância, foi Hildo Rocha que, apesar da insistência de Luana Costa, disse não para a foto. A birra do parlamentar tem razão de ser. Flávio Dino fez referência a todos da bancada, e Rocha queria os méritos somente para ele.

João Alberto “carcará” perde a compostura e ouve resposta do governador Flávio Dino

Hoje pela manhã, na cerimônia de liberação do tráfego da BR-135, no trecho entre o estreito dos Mosquitos e a cidade de Bacabeira, o senador João Alberto (PMDB) perdeu a cabeça e estrebuchando começou a agredir verbalmente o governador Flávio Dino.

O Carcará chamou Flávio Dino de Mentiroso com dedo em riste e o governador respondeu que o estado tem rompido vários problemas inclusive da falta de educação.

Acompanhe no vídeo os detalhes do total desequilíbrio emocional do Carcará da oligarquia Sarney:

Flávio Dino já estuda nomes para substituir Secretários/candidatos logo após o Carnaval

Secretário de Estado da Casa Civil Marcelo Tavares é pré candidato ao Parlamento Estadual

Em entrevista exclusiva ao Blog do Clodoaldo, o governador Flávio Dino (PC do B) revelou que já está definindo os nomes dos novos secretários de Estado que deverão ocupar as vagas dos dos titulares de pastas que serão candidatos nas eleições de 2018.

O Governador antecipou que entre 8 ou 10 titulares de pastas ou presidentes de órgãos importantes já anunciaram que serão candidatos nas eleições de outubro.

Foram lembrados pelo Governador como pré-candidatos: o secretário da Casa Civil Marcelo Tavares (PSB); o secretário de Comunicação e Articulação Política Marcio Jerry (PC do B); o secretário de Desenvolvimento Social Neto Evangelista (ainda no PSDB); o secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo (SD); secretário de Trabalho Julião Amin (PDT); secretário de Agricultura e Pesca Marcio Honaiser (PDT); secretário de Agricultura Familiar Adelmo Soares (PC do B); presidente do PROCON Duarte Júnior (PC do B); presidente da Agência Executiva Metropolitana Pedro Lucas Fernandes (PTB).

Vale destacar que Marcelo Tavares, Neto Evangelista, Marcio Honaiser, Adelmo Soares e Duarte Júnior são pré-candidatos ao parlamento estadual. Já Marcio Jerry; Julião Amin; Simplício Araújo e o vereador de São Luís Pedro Lucas Fernandes são pré-candidatos à Câmara Federal.

Ainda de acordo com Flávio Dino, a reforma do Secretariado Estadual acontecerá logo após o período Carnavalesco.

 

Vingança de Sarney faz com que filha de Roberto Jeferson vire ministra do Trabalho e condenado por exploração sexual vire deputado federal

Com informações do G1

 

O veto do ex-presidente José Sarney ao nome do deputado federal Pedro Fernandes ao Ministério do Trabalho ganha desdobramentos terríveis.

Como Pedro Fernandes não aceitou ceder as pressões para apoiar a candidatura de Roseana Sarney e abandonar a aliança com o governador Flávio Dino, o parlamentar acabou tendo seu nome vetado a pedido de José Sarney.

A nova ministra do Trabalho, nomeada por Michel Temer, Cristiane Brasil (PTB), foi condenada em 2016 a pagar uma dívida trabalhista de R$ 60,4 mil a um motorista que prestava serviços para ela e para sua família, conforme decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT1) confirmada em segunda instância.

Segundo informações do TRT, o mérito do caso já foi julgado e a parlamentar só pode recorrer ao TST sobre o valor da indenização. O valor, portanto, ainda pode ser alterado.

De acordo com sentença de julho de 2017, a dívida de R$ 60 mil foi abatida com penhoras e era, àquela época, de R$ 52 mil. Até outubro do ano passado, Cristiane não havia comprovado o pagamento integral, conforme consta no processo.

Vale lembrar que Cristiane Brasil é filha de Roberto Jefferson, personagem símbolo do mensalão, e também é citada na delação da Odebrecht.

Para piorar a situação, com a saída da nova Ministra da Câmara Federal, quem assume é Nelson Nahin (PSD-RJ), condenado à prisão por exploração sexual de menores de idade e irmão do ex-governador Anthony Garotinho (PR-RJ).

Como deu para entender, essa nova “malvadeza” vingativa do oligarca de Curupu provocou mais um estrago no plano nacional e aumentou o desgaste, do golpista Michel Temer.