Sarney diz em gravação que Lula se arrependeu de escolher Dilma

sarneyluladilmaG1 – O ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) afirma em uma conversa gravada pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  se arrependeu da escolha da presidente afastada Dilma Rousseff para sucedê-lo. A assessoria do Instituto Lula classificou a divulgação da conversa como “nojenta”.

A conversa foi gravada por Machado na casa do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP). O ex-presidente da Transpetro, que gravou várias conversas com políticos do PMDB, teve acordo de delação premiada homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No diálogo com Sarney, inédito, Machado e o ex-presidente falavam sobre a Dilma Rousseff e sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O nome de Lula não é citado diretamente, mas, para os investigadores, fica claro que a conversa é sobre ele.

SÉRGIO MACHADO – Agora, tudo por omissão da dona Dilma.
JOSÉ SARNEY – Ele chorando. O que eu ia contar era isso. Ele me disse que o único arrependimento que ele tem é ter eleito a Dilma. Único erro que ele cometeu. Foi o mais grave de todos. 

Em gravação citada pelo jornal “Folha de S.Paulo” entre Machado e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) o assunto também é Lula. Mas a conversa é sobre o suposto envolvimento do ex-presidente no esquema do mensalão do PT.

Segundo o jornal, Renan Calheiros afirma que Lula havia saído, ou seja, não processado no mensalão porque os pagamentos ao marqueteiro Duda Mendonça no exterior não foram investigados a fundo quando vieram a público.

RENAN CALHEIROS – Por que que o Lula saiu [não foi acusado no processo do mensalão]? Porque o Duda [Mendonça, marqueteiro] fez a delação – na época nem tinha [a lei]. O Duda fez a delação e disse que recebeu o dinheiro fora. E ninguém nunca investigou quem pagou, né? Este é que foi o segredo.

Duda Mendonça foi o marqueteiro da campanha vitoriosa de Lula em 2002. Ele acabou absolvido no julgamento do mensalão.

Neste trecho, também publicado pela “Folha”, Renan e Machado se referem ao triplex e ao sítio que os investigadores afirmam que são de propriedade do ex-presidente. Lula nega ser o dono.

Os dois  citam uma quantia em dinheiro que Lula teria, sem mencionar a origem. Reportagem da revista “Veja” mostrou que a empresa de palestras de Lula teria faturamento semelhante à quantia citada por Machado.

MACHADO – …botou na real. Aí [inaudível] umas besteiras, como a Marisa diz, besteira. Ele tem 30 milhões em caixa. Como é que não comprou um apartamento, uma p*** [inaudível]. P***, umas m***, um sítio m***, um apartamento m***.

Além de fazer as gravações, Sérgio Machado já deu vários depoimentos aos investigadores da Operação Lava Jato, que estão agora analisando todas essas informações trazidas pelo ex-presidente da Transpetro.

A delação premiada dele foi homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e, a partir de agora, começa uma nova etapa da apuração. O ex-presidente José sarney e os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá podem ser chamados a dar explicações.

Política maranhense em notas

Prefeitura paga servidores terça-feira (3)

edivaldoO pagamento dos servidores de São Luís será realizado dia 03 de maio. Mesmo com a grave crise financeira que atinge os municípios, o prefeito de São Luís consegue desde o início da gestão pagar os salários dos servidores em dia. O prefeito Edivaldo tem cumprido com o calendário oficial instituído por meio do decreto municipal de número 47.807. O prefeito de São Luís além da crise ainda teve o problema de ter uma folha de pagamento a mais, tendo que pagar a folha de dezembro de 2012 deixada pela gestão anterior. Ainda assim, honrou os pagamentos dos servidores de São Luís sempre obedecendo o calendário, e sempre que possível pagando dentro do mês trabalhado.

Posse de Lula na Saúde

IMG-20160429-WA0016_resizedO governador deu posse ao advogado Carlos Lula como novo secretário estadual de Saúde do Maranhão. O novo secretário foi de poucos palavras e estava visivelmente emocionado ao lembrar de uma vida perdida e a responsabilidade de cuidar da saúde de milhões de maranhenses. Também tomou posse o ex-secretário de Saúde, Marcos Pacheco, agora como secretário extraordinário de Políticas Públicas. O clima foi de descontração na posse.

Montaram máquina de negar direitos

IMG-20160429-WA0017_resizedO governador Flávio Dino foi novamente duro com os críticos da gestão da saúde que são justamente os que criaram, segundo o governador, uma “máquina de negação de direitos”. “Todos sabem que é uma lenda, uma mitificação, um cinismo dizer que o sistema de saúde no Maranhão era muito bom no passado. Se fosse, o Estado não era campeão de hanseníase, de mortalidade infantil, de hipertensão, de diabete […], um estado que negava tantos direitos ao Maranhão. E agora temos que ver essas pessoas dizer que nada têm a ver com isso quando eles montaram essa máquina de negar direitos”, lembrou. Ele lembrou que a Polícia Federal e o Ministério Público que disseram que o sistema de saúde do Maranhão era apenas uma máquina de desviar dinheiro para benefícios individuais, ” e isso não aconteceu na gestão do Marcos [Pacheco]”.

A nova pasta 

IMG-20160429-WA0018_resizedMarcos Pacheco explicou como atuará a secretaria de Articulação de Políticas Públicas. “Essa secretaria tem uma finalidade bem clara e objetiva, que é fazer a interseção entre todas as políticas, principalmente de Saúde e de Educação, porque são políticas que tem que estar muito próximas”, explicou Pacheco, lembrando que as várias áreas precisam estar sempre em diálogo para que os programas sejam executados, é o caso, por exemplo, da cooperação que existe entre a Saúde e a Secretaria da Mulher para uso conjunto das carretas de mamografia

De fato e não de foto

robertorocha1Na posse dos novos secretários de saúde e Articulação de Políticas Públicas, foram muitas autoridades presentes entre deputados, secretários e prefeitos. Mas foi sentida a falta do senador Roberto Rocha. Uma fonte revelou que o senador disse que agora ele quer ser governo de fato e não de foto. Está aí a explicação.

E a mansão?

Alguém sabe porque a mansão do Vicente Fialho há muitos anos propriedade da família Rocha não é mais de Roberto? A família se mudou para o Calhau e oficialmente o que é dito é que fariam uma reforma na mansão do Fialho. Mas a história não é bem assim. A propriedade não pertence mais da família por uma grande enrolada do senador. Mas essa é uma outra história.

Datafolha: Tucanos despencam; Lula e Marina lideram corrida presidencial

pesquisaFolha de S. Paulo

O ex-presidente Lula (PT) e a ex-senadora Marina Silva (Rede) lideram a corrida eleitoral para presidente da República em 2018.

Entre as opções do PSDB (o senador Aécio Neves, o governador Geraldo Alckmin e o também senador José Serra), todas têm demonstrado tendência de queda nas intenções de voto.

Segundo nova pesquisa Datafolha, em três dos quatro cenários eleitorais pesquisados, Lula e Marina estão empatados dentro da margem de erro. Em apenas um, o ex-presidente lidera.

Na comparação com a pesquisa anterior, de março, a intenção de voto em Lula cresceu em três cenários, voltando ao patamar observado em fevereiro, enquanto Marina se manteve estável em todas as simulações.

lulaNo cenário de uma disputa entre Lula, Marina e Aécio Neves, por exemplo, o petista tem 21%, a ex-senadora, 19%, e o tucano, 17%.

Entre meados de dezembro e agora, Aécio perdeu dez pontos percentuais em suas intenções de voto, enquanto Lula e Marina se mantiveram no mesmo patamar. Já Geraldo Alckmin, em um cenário alternativo, encolheu cinco pontos no mesmo período.

Na simulação com Lula, Marina e Aécio, o Datafolha também tem incluído o nome do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que aparece com 8% das intenções de voto. O percentual é o dobro do que o deputado registrava em dezembro do ano passado.

Em todos os cenários testados para 2018, o vice-presidente Michel Temer, que assumiria em caso de impeachment de Dilma Rousseff, aparece com apenas 1% ou 2%.

eleicoes data folha 2016Em relação a um eventual governo Temer no caso de Dilma ser afastada, a pesquisa Datafolha mostra que apenas 16% acreditam que ele faria uma gestão ótima ou boa, mesmo índice do levantamento realizado em março.

REJEIÇÃO ELEITORAL

O Datafolha também mediu a rejeição eleitoral dos candidatos. Assim como nos últimos levantamentos, o ex-presidente Lula é o mais rejeitado. Não votariam de jeito nenhum nele 53%.

Na comparação com os levantamentos anteriores, a taxa de rejeição recuou em relação à de março (era 57%); porém, segue acima da fevereiro (49%).

Na sequência vêm Aécio e Temer, com taxas de rejeição em crescimento.

Não votariam no tucano 33% (eram 23% em fevereiro e 32% em março) e no atual vice-presidente, 27% (eram 21%, em fevereiro, e 23%, em março). A rejeição de Marina é de 20% (em março e em fevereiro, era de 15%).

MANIFESTAÇÕES

Dois terços dos brasileiros (66%) são a favor das manifestações pró-impeachment da presidente Dilma, enquanto há uma divisão em relação aos movimentos contra o afastamento: 45% são favoráveis a eles, e 47%, contrários.

O Datafolha também quis saber dos brasileiros se eles já tiveram alguma discussão, com amigos ou parentes, por causa do atual momento político.

Três em cada quatro (74%) disseram que não. As discussões são mais comuns entre os que têm entre 16 a 34 anos (32%) e os mais instruídos (42%). Para 95%, elas não levaram a rompimento de relações

Planalto confirma: Lula é o novo ministro da Casa Civil

Lula_e_dilmaO Palácio do Planalto anunciou nesta quarta-feira (16), por meio de nota oficial, a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro da Casa Civil, no lugar de Jaques Wagner, que será deslocado para a chefia de gabinete da presidente Dilma Rousseff.

“A Presidenta da República, Dilma Rousseff, informa que o ministro de Estado Chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, deixará a pasta e assumirá a chefia do Gabinete Pessoal da Presidência da República. Assumirá o cargo de Ministro de Estado Chefe da Casa Civil o ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva”, diz trecho da nota.

Jaques Wagner será transferido para o cargo de chefe de gabinete da Presidência, que, até então, não era considerado uma vaga de primeiro escalão. Com isso, Wagner manterá o foro privilegiado.

No mesmo  comunicado, a Presidência anunciou a ida do deputado Mauro Lopes (PMDB-MG) para o comando da Secretaria de Aviação Civil, que estava, desde dezembro, sob uma chefia interina.

Os anúncios foram feitos no início da tarde desta quarta. Pela manhã, Dilma e Lula acertaram, em uma reunião no Palácio da Alvorada, a entrada do ex-presidente no primeiro escalão.

Com informações do G1.

Política maranhense em notas

Flávio critica pedido de prisão

flaviodinoconstituiçãoO governador Flávio Dino criticou o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula feito por promotores de São Paulo. Para o governador, o pedido “não tem a menor consistência técnica” e é somente para causar espetáculo. “Não se trata de defender o ex-presidente Lula. Mas sim de defender a Constituição e o Estado de Direito. Isso interessa a TODOS. Aliás, em breve alguém vai pedir a prisão preventiva dela: da Constituição”, afirmou o governador através do Twitter.

Sarney decreta fim do governo Dilma

josesarneyComo de praxe, depois de usar e abusar das benesses dos governo do PT, o ex-presidente José Sarney demonstrou novamente como trata seus “aliados” na hora da dificuldade: ajuda a enterrar. “Acabou (o governo). É como Café Filho, Getúlio e Collor”, disse Sarney, segundo informação do Jornal do Brasil. A frase, segundo a publicação, sinaliza o afastamento dos “sanguessugas” do Planalto.

Homenagem à Juventude do PDT

Sessão Solene JSPDT2Uma justa homenagem pelos 35 anos da Juventude Socialista do PDT (JSPDT) foi realizada nesta quinta-feira (10) na Assembleia Legislativa. A juventude que sempre mostrou muita força de mobilização em São Luís, está ainda mais fortalecida. O partido hoje tem o presidente da Assembleia, deputado federal que é líder da Bancada nacional na Câmara, prefeitura de São Luís e Ribamar, maior bancada na Assembleia e maior bancada na Câmara de São Luís. E essa Juventude promete tanto em campanhas quanto em mobilizações de rua que se avizinham.

Edivaldo e a JSPDT

16613_sessao_solene_assembleia_35_anos_jspdt_maranhao_100316_fotobaeta11O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, reforçou o fato de levar o 12 do PDT para a campanha. Edivaldo lembrou das campanhas ao lado de Jackson Lago e a admiração que sempre teve da garra da JSPDT. “Desde muito jovem admiro a juventude do PDT. Em 2012, tive a honra de ter o apoio dessa juventude aguerrida e do PDT, partido de história limpa e honrada nesse país, a qual agora tenho o privilégio e alegria de fazer parte, concretizando um sonho de contribuir com uma legenda tão grandiosa”. As centenas de jovens no evento reafirmaram apoio à administração Edivaldo e elogiaram a postura do prefeito.

Fufuquinha se filia ao PP

fufuquinhafiliaO deputado federal André Fufuca, líder da bancada maranhense na Câmara federal, já assinou a ficha de filiação do PP. “Para as pessoas que sempre buscam avançar naquilo que querem na vida, ficar parado é inadmissível. Por isso, hoje inicio um novo momento”, declarou o deputado nas redes sociais ao anunciar a mudança de legenda. O PEN enfraquece no Maranhão, ficando com apenas um deputado federal. 

Defesa de Lula na Assembleia

zeinacio2O deputado Zé Inácio (PT) tem sido a voz de defesa do ex-presidente Lula na Assembleia Legislativa, já tendo feito duro embate com o deputado Edilázio Júnior (PV). Zé Inácio disse que a “elite tem medo da continuidade do projeto”. “Lula e o PT são apenas os alvos visíveis. O que se teme é o novo projeto de Nação que vem sendo implantado há 13 anos no Brasil. O que está acontecendo é que a elite que dominou este país durante meio milênio tem medo da continuidade e da consolidação desse projeto que, entre outras virtudes, tirou 40 milhões de brasileiros da miséria, que fez uma revolução sem dar um tiro”, ressaltou.

Lula diz que condução foi show de pirotecnia: “Não vou baixar a cabeça”

G1 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na tarde desta sexta-feira (4) que se sentiu “prisioneiro” por ter sido levado coercitivamente para prestar depoimento à Polícia Federal. Ele depôs no Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo e, em seguida, foi à sede nacional do PT, no Centro da capital paulista, onde fez um pronunciamento.

O presidente afirmou ainda que “acertaram o rabo da jararaca”, mas “não mataram”. E também falou sobre a presidente Dilma Rousseff: “Não permitem que a Dilma governe esse país”.

Lula é alvo da 24ª fase da Operação Lava Jato, que foi deflagrada nesta sexta. Além do depoimento, foi realizada busca a apreensão em sua casa, na sede do Instituto Lula e outros locais ligados ao petista. Investigadores suspeitam que o ex-presidente tenha recebido vantagens indevidas de empreiteiras suspeitas de desvios na Petrobras.

Depoimento na PF
“Me senti prisioneiro hoje de manhã”, afirmou diante de militantes. “Já passei por muita coisa na minha vida. Não sou homem de guardar mágoa, mas nosso país não pode continuar assim. Nosso país não pode continuar amedrontado.”

Ele disse que “jamais se recusaria a prestar depoimento. Não precisaria ter mandado uma coerção”. “Era só ter convidado. Antes deles, nós já éramos democratas.” “Se o juiz [Sérgio] Moro e o Ministério Público quisessem me ouvir, era só ter me mandado um ofício e eu ia como sempre fui porque não devo e não temo”, declarou.

Lula faz pronunciamento na sede do PT em São Paulo (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)Lula faz pronunciamento na sede do PT em São Paulo (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)

‘Cabeça erguida’
O ex-presidente voltou a dizer que é inocente e que está de “cabeça erguida”. “Fiquei indignado com esse processo de suspeição. Se a PF encontrar um real de desvio na minha conduta, eu não mereço ser desse partido”.

Ele afirmou que “não vai baixar a cabeça” e que, a partir da semana que vem, está disposto a discursar pelo país. “O que fizeram com esse ato hoje foi fazer com que, a partir da semana que vem, me convidem, que eu estarei disposto a andar esse país.”

Lula disse que “nem tudo está perdido” e ele e o partido vão “recomeçar”. “O que aconteceu hoje é o que precisava acontecer para o PT levantar a cabeça. […] O que aconteceu hoje, embora tenha me ofendido, me magoado… Eu me senti ultrajado. Se quiseram matar a jararaca, não mataram a jararaca, pois bateram no rabo, não na cabeça. Quero dizer que a jararaca tá viva.”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala durante coletiva de imprensa na sede do Partido dos Trabalhadores (PT) em São Paulo (Foto: André Penner/AP)O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala durante coletiva de imprensa na sede do Partido dos Trabalhadores (PT) em São Paulo (Foto: André Penner/AP)

Críticas à Justiça

Ele criticou parte da Justiça e disse que, por “prepotência e arrogância”, fizeram um show de “pirotecnia” com a deflagração da operação da Lava Jato (veja o vídeo abaixo).

“Enquanto os advogados não sabiam nada, alguns meios de comunicação já sabiam. É lamentável que uma parcela do Poder Judiciário brasileiro esteja trabalhando em associação com a imprensa.” E acrescentou: “Antigamente, você tinha a denúncia de um crime, ia investigar se existia e prender o criminoso. Hoje a primeira coisa que se faz é determinar quem é o criminoso”.

O ex-presidente Lula disse que a democracia precisa de “instituições fortes”. “É importante que os procuradores saibam que uma instituição forte tem que ter profissionais responsáveis.”

Zé Inácio defende ex-presidente Lula: “não vão derrotar o mito”

zeinacioDurante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, em sessão plenária desta quarta-feira, o deputado estadual, Zé Inácio (PT), fez referência a uma liminar, proferida pelo Conselho Nacional do Ministério Público, na última terça-feira (16), que cancela o depoimento do presidente Lula e da primeira-dama, Marisa Letícia, ao Ministério Público.

Na ocasião, o parlamentar repudiou a decisão do promotor, membro do Ministério Público Paulista, pois, segundo ele, não teria atribuição nem competência para representar ou inquerir o ex-presidente Lula e antecipou seu juízo antes mesmo de ouví-los.

“Utilizo esta tribuna, na manhã de hoje, para fazer referência a uma liminar proferida pelo Conselho Nacional do Ministério Público, que cancelou o depoimento do ex-presidente Lula e da primeira-dama, Marisa. O cancelamento do depoimento foi fruto de uma representação que fundamentou uma possível ofensa do promotor membro do Ministério Público de São Paulo, Cássio Conserino, ao princípio do promotor natural. Ele não tinha atribuição e nem a competência para representar ou inquerir Lula. O que me chama a atenção, é que a decisão do conselheiro atende a uma representação que diz que o Ministério Público faz perseguição ao ex-presidente, o que é claro no momento em que a grande mídia tenta criminalizar o Partido dos Trabalhadores e uma das maiores lideranças políticas do Brasil, além de desqualificar todo o legado que o ex-presidente Lula tem em favor do povo brasileiro, principalmente no exercício da presidência desde 2003”, argumentou.

Para Zé Inácio, Lula governou para que o Brasil pudesse ser uma nação respeitada, não só entre os brasileiros, mas respeitada internacionalmente, o que demonstra essa “perseguição midiática” que acontece país afora contra o petista.

“Eu acredito que se os órgãos e as instituições funcionarem com independência, como vêm funcionando desde 2003, quando o então presidente Lula assumiu a presidência da República, tenho certeza de que a justiça será feita e Lula continuará sendo essa grande liderança respeitada e apta a disputar as eleições de 2018. Não vão derrotar o mito, nem acabar com o sonho, pois a verdade prevalecerá e o nosso presidente Lula continuará sendo o orgulho de todos nós, brasileiros”, declarou Zé Inácio.

Política maranhense em notas

MPF também pede prisão de Murad

mpfO Ministério Público Federal no Maranhão se manifestou favoravelmente a pedido de prisão de ex-secretário de saúde do Estado do Maranhão. Para o procurador que atua no caso, Ricardo Murad praticou atos de destruição e ocultação de provas e não é absurdo concluir que assim continuará se comportando se permanecer em liberdade. Sendo assim, o MPF concorda com o pedido da Polícia Federal e também quer que seja decretada a prisão preventiva do ex-secretário.

E confirma queima de provas

pfmuradA nota do MPF confirma que na véspera do cumprimento do mandado de busca e apreensão, Ricardo Murad teria incinerado documentos no fundo do quintal de sua residência, levado documentos de sua casa para a casa de sua irmã, e ainda teria removido, do aparelho de circuito de TV de sua casa, o dispositivo onde são armazenadas as imagens registradas (HD), para impedir que a polícia captasse as cenas da retirada dos documentos e da incineração de papéis.

Flávio mais poderoso que Lula (?)

lulaAliados de Ricardo Murad batem cabeça no afã de encontrar explicações para o maior escândalo de corrupção da Saúde da história do Maranhão. Para desviar o foco, levantam suspeitas contra a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Justiça Federal, instituições sem qualquer relação com o governo do Estado. Na visão deles, o governador do Maranhão é mais poderoso do que o ex-presidente Lula, que tem sido alvo de investigação voraz da PF. Os federais fizeram uma devassa nas empresas do filho de Lula e investiga até um sítio frequentado pelo ex-presidente da República. Se nem Lula tem controle sobre as instituições, imagine, Flávio. É muita imaginação!

Pena de Jhonathan aumenta

johnathanA 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), decidiu aumentar a pena de Jhonathan de Sousa, assassino confesso do jornalista Décio Sá. Condenado em julgamento anterior ao cumprimento de pena de 25 anos e três meses, ele teve sua condenação agravada para 27 anos e 5 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado. Ficam mantidas as demais penas determinadas pela Justiça de 1º Grau. Na mesma sessão, o colegiado anulou o julgamento de Marcos Bruno Silva de Oliveira, que foi condenado a 18 anos e três meses de reclusão, por garantir fuga ao executor do crime, Jhonathan de Sousa. Com a nova determinação judicial, ele será submetido a novo Tribunal do Júri Popular.

Convocação de concursados em Ribamar

concursopublicoA Prefeitura de São José de Ribamar está realizando a última convocação de candidatos aprovados em concurso público realizado em 2011. As listas contendo os nomes dos 76 novos servidores públicos e a relação de documentos e exames necessários estão disponíveis no www.sjr.ma.gov.br . Estão sendo convocados aprovados para os cargos de guarda patrimonial, auxiliar de fiscalização tributária, técnico de higiene dental, técnico em meio ambiente, assistente social, enfermeiro obstetra e professor (ciências, educação artística, filosofia, geografia, história, inglês, língua portuguesa e matemática).

Novo seletivo da saúde

seletivoSaiu o edital para contratação de pessoal para o Hospital Regional de Caxias. O Instituto Corpore para o Desenvolvimento da Qualidade de Vida realiza o processo seletivo para a contratação de 402 profissionais que irão atuar no Hospital da Região dos Cocais. Sendo que 5% do total das vagas são destinadas aos candidatos com deficiência. As inscrições podem ser feitas nos dias 18 a 20 de novembro, por meio do site do Instituto Corpore: www.institutocorpore.org.br .

Sarney pede a Lula para pressionar pela anulação da Lava Jato

Na sua principal matéria desta semana – “Cada vez mais perto” –, em que delatores acusam o engenheiro Valter Cardeal, diretor da Eletrobras e braço direito de Dilma no setor elétrico, de agenciar pagamentos de propina ao PT durante a campanha presidencial de 2014, a Revista Veja revela como foi a intervenção de Sarney no caso. Confira o trecho:

“Numa conversa com caciques do PMDB, Lula defendeu a tese de que os presidentes dos três poderes deveriam atuar em conjunto para conter uma campanha de ‘criminalização político-partidária’, que, segundo ele, poderia abrir espaço para um aventureiro conquistar o poder em 2018. O petista citou o caso de Sílvio Berlusconi na Itália e, em tom professoral, continuou com uma discurseira institucional até ser interrompido pelo senador José Sarney. Com 60 anos de vida pública e experiência e lucidez de sobra para traduzir os interlocutores, Sarney disse que o problema verdadeiro era a Lava Jato, que ameaçava o topo da República, de Lula a Dilma, passando pelos presidentes da Câmara e do Senado. E que só o petista, como o maior líder político do país, poderia deter a enxurrada. Como? Pressionando os ministros dos tribunais superiores a anular a investigação do petrolão com base nas supostas irregularidades e arbitrariedades cometidas pelo juiz Sérgio Moro. ‘O Moro seqüestrou a Constituição e o país. O Supremo Tribunal Federal não pode se apequenar’, declarou Sarney. Lula concordou com o peemedebista. Era o que ele queria, mas não tinha coragem de dizer”!!!

Para Sarney, a solução da crise institucional instalada em todos os poderes do país é enterrar a operação Lava Jato.

 

Justiça Eleitoral derruba segunda tentativa de fechar comitê Flávio-Dilma

Comitê que tanta incomoda Edinho permanecerá na Beira-Mar

Comitê que tanta incomoda Edinho permanecerá na Beira-Mar

Não teve jeito para a Coligação “Pra Frente Maranhão”. A Justiça Eleitoral derrubou a segunda tentativa de fechar o comitê Dilma-Lula da Militância petista que não concorda com o coligação PT-PMDB no Maranhão.

O pedido de reconsideração foi negado pelo juiz do Tribunal Regional Eleitoral, Ricardo Macieira, justamente porque o PCdoB, de Flávio Dino, faz parte da coligação da presidente Dilma Rousseff (PT) a nível nacional.  Segundo o juiz, “é regular a propaganda que utiliza a imagem de candidato que integra sua coligação em âmbito nacional”.

Com mais esta derrota, resta à coligação do candidato Edinho Lobão (PMDB) aceitar a presença incômoda do comitê Flávio-Dilma em um ponto onde milhares de ludovicenses passam todos os dias.

Confira a íntegra da decisão aqui.