Roberto Costa diz que votou pelos empregos gerados pelo maior grupo atacadista do MA

O deputado Roberto Costa (PMDB) foi o fiel da balança na votação do projeto de Lei nº 224/2016, de autoria do Poder Executivo, que institui o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento dos Centros de Distribuição no Estado do Maranhão. O projeto concede benefícios fiscais a empresas que têm capital social acima de R$ 100 milhões e mais de 500 empregados.

Questionado sobre ter ajudado de forma crucial o governo, Costa afirmou que tem coisas que não se tratam de governo ou oposição, mas de benefício para o estado e ele não poderia ter se abdicado. “Ora, se não votasse hoje por simples falta de quórum, sera votado e aprovado segunda-feira. Que diferença? Eu não faço esse jogo de deixar um projeto que vai beneficiar a geração de empregos no Maranhão ficar parado somente porque para deixar o governo sendo desgastado mais dias e prejudicar os maranhenses”.

O deputado também comentou as críticas da oposição sobre o fato e apenas o maior grupo atacadista do Maranhão ser beneficiado. “Ha, mas disseram que só o Mateus será beneficiado. Que bom que o Mateus será beneficiado, que é uma empresa maranhense, que gera 22 mil empregos. Eu votei em nome destas 22 mil famílias maranhenses. E com o projeto, outras grandes empresas podem se instalar no Maranhão e termos ainda mais empregos gerados”, afirmou.

Mas nos bastidores, a relação entre Roberto Costa (leia-se também o senador João Alberto) e o grupo Sarney parece estar azeda bem antes deste episódio. E o clima deve esquentar ainda mais.

Política maranhense em notas

As contradições do garoto de Anajatuba

O deputado Eduardo Braide mostra o quanto é contraditório para atingir seus objetivos. Na campanha eleitoral deste ano fez juras de amor ao governador Flávio Dino para em seguida “descer o sarrafo” no governador. Agora, estufou o peito para dizer que é que contra aumento de impostos. Mas votou a favor de reajuste maior do mesmo ICMS no governo Roseana Sarney quando ainda não existia crise. Muita contradição!

Tavares chama Adriano Sarney de mentiroso

Em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora FM, o secretário chefe da Casa Civil, Marcelo tavares, falou cobre o projeto de readequação do ICMS. Ele lembrou que o reajuste do Maranhão é menor do que nos outros anos e do que em outros estados. “É balela dizer que o governador Flávio Dino recebeu o Estado equilibrado. É uma mentira do deputado Adriano Sarney e do Eduardo Braide que advogam esta tese. Como é que um Estado que tinha só R$ 24 milhões em conta e só pra Cemar deve R$ 32 milhões é um Estado equilibrado?”, afirmou lembrando as várias dívidas que o governo Roseana deixou, inclusive não pagando os empréstimos consignados dos servidores.

Mirante tenta acuar Bira

A equipe de TV Mirante, que estava nesta quinta-feira (15) na Assembleia Legislativa, pela primeira vez na história pegou uma sonora do deputado Bira do Pindaré (PSB). O repórter miranteano esperou firmemente até o final da prolongada sessão para perguntar a Bira se ele a favor ou não do aumento do ICMS para jogar o deputado contra a opinião pública. Bira saiu bem para não dar a resposta que seria editada e usada de maneira distorcida.

Weverton segue como líder

A bancada do PDT na Câmara Federal reconduziu o deputado Weverton Rocha à liderança da bancada em 2017. O maranhense irá encaminhar os votos dos 21 pedetistas no próximo ano em temas importantes, como a reforma da Previdência. O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou que a recondução de Weverton é um mecanismo para agradecer os importantes trabalhos que o parlamentar maranhense tem realizado à frente da bancada pedetista.

Bacabal sem prefeito

A Justiça Eleitoral decidiu não diplomar nem Roberto Costa nem Zé Vieira para assumir o comando de Bacabal. A juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira, titular da 13ª Zona Eleitoral informou que a diplomação prevista será nesta quinta-feira (15) apenas vereadores e suplentes eleitos na cidade de Bacabal. A juíza informou que  “o candidato mais votado nas últimas eleições em Bacabal, teve o registro de candidatura indeferido, permanecendo a decisão de indeferimento do registro ainda pendente de trânsito em julgado, em face da interposição de recursos pelo impugnado. Assim, até que haja o julgamento do recurso interposto pelo Tribunal Superior Eleitoral, não haverá proclamação de eleitos e nem diplomação para os cargos de prefeito e vice‐prefeito, no município de Bacabal”. Quem for eleito presidente da Câmara, assumirá a prefeitura interinamente.

A controversa filiação de Paulinha Lobão

paulinhaA cúpula do PMDB se surpreendeu ao saber que a apresentadora Paulinha Lobão não estava filiada ao partido nos registros do Tribunal Regional Eleitoral. Paulinha segue filiada ao PSD no FiliaWeb, mesmo tendo assinado ficha do partido comandado por João Alberto no Maranhão.

O deputado estadual Roberto Costa, nome qualificado para falar pelo partido, ratificou ao Blog a intenção de lançar a candidatura de Paulinha Lobão, acreditando que a apresentadora estaria filiada ao partido. A própria apresentadora, falou ao blog do Jeisael Marx que era assediada por vários partidos e que seu nome é lembrado pelo trabalho que desenvolve junto às comunidades.

Nenhuma das duas partes sabe ao certo quem boicotou a filiação de Paulinha, que não foi homologada na Justiça Eleitoral.

Mas fato é que o partido vê com bons olhos a possibilidade da candidatura de Paulinha pelo grupo Sarney, seja por PMDB ou PSD.

O PSD declarou apoio formal ao prefeito Edivaldo. Mas parece que nem mesmo os peessedistas sabiam que tinham Paulinha em seus quadros.

Política maranhense em notas

Guerra do PMDB no limite I

fabiorobertoO vice-presidente Michel Temer saiu do Maranhão com uma certeza sobre seu partido no estado: está aos frangalhos, com seus líderes se digladiando. A briga entre Roberto Costa e Fábio Câmara teve episódios mais intensos em meio à visita de Temer. O caso Tágide France foi o estopim para que a discussão, antes apenas nos bastidores, se tornasse uma guerra pública sem limites.

Guerra do PMDB no limite II

despejoFábio Câmara trocou as fechaduras da sede do PMDB e expulsou os membros da Juventude do partido – todos ligados a Costa – jogando seus pertences na rua. Fábio está revoltado com a repercussão negativa que teve por conta das acusações da assessora de Roberto Costa. Já existe ameaça da direção nacional do PMDB de expulsão de Câmara. E a reação deve ser ainda maior contra Costa. Fábio Câmara promete atrapalhar a eleição de Roberto Costa em Bacabal como vingança.

Disputa na região Turu-Vila Luizão

praçaturuA disputa dos vereadora Marquinhos (DEM) e Ivaldo Rodrigues (PDT) promete ser mais ferrenha este ano do que foi na eleição de 2012. Os dois disputam votos na mesma região do Turu, onde a prefeitura entregou a Praça Irmã Gabriela, na última sexta-feira (4). Marquinhos colocou um carro de som do outro lado da Praça para ficar anunciando que a obra foi feita por conta de seu Requerimento. Ivaldo disse que já solicita a Praça há muito tempo. O clima ficou tenso entre os dois na inauguração. A foto mostra bem como todos estão felizes com a inauguração, enquanto Ivaldo e Marquinhos não conseguem esconder a insatisfação um com a presença do outro. A briga pelos votos na região promete.

Roberto “Racha”?racha

E o Jornal Pequeno na edição de domingo (6) resolveu estender seu bom humor para além do Colunaço do Pêta. Na matéria com o senador Roberto Rocha sobre suas articulações para as eleições de 2016 e sua provável candidatura a governador, o JP chamou Roberto Rocha de “Racha” no meio do texto – o que não passou despercebido ao Blog. Claro que pode ter sido apenas um equívoco de digitação, mas que parece ter muita relação com o próprio contexto da matéria, isso tem! Destaque sublinhado em vermelho ao lado.

Cadeira vazia

cadeirarobertoO senador Roberto Rocha não compareceu ao lançamento das unidades do Iema nesta segunda-feira (7). Com o ministro da presidente Dilma presente e seu desafeto Bira do Pindaré como estrela do lançamento, Rocha não tinha muitos motivos para comparecer. A cadeira marcada para que o socialista prestigie a implantação de um grande projeto de educação profissionalizante e tecnológica  ficou vazia. Mesmo que negue em palavras, os gestos do Senador estão cada vez mais distantes do Palácio dos Leões.

O confronto do Dia 13

mortepixulecoO governador Flávio Dino determinou ao secretário Jefferson Portela rigoroso esquema de segurança para garantir o direito a manifestação de todos no próximo domingo (13). O movimento anti-PT fará seu ato na Avenida Litorânea e podemos ter conflito maior do que o da Praça Maria Aragão. Não existe previsão de ato do PT na Litorânea até o momento. Pelo calendário, o partido tem um ato hoje (8), já realizado na Praça Deodoro, e terá outro no final do mês. Mas os lulistas mais radicais já se organizam contra o “Pixuleco”.

Ponto alto da crise entre Dilma e Temer, Padilha estará no Maranhão amanhã

Roberto Costa recebe Eliseu Padilha nesta quarta-feira (9)

Roberto Costa recebe Eliseu Padilha nesta quarta-feira (9)

Nesta quarta-feira (9), o ex-ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, cumprirá extensa agenda no Maranhão. O vice-presidente da Fundação Ulysses Guimarães receberá, em sessão solene no Plenário da Assembleia Legislativa, a Medalha do Mérito Legislativo “Manoel Beckman”, às 16h. O projeto que concede a honraria é de iniciativa do deputado estadual Roberto Costa (PMDB).

A saída de Padilha do governo Dilma foi o ponto alto da crise entre o PMDB e o governo petista. Padilha entregou o cargo por meio de um bilhete. A presidente não queria que ele saísse. Padilha é próximo ao vice-presidente Michel Temer. Na carta de Temer a presidente, o vice disse que Padilha deixou o governo em razão de muitas “desfeitas”.

No Maranhão, Padilha participa da Convenção da Juventude Peemedebista, no Plenarinho da Assembleia Legislativa, às 9h, e dará posse à nova diretoria da Fundação Ulysses Guimarães no Maranhão, tendo como Presidente da Fundação, o atual presidente da Juventude peemedebista (JPMDB), Assis Filho. Logo após, concederá entrevista coletiva.

PMDB de São Luís continuará nas mãos do grupo de Roberto Costa

Aliados de Roberto Costa no controle do PMDB de São Luís

Aliados de Roberto Costa no controle do PMDB de São Luís

O PMDB definiu para o próximo dia 28 a eleição para novo presidente do diretório municipal do partido, em substituição a Roberto Costa, que transferiu seu domicílio eleitoral para o município de Bacabal.

Independente de quem for o eleito, o diretório ficará sob o controle do grupo de Roberto Costa. Dos 31 membros do diretório, 27 são ligados a Roberto, inclusive, a maioria da Juventude do partido que botou Hildo Rocha para correr da sede (relembre).

Até o momento, se lançaram pré-candidatos o atual vice-presidente, vereador Fábio Câmara, a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, e o Superintendente da Funasa, André Campos. Helena aparece como favorita pela boa relação com Costa e não ter o nome tão atrelado ao deputado como André Campos.

Ainda que em um gesto do presidente estadual da legenda, João Alberto, Fábio Câmara seja eleito, terá pouco poder de decisão dentro da esfera municipal, que tem como maioria absoluta aliados de Roberto Costa.

PMDB volta a “lavar roupa suja” na tribuna da Assembleia

Blog do Jorge Vieira

andrearobertoA briga entre as correntes que estiveram envolvidas na disputa pelo comando do PMDB no Maranhão, semana passada, deixou a sede do partido e se transferiu para o plenário da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (04). Ainda por conta da refrega entre o senador João Alberto e ex-secretário Ricardo Murad, os deputados Roberto Costa e Andréa Murad voltaram a lavar roupa suja e trocar acusações sobre o resultado da convenção.

A parlamentar, que era candidata a presidente, mas curiosamente no dia da eleição estava em passeio na Flórida (EUA), retornou ao plenário na manhã de hoje cobrando satisfações da direção peemdebista e acusando o senador João Alberto de autoritário, de ter conduzido a convenção de forma ilegal e antidemocrática ao não permitir a inscrição de sua chapa, mas foi prontamente rebatida em suas afirmações.

“O que é difícil de aceitar é o medo, o cerceamento democrático, passei dias ouvindo que iríamos ser derrotados, e eu estava preparada para a vitória e para a derrota, a política tem dessas coisas, mas o que me entristeceu foi a anulação de qualquer possibilidade, até o direito de perder nos foi retirado, e isso, convenhamos, não faz jus a história desse partido. A minha lealdade ao PMDB continua inabalável, não será uma mancha pequena causada por poucos que irá afetar a grande história construída por muitos. Esse é um episódio menor na história do PMDB”, provocou Andréa.

A resposta veio na bucha. Durante intervenção, na tribuna, o deputado Roberto Costa, aliado do senador João Alberto, advertiu que todo processo da convenção do PMDB foi legal, “porque a Justiça nos deu esse direito, o diretório nacional do PMDB nos deu esse direito, agora querer discutir juridicamente com o Dr. Michel Temer, presidente nacional do partido, um dos juristas mais reconhecidos do Brasil, aí é demais”, ponderou Costa.

Continue lendo..

Roberto Costa ressalta que eleição do PMDB teve participação de 80% dos aptos a votar

robertocostaO deputado estadual e líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado Roberto Costa (PMDB), destacou, em sua fala na tribuna, na manhã desta terça-feira (03), a Convenção Estadual do partido, ocorrida na última sexta-feira (30).

“É com muita alegria que hoje venho ressaltar a Convenção Estadual do PMDB, ocorrida na última sexta-feira, na sede do diretório regional do partido. Destaco aqui também os quase 80% dos convencionados com direito a voto, presentes, além de delegados de todo o Maranhão, demonstrando sua confiança no partido”, disse.

O peemedebista frisou também a quantidade de votos para a chapa do senador João Alberto, com 95% dos votos. Para ele, grande votação demonstrou o prestígio do senador como liderança à frente do PMDB.

“Isto mostra a confiança e o prestígio do senador junto aos vereadores, prefeitos e demais lideranças do PMDB. Enfatizo também as presenças dos senadores Edison Lobão e Edison Lobão filho, da ex-governadora Roseana Sarney, dos deputados federais Alberto Filho e João Marcelo, além dos vereadores Fábio Câmara e Helena Duailibe, que vieram prestigiar o momento. Estas presenças também mostram que o trabalho que João Alberto desenvolve na legenda conquista a admiração de todos os militantes e líderes do PMDB”, afirmou.

Roberto Costa contra-ataca Murad: “age de forma desesperada”

robertocostaA eleição do diretório estadual do PMDB é na próxima sexta-feira (30). e o clima de guerra dentro do partido está acirrado com a proximidade do pleito O grupo do ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, lançou a deputada estadual Andrea Murad como candidata a presidente contra o atual comandante, senador João Alberto. Andrea e Hildo Rocha acusaram João Alberto e o deputado Roberto Costa de fraudarem a ata da eleição.

Roberto reagiu às acusações dos adversários no partido. Para o deputado, Ricardo criou o fato por saber que não vence a eleição. “Ele [Ricardo Murad] age de forma desesperada na tentativa de não ser desmoralizado, por não conseguir o apoio da maioria dos diretórios. Eles já perceberam que essa candidatura está sendo repudiada pelos membros do partido. Tanto é, que a chapa deles é formada por 90% de pessoas de Coroatá, isso reforça que eles não têm o apoio para continuar nessa disputa”, disse ao blog do Gilberto Léda.

O deputado disse ainda que a eleição está mantida e não será adiada. Ele acusou Murad de tentar inviabilizar a eleição por não conseguir construir espaço democrático de diálogo. “Não passa de factóide criado por Ricardo Murad que a eleição poderá ser adiada. Na verdade eles estão espalhando isso porque querem criar uma instabilidade em função de não ter conseguido o apoio da maioria dos diretórios, compostos por delegados e líderes políticos. Todos já conhecem sua história. Essa prática de Ricardo já é conhecida nos partidos por onde ele passou. Como ele não consegue construir espaços democráticos de diálogo, ele tenta inviabilizar a conjuntura partidária, tumultuando o processo. Não aceitaremos que o PMDB seja usado como escudo para defender os interesses pessoais de Ricardo Murad, e isso é consenso entre os partidários”, alfinetou.

Roberto Costa será candidato a prefeito de Bacabal; PMDB de SL terá novo comando

robertocostaO deputado estadual Roberto Costa (PMDB) mudou o domicílio eleitoral nesta terça-feira (29). O peemedebista deixa a presidência do diretório municipal do PMDB de São Luís e passa a ser eleitor de Bacabal. O deputado será candidato a prefeito do município, onde é favorito para vencer as eleições.

Agora, o comando do PMDB de São Luís passa a ser provisoriamente do vereador Fábio Câmara. Mas Costa deixa um Diretório Municipal formado principalmente por seus aliados. Ele pretende eleger André Campos ou Flávio Trintade para o comando da legenda em São Luís.

A mudança ocorre em um momento de intensa atribulação com as investidas pelo apoio do PMDB para as eleições na capital.