Prefeitura lança sistema de avaliação e metas para melhorar o IDEB de São Luís

O prefeito Edivaldo lançou, nesta quarta-feira (28), o programa “Educar Mais: Juntos no Direito de Aprender”, que entre outras ações e projetos vai implantar o Sistema Municipal de Avalição de São Luís, fortalecer os programas da formação continuada e atualizar a proposta curricular da rede municipal de ensino. A implantação do Sistema de Avalição é uma das mais fortes ações do programa que está sendo feito em parceria com o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF).

Leia também: Educação de São Luís tem destaque positivo no Ideb

Ao falar da importância do programa, o prefeito Edivaldo destacou que ele consiste em um novo sistema de avaliação da rede pública municipal, com metas definidas e que vai permitir acompanhar, de forma individual, cada aluno. “A meta do programa é melhorar o nosso Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que já vem em uma curva crescente, e continuar investindo na educação na nossa cidade”, disse o prefeito que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, do vice-prefeito, Julio Pinheiro e do secretário de Educação, Moacir Feitosa.

Edivaldo completou dizendo que a Prefeitura já vem investindo forte na melhoria da estrutura física das escolas, na valorização dos profissionais da educação e que o programa vem somar na gestão. Ao falar para um auditório lotado de professores, gestores, coordenadores, funcionários e técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o prefeito conclamou a todos a se engajar nesse que é um projeto que trata melhorias para todos.

“Esta é mais uma ação positiva que estamos lançando em nossa gestão. E nós temos investido, mesmo com todas as dificuldades. Tenho dito a Moacir (Feitosa) que a Educação é a principal prioridade do nosso governo, a educação em primeiro lugar”, reforçou o prefeito. “Esse programa que estamos lançando precisa contar com o apoio de todos para atingirmos as metas desejadas”, acrescentou o prefeito.

Avaliação

O sistema de avaliação implantado a partir do programa visa a consolidação de uma cultura de avalição na rede pública de ensino, baseada em princípios fundamentais, tais como descentralização, gestão participativa, formação continuada, que vão permitir a elevação da qualidade educacional, construída na coletividade e demarcada por indicadores educacionais bem definidos.

A data para a primeira avaliação já está marcada, será dia 16 de agosto. “A parte mais complexa, do ponto de vista da operacionalidade, começa a partir de agosto, quando será feito o primeiro diagnóstico. Em 15 dias nós já teremos a avaliação e, a partir daí, estaremos reunidos para fazermos o planejamento das intervenções, conforme determinação do prefeito Edivaldo”, explicou o secretário Moacir Feitosa.

Segunda edição consolida a Feirinha São Luís no Centro

Sucesso de público, a segunda edição da Feirinha São Luís celebrou toda a diversidade de ritmos, formas, cores e sabores do Maranhão. A iniciativa da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), tem como proposta revitalizar o espaço da praça, incentivar a pequena produção e promover o intercâmbio sociocultural. Unindo o que há de melhor da culinária, arte, produção rural e cultura regional, o evento ocorre todos os domingos, na Praça Benedito Leite (Centro), das 7h às 15h.

O titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, atribui o sucesso do projeto à variedade de opções. “A proposta de reocupar o Centro Histórico aos domingos, por orientação do prefeito Edivaldo, é de grande responsabilidade, reunimos o melhor que tem em nossa terra, como nossas brincadeiras folclóricas, o artesanato, artes plásticas, a culinária peculiar, que agrega sabores do norte e nordeste, a produção agrícola, além da literatura, para valorizar os escritores e poetas da ‘Atenas brasileira’. Tudo isso agregou valor ao projeto, que já foi abraçado pela população, atraindo turistas e gerando renda”, garante Ivaldo Rodrigues.

Celebrando o mês junino, as apresentações culturais da segunda edição da feirinha, vieram em clima de São João, animando os presentes, o grupo de Cacuriá Assacana, Boi Pirilampo (orquestra), Grupo Lamparina e encerrando as atrações culturais, o boi Encanto da Ilha (orquestra). A Banda da Feirinha já é atração confirmada em todos os eventos.

O presidente do Boi Pirilampo, Renato Dionísio, frisa a importância da iniciativa. “Estou extremamente contente com essa iniciativa, de estabelecer uma atividade e revitalizar esse conjunto de casarios fantásticos, dando uma alternativa turística para o dia na cidade com essa feira. A nós, representantes culturais, cabe apoiar e incentivar as boas ações que são realizadas”.

O paulista Marcos Almeida Gomes, que há 3 anos mora em São Luís, elogiou a feirinha. “Os alimentos frescos, com preços bons, vemos a qualidade de tudo, com muita segurança. A Prefieura está de parabéns e deve dar continuidade a este projeto que mostra uma parte da riqueza do Maranhão”, disse.

Rodoviários adiam greve para a próxima terça-feira (13)

Página 2 – O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão anunciou que a greve, que começaria na segunda-feira (12), foi adiada para as primeiras horas de terça-feira (13). De acordo com a categoria, a mudança de data da paralisação é em decorrência de uma orientação do Departamento Jurídico da entidade.

“A entidade não é de acordo em promover situações, que possam gerar transtornos a cidade. Nos últimos dias, o Presidente, Isaias Castelo Branco e demais diretores, estão empenhados em atender os chamamentos do sindicato patronal, buscando uma definição, no que se refere à celebração da Convenção Coletiva de Trabalho 2017-2018”, informou o Sindicato por meio de nota.

Ainda de acordo com a categoria, os Rodoviários têm dado todas as oportunidades aos empresários para que ocorra um entendimento entre as partes, antes de partir de fato, para uma greve. Mesmo diante desse impasse, a entidade disse ter adotado todas as medidas possíveis, antes de paralisar o sistema.

Porém, tudo ainda pode mudar. Segundo o Sindicato, até a segunda-feira (12), a categoria estará à disposição dos patrões para negociar os itens da Convenção, que garante a permanência dos direitos dos trabalhadores. A entidade pediu ainda entendimento à população e acusou intransigência dos empresários.

Rodoviários suspendem greve e ônibus circularão na segunda-feira

Na manhã desta sexta-feira (02), representantes do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão e do sindicato patronal, se reuniram na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. A intenção foi mediar as negociações, na tentativa de proporcionar um acordo entre as partes. Mais uma vez, trabalhadores e patrões não chegaram a um entendimento.

Apesar disto, ficou acordada nova rodada de negociação e os ônibus não irão parar na segunda-feira (5). Os Rodoviários reivindicam reajuste salarial de 13%, enquanto que os empresários oferecem aumento de apenas 2,5%. Ao final do encontro a Superintendente do Trabalho e Emprego no Maranhão, Lea Cristina, marcou uma nova mediação para segunda-feira (5), às 14 horas e solicitou a suspensão do movimento grevista, até a realização deste novo encontro. O pedido foi acatado pelos Rodoviários.

O Sindicato dos Rodoviários já havia sido notificado pelo Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, nesta quinta-feira (01), a manter pelo menos, 60% da frota de ônibus circulando na capital, caso fosse deflagrada a greve dos trabalhadores que atuam no transporte público de São Luís, na próxima segunda-feira (05). Se a determinação da justiça não fosse cumprida, a entidade teria que pagar multa de mil reais por cada hora que durasse o movimento.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaías Castelo Branco, ressalta que não se chegue a um acordo, os rodoviários poderão cruzar os braços. “Suspendemos o movimento grevista, até que esse novo encontro aconteça, mas se percebermos que de maneira alguma, haverá acordo através da conversa, os Rodoviários cruzarão sim, os braços”, avaliou.

Decisão que proíbe aumento da tarifa de ônibus continua valendo

Desembargadora Ângela Salazar manteve decisão da primeira instância proibindo aumento de passagem no primeiro ano de contrato

Não há o que se falar sobre aumento de passagens do transporte coletivo de São Luís neste momento. Houve uma greve também no início deste ano e foi novamente suscitada a possibilidade de reajuste da passagem. Acontece que o transporte coletivo de São Luís hoje é regido por um contrato com direitos e deveres bem definidos.

No início do ano, a Justiça acatou o pedido da prefeitura proibindo a possibilidade de aumento até o final do primeiro ano de contrato, como regeu a licitação. O juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, determinou que as empresas Primor, Consórcio Upaon Açu, Consórcio Taguatur – Central, São Miguel de Uberlândia e Expresso estão proibidas de reajustar as tarifas.

O SET entrou co agravo de instrumento da decisão no Tribunal de Justiça. No mês de abril, a desembargadora Ângela Salazar negou provimento ao recurso e manteve o direito da prefeitura de não colocar sequer em discussão o aumento da passagem até o final do primeiro ano do contrato. O prazo expira em setembro deste ano.

Ou seja, o litígio entre rodoviários e empresários deve ser resolvido entre eles, com concessões de ambas as partes. Mas o reajuste da tarifa está proibido pelo contrato da licitação ratificado por decisão judicial. O descumprimento da decisão gera multa de R$ 500 mil por dia.

Rodoviários marcaram greve para segunda-feira. Aumento de tarifa não está em jogo

Postos de saúde da Prefeitura recebem população no Dia D de vacinação contra a gripe

O motorista Epitácio Soares, 30 anos, compareceu bem cedo ao Centro de Saúde do Turu II, ponto de partida do Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus influenza, com o filho Diego Gaspar, de um ano e meio, para garantir a vacinação do menino. “Eu acho que é importante porque vai prevenir essa doença e como estamos no período com chuva e mudanças de clima toda hora, é muito bom, principalmente para as crianças”, destacou.

O Dia D promovido pela Prefeitura de São Luís, levou centenas de pessoas aos 63 postos de saúde da capital, neste sábado (13). O prefeito Edivaldo participou da largada reforçando a importância da vacinação para manter a doença longe. No Centro de Saúde do Turu II, quem procurou a vacina saiu satisfeito por estar cuidando da própria saúde. A secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe marcou presença no local para somar no incentivo ao público.

O vírus influenza é o causador da Gripe ‘. A meta da capital é imunizar cerca de 190 mil pessoas na campanha, que encerra 26 de maio. “Eu convido todos que integram o público-alvo da campanha a compareçam aos postos para tomarem a vacina. Principalmente crianças e idosos. Neste momento devemos unir forças e todos colaborarmos para que essa ação de saúde tenha êxito. Depois desse dia, os postos permanecem oferecendo a vacina. Vamos participar para que esta doença não atinja nossa população”, ressaltou o prefeito Edivaldo.

“Esperamos que as pessoas compareçam para prevenir a doença. Que os pais e mães tragam suas crianças e idosos, que são os mais vulneráveis e garantam a saúde deles. Essa gripe pode levar à internação e até complicações, então, vacinar é imprescindível. A campanha continua ao logo do mês e nossa expectativa é que a meta seja alcançada. Nesta véspera do Dia das Mães, que todas as mães protejam seus filhos vacinando”, destacou secretária de Saúde, Helena Duailibe.

O secretário adjunto de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, da Secretaria Estado de Saúde (SES), Marcelo Rosa, compareceu ao Dia D, representando o Governo do Estado. Ele reiterou a importância desta campanha e alertou para os riscos de não se vacinar. “A gripe é uma doença séria e as pessoas devem ter muita atenção, pois, pode levar a quadros bem graves. Chamamos a atenção da população prioritária para comparecer e somar no combate da doença”, reforçou.

MOBILIZAÇÃO

Na grande mobilização do dia D, os postos funcionaram das 8h às 17h do sábado para que as pessoas tivessem tempo para a vacinação. O público-alvo da campanha são idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a cinco anos incompletos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias depois do parto), trabalhadores da saúde, doentes crônicos, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, indígenas, profissionais de saúde e professores das redes pública e privada. Pessoas que estiverem com gripe forte incluindo sintomas de febre e os que têm alergia à proteína do ovo é orientado não vacinar até que melhore.

Aos 81 anos, o aposentado José Ribamar Caldas se orgulha de ser saudável e diz que não perde uma campanha de vacinação. “Toda campanha eu venho. Sempre vacino, é rápido e o tratamento é ótimo. Faz é tempo que eu não sei o que é ter gripe”, afirmou.

Igualmente, a aposentada Claudionora de Abreu Caldas, 78 anos, diz que sempre comparece às campanhas. “Eu tenho uma saúde muito boa e nunca deixo de comparecer. Vacinar é muito importante e todos devem cuidar da saúde”, disse ela.

As pessoas devem comparecer aos postos portando documento de identificação, a carteira de vacina e os que possuem doenças crônicas devem apresentar prescrição médica.

Edivaldo empossa Rommeo Amin na Secretaria de Desportos e Lazer

Em solenidade no Palácio La Ravardière, nesta sexta-feira (5), o prefeito Edivaldo empossou o novo titular da Secretaria Municipal de Desportos e Lazer (Semdel). Assume a pasta Rommeo Pinheiro Amin Castro, anteriormente secretário adjunto do órgão, substituindo Júlio França, que deixa a Semdel para assumir a Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Regional, órgão que integra a Secretaria Estadual de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap).

Presentes à solenidade de posse estavam o vice-prefeito Júlio Pinheiro; o secretário municipal de Articulação Política, Jota Pinto; o ex-secretário da Semdel Júlio França; o secretário de Estado de Comunicação e Articulação Política (Secap), Márcio Jerry; o deputado federal Weverton Rocha; o secretário de Estado de Desporto e Lazer (Sedel), Márcio Jardim; e os vereadores Sá Marques, Ricardo Diniz, Raimundo Penha e o líder do governo municipal na Câmara, Pavão Filho e demais autoridades.

O prefeito ressaltou que as mudanças são próprias da dinâmica da administração pública e promovidas em favor da população. “Hoje estamos dando posse a um gestor que já colaborava com a administração e, temos certeza, vai contribuir ainda mais. O trabalho iniciado pelo secretário Júlio França terá seu prosseguimento sob a nova coordenação e assim, continuaremos promovendo o acesso ao esporte e lazer aos ludovicenses. Deixa a secretaria um homem experiente e assume um jovem, com competência para trabalhar pelo esporte maranhense”, disse o gestor.

Em seu relato, o vice-prefeito Julio Pinheiro pontuou a mudança no comando da Semdel. “O novo secretário dá prosseguimento à política voltada para a população e de compromisso com as questões sociais, na luta por uma cidade melhor. A gestão ganha com o novo secretário e conta sempre com a parceria de Julio França por um esporte e lazer sempre acessível e desenvolvido”, reiterou o vice-prefeito.

Rommeo Amin chega ao comando da pasta com a proposta de dar continuidade aos projetos idealizados pela gestão anterior e trabalhar para tornar as atividades desportivas e de lazer ainda mais acessíveis à população ludovicense. “Nossa intenção é reforçar o que já vínhamos realizando na gestão anterior e ampliar os programas e projetos com fins a alcançar mais pessoas”, enfatizou o novo titular da Semdel.

POLÍTICA DE ESPORTE

O secretário empossado Rommeo Ammim afirmou que sua gestão vai priorizar ações como o projeto ‘Torcedor do Futuro’, que dá a oportunidade a crianças e jovens carentes prestigiar o futebol maranhense. As ações do projeto coincidem com a agenda da Federação Maranhense de Futebol (FMF) e tem como prioridade o público de bairros mais periféricos. Outra medida será prosseguir o convênio com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Luís (CMDCA), no projeto ‘Resgatando vidas através do Esporte’, ação que vai executar projetos de lazer para este público e capacitar instrutores esportivos.

Uma ação que também terá atenção especial do gestor é o programa ‘Movimento e Resgate – Escolinhas da Semdel’, projeto sócio-esportivo voltado para crianças e adolescentes das comunidades de baixa renda, que residem em áreas de elevado risco social. O projeto tem capacidade para atender mais de cinco mil jovens. Os programas ‘Brincando nos Bairros’ e ‘São Luís Saudável’ são outras prioridades. Ações de infraestrutura como a melhoria das praças esportivas também são metas do programa de gestão do novo secretário.

Uber é tão forte que uniu antigos rivais taxistas e “carrinhos”

Não tendo como concorrer com o Uber, taxistas e motoristas de lotação, pressionaram e conseguiram a proibição do aplicativo.

Como nos grandes conflitos da história, quando surge uma nova potência capaz de superar duas forças antagônicas, estas tendem a se unir momentaneamente para acabar com o inimigo comum. A aliança entre taxistas e motoristas de táxi-lotação lembra o tratado entre Hitler (Aemanha-capitalista) e Stalin (União Soviética-comunista) em 1939 de não agressão por terem um inimigo comum: as potências do Ocidente.

Com um grande poder de mobilização, taxistas e motoristas de carrinhos pressionaram de forma muito intensa a Câmara Municipal de São Luís para que fosse promulgada a lei de autoria da ex-vereadora Luciana Mendes proibindo o Uber em São Luís.

A lei foi aprovada no ano passado, mas o prefeito Edivaldo Holanda Júnior não sancionou. Após a forte pressão das duas categorias, a Câmara promulgou a lei que será publicada e passa a valer.

Com um serviço muito novo ainda na cidade, os motoristas de Uber ainda não têm nenhuma organização classista para pressionar os legisladores, Como de praxe, quem tem poder de pressão vence votações em legislativos.

Nem o apelo dos usuários pelo Uber nas redes sociais foi capaz de segurar a pressão de duas categorias que antes brigavam, agora se uniram contra um inimigo muito mais forte, mas ainda sem organização para pressionar.

Bilhetagem eletrônica volta a funcionar em São Luís

Os técnicos conseguiram recolocar a bilhetagem eletrônica em funcionamento na noite desta quarta-feira (19). O sistema já está funcionando.

Os estudantes de São Luís estavam utilizando o passe escolar de papel para que não perdessem o benefício da meia passagem. Os estudantes que compraram o passe poderão continuar utilizando normalmente até acabar.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Trasporte informou que, nesta quinta-feira (20), os postos de recarga de crédito nos terminais de integração irão funcionar, excepcionalmente, das 7h às 20h. Assim, dará oportunidade maior de recarga antes do feriado prolongado. Nos demais locais de recarga (postos da Ufma, Uema, Apicum, Maiobão e São José de Ribamar) o horário de funcionamento será normal, de 8h às 17h.

Uma queima de equipamentos há 20 dias e outra na semana passada causou a pane. As queimas se deram pelas quedas constantes de energia, principalmente na região do Centro de São Luís.

Volta do passe foi solução para manter a meia passagem estudantil

Estudantes têm provisoriamente que comprar o passe escolar

Houve muito questionamento sobre o fato da prefeitura de São Luís voltar com o passe escolar como medida emergencial para que os estudantes não ficassem sem o direito de pagar a meia passagem.

Todo sistema eletrônico integrado é passível de problemas técnicos. Com o sistema de bilhetagem eletrônica de São Luís não é diferente. Lógico que problemas técnicos podem aparecer. Acontece com o sistema da Receita Federal na prestação do Imposto de renda, com as inscrições do Enem entre outros.

Enquanto se conserta o problema, a prefeitura achou uma solução paliativa, que se não é a mais cômoda, é a mais viável para que o estudante não tenha seu direito a meia passagem cerceado: a volta da venda do passe escolar.

Como todos tiveram que comprar ao mesmo tempo, foram formadas grandes filas. Mas os transtornos são menores do que o possível cerceamento do direito à meia passagem.

A perspectiva é que o sistema volte a funcionar amanhã. Mas os passes comprados poderão continuar sendo utilizados. Cada estudante poderia comprar até 10 passes e eles valerão até o dia 30. Ou seja, tempo suficiente para serem gastos.