Marketing Político e Propaganda Eleitoral: ponte aérea São Luís – São Paulo

Sugestão de legenda: San Marinho ao lado de um dos maiores marketeiros do país, Chico Santa Rita, durante aula na USP.

San Marinho ao lado de um dos maiores marketeiros do país, Chico Santa Rita, durante aula na USP.

Maranhão aparece na grande mídia nacional com um destaque de superação.  O empresário maranhense e estudante da Universidade de São Paulo (USP), do curso de marketing político e propaganda eleitoral, San Marinho, figurou como destaque nesta semana no caderno “Educação”, do “Estadão”. Atualmente, o Maranhão e o Nordeste não contam com cursos de especialização nessa vertente, sendo o da USP o único do Brasil.

Com o advento das mudanças nas normas eleitorais e no próprio jeito de fazer política, o maranhense se desprende de muito esforço para, semanalmente, encarar a nada fácil ponte aérea “São Luís- São Paulo”, em busca trazer para o estado novidades quanto ao marketing político. “Primeiro é muito doloroso. Tenho família e a situação financeira que o país atravessa, o custo das passagens aéreas está mais que o dobro de que quando comecei, então é muito complicado manter essa motivação constante, de ter que deixar a família e o custo, que é o que também pesa bastante. Mas tudo isso é muito pequeno perto do resultado que espero conseguir”.

San, que é publicitário de formação e MBA em marketing, com quase 20 anos de atuação profissional, ressalta que não visa somente o lucro financeiro. Ele destaca que traz consigo a proposta de campanhas limpas, com uma abordagem que faça com que o eleitor compreenda a proposta do político. “Resultado que eu falo não é somente visar um alto lucro financeiro. É também contribuir socialmente. Trazer uma nova abordagem, trazendo o eleitor para perto do político, fazer com que o eleitor entenda o político, sem ter que usar de truques ou artifícios que sejam duvidosos. Não é a invenção da roda, mas é trazer alternativas para campanhas limpas, utilizando-se da essência do marketing”, informou.

MUDANÇA DE CENÁRIO

Ao iniciar o curso, San Marinho afirma que o cenário no Maranhão e do país mudaram bastante. “Quando entrei no curso, foi em meio a uma mudança no governo federal e estadual. No estado o início de um novo governo. Na esfera federam vieram as denúncias, reforma eleitoral, etc. De um ano e pouco para cá, a legislação e o cenário mudaram bastante. Até mesmo um profissional do marketing político foi envolvido em escândalo de corrupção”, disse.

Sobre as eleições 2016, San declara que o marketing político está passando pelo desafio de se adequar às novas normas. “A partir dessas variantes, a gente constata que há sim mudança no modo de se fazer as campanhas. Recentemente, tivemos, por exemplo,  a redução do tempo de campanha e a figura também permitida da pré-campanha, além dos aprimoramentos nas campanhas virtuais. E o marketing político tem que acompanhar essas mudanças, os profissionais têm que estar aptos”, disse.

Confira a matéria do Estadão com o depoimento do maranhense.

Roseana Sarney segue sem previsão de alta

roseanaA ex-governadora Roseana Sarney continua em São Paulo sem previsão de alta após passar por sua 23ª cirurgia. Segundo a assessoria do Hospital Sírio Libanês, a ex-governadora apresenta quadro de melhora.

A equipe médica analisou o resultado dos primeiros exames pós-operatórios e considera que a recuperação dela está dentro das expectativas.

Na última quinta-feira (19) ela foi submetida a uma cirurgia após ter o diagnóstico de tumoração em seios da face.

Feirão imobiliário do servidor de São Luís é destaque em evento nacional

IMG_1321 (1)

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Urbanismo e Habitação,participou da Reunião da Comissão da Indústria Imobiliária da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CII/CBIC), realizada na cidade de São Paulo. No evento,um dos assuntos em destaque foi o I Feirão Imobiliário do Servidor Público, promovido pela Prefeitura, Governo do Estado, Sindicato da Indústria e Comércio/MA e parceiros.

O objetivo da reunião foi compartilhar experiências para o aprimoramento dos programas habitacionais com foco na primeira habitação: “A visão que a Prefeitura de São Luís tem é de uma construção civil parceira que é o motor de desenvolvimento do país e dos municípios, e nós não podemos pensar de outra forma, pois colocar em posição antagônica aquele que movimenta o capital, e aquele que administra as cidades e aquele que vive as cidades, é absolutamente incompatível com qualquer regime sensato de desenvolvimento”, declarou Diogo Lima, Secretário de Urbanismo e Habitação.

No I Feirão Imobiliário do Servidor Público, foram disponibilizados casas e apartamentos, na planta, em construção e prontoS para morar, todos os imóveis com vantagens especiais, como por exemplo, a isenção de ITBI. De acordo com o Sinduscon, o Feirão teve um público de mais de 19 mil pessoas e foram negociados mais de R$ 500 milhões em imóveis em dois dias de realização. A experiência foi levada para conhecimento do empresariado da construção civil nacional como forma de mostrar as ações do segmento maranhense e a exitosa parceria do Sindicato com os órgãos públicos, que rendem ações como o feirão e beneficiam a sociedade.

O Presidente do Sinduscon, Fábio Nahuz, explicou que o convite ao secretário Diogo Lima para apresentar a experiência do Feirão na reunião da Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC foi, antes de tudo, um reconhecimento  pelo apoio ao evento  dado pela Prefeitura: “O secretário Diogo Lima teve uma forte participação na elaboração e no funcionamento do Feirão, contribuindo, de forma significativa, para o seu sucesso.  A participação dele foi essencial no tocante à decisão de redução dos valores do ITBI para os servidores públicos que aderiram ao programa. Outras motivações são o profundo conhecimento que ele tem do segmento habitacional de São Luís e sua forte atuação como gestor público”, justificou Nahuz.

Em reconhecimento a iniciativa, o Feirão será apresentado em forma de case e será apresentado no 88º Encontro Nacional da Indústria da Construção, que acontecerá em maio, em Foz do Iguaçú.

Governo dá sua versão sobre caso de criança internada em São Paulo

O governo do Maranhão esclareceu o caso do bebê Luís Eduardo Sousa Filho. O parto do bebê ocorreu em São Paulo, já que a criança sofre de um problema crônico no coração. Segundo o secretário de Estado da saúde, Marcos Pacheco, a família optou por fazer o parto da criança no hospital Beneficência Portuguesa, porque o tratamento não é feito no Maranhão. Ainda segundo a SES, todos os custos relacionados ao parto e à cirurgia do bebê foram pagos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O caso foi para o “Bom Dia Brasil”, da Globo, em matéria feita pela Mirante.

Diretor de Comunicação da AL esclarece denúncias de indiciamento

carlosalbertoO diretor de comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão, Carlos Alberto Ferreira, emitiu nota sobre denúncias publicadas em um blog sobre seu indiciamento em São Paulo de quando o cargo de diretor administrativo da CMTC (Companhia Municipal de Transportes Coletivo). Carlos afirma que já está inocentado em todas as instâncias.

Nota:

Em relação à “denuncia”, requentada, veiculada em blog, sobre meu indiciamento em 1991, quando fui diretor da maior companhia de transporte coletivo do mundo –  a CMTC –  por formação de quadrilha e outros crimes, tenho a esclarecer que:

1 – Fui completamente inocentado de todas as acusações, por ausência total de provas pela Justiça de São Paulo, da denuncia apresentada pelo Ministério Público – 24 anos atrás – em todas as instancias judiciais onde tramitou o processo – transitado em julgado há mais de quatorze anos. Rezam nossas leis, que uma pessoa inocentada na justiça, em qualquer processo, está isento da acusação originária.

2 –  Justiça seja feita, todos os demais denunciados também foram inocentados por absoluta falta de provas.

3 – Não respondo a nenhum processo cível, criminal ou trabalhista, seja em São Paulo – onde morei, trabalhei e estudei por 25 anos –  ou no Maranhão onde moro desde 1994. Para tanto disponibilizo certidões negativas de todas as esferas da justiça – estadual e federal – nestes dois estados ou qualquer outro.

4 – Não sei o objetivo de tais “denuncias”, mas antecipo que não me curvararei às chantagens de qualquer natureza, sejam pessoais, de blogueiros ou meios de comunicação atingidos pelas medidas que estou implantando na diretoria de comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão.

5 – Faço esta nota em respeito aos meus familiares, amigos e aos deputados e deputadas que me ligaram solidarizando contra esta tentativa de achaque – travestido de “notícia” –e informo que encerro aqui todo esclarecimento e não responderei à mais nenhuma nota ou post desta natureza que porventura publiquem de novo.

6 – A despeito deste esclarecimento, tomarei as medidas judiciais cabíveis.

São Luís, 18 de março de 2015

Carlos Alberto Ferreira

Diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão.

nadaconstacarlos

Cleide Coutinho sofre infarto

Ex-deputada Cleide foi submetida a um catetrismo

Ex-deputada Cleide foi submetida a um cateterismo

A ex-deputada Cleide Coutinho, presidente do GEDEMA , sofreu um infarto no último domingo (15) quando se encontrava em São Paulo, acompanhando o marido, deputado Humberto Coutinho, que, na última quarta-feira, 11, submeteu-se a cirurgia de reconstrução do trato intestinal.

Cleide encontrava-se no Hospital Sírio-Libanês (onde Humberto está internado, recuperando-se da cirurgia realizada na quarta-feira), quando se sentiu mal. Ela foi imediatamente submetida a exames, sendo diagnosticada a obstrução da coronária anterior descendente, caracterizando-se o infarto.

A ex-deputada submeteu-se a um cateterismo, ocasião em que lhe foi implantado um stent. A evolução de seu estado de saúde é satisfatória, conforme informações da equipe do cardiologista Roberto Kalil Filho, que comandou o procedimento cirúrgico. Cleide está em um apartamento do sétimo andar do Sírio-Libanês.

O deputado Humberto Coutinho tem alta médica prevista para esta segunda-feira, mas permanecerá em São Paulo, acompanhando a esposa, e domingo retornará a São Luís. O parlamentar reassume a Presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão na próxima segunda-feira (23).

São Paulo é o único estado governado pelo mesmo partido há 20 anos

Ditadura? O estado de São Paulo é o único da federal que é governado pelo mesmo partido há 20 anos. Com a reeleição do governador Geraldo Alckmin, os paulistas serão governados pelos neoliberais por 24 anos consecutivos. Mesmo os paulistas sofrendo com a falta d’água no governo tucano, elegeram mais uma vez o PSDB.

Vejam no gráfico a seguir do jornal O Globo, que somente São Paulo, há seis eleições seguidas, o estado está da mesma cor. Ou seja, somente o PSDB vence as eleições.

historicogovernadoresAté o Maranhão, governado na grande maioria destes anos pelo grupo Sarney (DEM e PMDB), teve um suspiro antes da vitória de Flávio, com a eleição de Jackson Lago (PDT) em 2006, embora ele só tenha ficado pouco mais de um ano no cargo.

A oligarquia tucana completa a metade do tempo da maranhense. Pelo andar da carruagem, devem alcançar o tempo do domínio sarneysta.

“Pelotão ninja” começa a atuar em protestos em SP

Laura Maia de Castro – O Estado de S. Paulo

confrontoSÃO PAULO – Um “pelotão ninja” da Polícia Militar, especializado em artes marciais e sem armas de fogo, atuará pela primeira vez na manifestação marcada este sábado no centro de São Paulo. O ato intitulado “Não vai ter Copa” está marcado para as 17h, na República. Até às 13h, mais de 13 mil pessoas estavam confirmadas na página do evento no Facebook.

O capitão Emerson Massera, porta-voz da Polícia Militar, explicou que a ideia dessa tropa é agir pontualmente. “Esse pelotão agirá de maneira pontual e vai utilizar recursos menos agressivos”. De acordo com Massera, a tropa estará uniformizada e armada com uma tonfa, espécie de cassetete com um suporte para segurar (em formato de L).

Bombas. Na manhã desta sexta-feira, 21, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) fez uma demonstração para a imprensa do potencial do artefato encontrado com o estoquista Fabrício Chaves, de 22 anos, na manifestação do dia 25 de janeiro. De acordo com a polícia, apenas parte da substância encontrada dentro de latas de alumínio na mochila do manifestante foi usada na demonstração. Ao acender o pavio, a substância pegou fogo de forma localizada soltando um pouco de fumaça. Depois de alguns segundos a quantidade de fumaça aumentou, mas não houve explosões.

“A queima feita aqui foi de uma quantidade bem menor do que a encontrada (com os menifestantes Fabrício Chaves e Marcos Rosencrantz no dia 25 de janeiro). Era uma lata de cerveja cheia, disse o capitão do Gate Ricardo Folkis. Ele explica que o material não é explosivo, mas sim incendiário. “Dependendo do local que pegasse e o tempo de contato com a chama, poderia até causar a morte de uma pessoa”. Segundo a PM, a composição é feita de açúcares e outras substâncias que, por questões de segurança, não foram reveladas.

O Gate também fez a demonstração da explosão de um rojão de vara como o que atingiu o cinegrafista Santiago Andrade no Rio de Janeiro. Poucos segundos após ser acionado, o rojão chegou em grande velocidade a uma distancia de pelo menos 50 metros antes de explodir. COLABOROU FABIO LEITE