Portela parte pra cima de Andrea com mais vontade: “seu pai lhe deu um mandato”

O secretário estadual de Segurança, Jefferson Portela, respondeu aos ataques da deputada Andrea Murad com mais dureza ainda do que já havia feito. Em vídeo, o secretário exigiu respeito da parlamentar, voltou a falar da “língua” da deputada, que segundo ele, supostamente virou autoridade pública.

“A senhora não tinha trajetória política para ter um mandato parlamentar. Seu pai lhe deu um mandato. Então, procure honrar, de qualquer forma, o mandato que a senhora tem pra exercer. Então, me respeite. A senhora é uma irresponsável e uma língua suja. Sei que o cidadão de bem não desacredita de mim por uma acusação falsa”, afirmou Portela.

O secretário disseque os ataques de Andrea não o desanimam de continuar combatendo o crime.

 

 

Expectativa de mais 450 policiais nas ruas em dezembro

Novo curso de formação de Soldados começa para mais policiais estarem nas ruas

Novo curso de formação de Soldados começa para mais policiais estarem nas ruas

Uma nova Turma do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar 2015 iniciou nesta quarta-feira (9). Estão iniciando a segunda turma, 439 alunos em São Luis. Além de São Luis, o Curso acontece nos polos de Caxias, Imperatriz, Pindaré, Pinheiro e Presidente Dutra, totalizando 878 alunos. Da primeira turma, que termina o curso em dezembro, 450 caminham para se formar e já atuar já nesse mês nas ruas protegendo a população.

O curso tem duração de oito meses. As aulas para a segunda turma acontecem no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e serão constituídas por uma média de 38 disciplinas. Os alunos são submetidos a avaliações teóricas e práticas de caráter eliminatório e classificatório.

Com mais essa segunda turma são, agora, 1.328 alunos que estão sendo treinados no curso de soldados. O CFSD é efetuado em regime de dedicação exclusiva, em período integral, incluindo atividades noturnas, além dos feriados e finais de semana, quando necessário. Um dos diferenciais desta turma é a descentralização da formação dos novos soldados.

Governo convoca mais 2,2 mil excedentes da Polícia e Bombeiros

policiaisO governo do Maranhão efetivará daqui a pouco a convocação de mais de 2.200 excedenetes do concurso da Polícia Militar e Bombeiros Militares do Maranhão. Os convocados passarão pelo TAF e demais fases para que os aprovados no final do processo sejam incorporados às corporações.

Logo no primeiro dia do governo, Flávio convocou 1.000 policiais. Destes, 388 foram aprovados e se efetivaram. Depois, anunciou a convocação de mais 1.500 em maio. Esta que está sendo efetivada agora, porém com mais convocados do que o anunciado.

Mais informações ainda hoje.

Política maranhense em notas

Operação Cayenne

Foto1_Divulgação - Operação CayenneCarros de luxo; joias, estimadas em mais de meio milhão de reais; e relógios de luxo, alguns deles superando R$ 20 mil, foram algumas das apreensões na Operação Cayenne. A quadrilha acusada de desviar R$ 33,78 milhões na Universidade Virtual do Maranhão (Univima), entre 2010 e 2013. Os ordenadores de despesa do órgão realizavam pagamentos normais aos credores do órgão, que tinham contratos em vigor e que apresentaram faturas a serem pagas. Depois da emissão das ordens bancárias e de confirmar o pagamento pelo banco, o responsável pelo setor financeiro cancelava o pagamento no sistema Siafem e lançava novo pagamento, dessa vez, para empresas fantasmas, usadas apenas para desviar os recursos públicos. A fraude foi realizada durante três anos.

Participação de secretários

olgasimaoNo período da fraude, os órgãos foram comandados pelos ex-secretários de Ciência e Tecnologia Olga Simão e José Costa. Ainda não é possível afirmar o envolvimento de servidores de alto escalão, mas a Corregedoria Geral do Estado, vinculada à Secretaria de Transparência, aprofundará as investigações. O  delegado-geral da Polícia Civil, Augusto Barros, destaca que a operação deflagrada nesta manhã é o cartão de apresentação da nova superintendência de combate à corrupção.

Secretaria de Transparência

rodrigolagoAs investigações que resultaram na operação ocorreram graças às auditorias realizadas pela Secretaria de Estado de Transparência e Controle (STC). O resultado das auditorias levou o serviço de Inteligência da Polícia à quadrilha. Mais uma mostra de que a secretaria têm papel fundamental no combate à corrupção e desvio de dinheiro público. Os auditores desvendaram o esquema de desvio de recursos públicos do órgão através de fraude no sistema financeiro do Estado, o Siafem.

Cemar terá muito que explicar

CemarQuem terá muito que explicar a respeito do Viva Luz é a Companhia Energética do Maranhão. Os R$ 25 milhões que eram pagos pelo governo, deveriam corresponder a 35% da conta de luz dos beneficiados. Os outros 65% eram pagos pelo governo federal. Ora, se existiam 30 mil famílias beneficiadas, a média do que o governo pagava era de R$ 834 por família. E se isso corresponde a apenas 35% da conta de luz, a conta dessas famílias seria em média R$ 2.382. Como pode famílias de baixa renda terem consumo de energia neste patamar?

O discurso fácil do “bandido bom”

Foram 117 vítimas nos 108 casos de homicídio registrados no mês passadoA chacina ocorrida na praia de Panaquatira deveria servir para uma reflexão do velho discurso fácil do senso comum: “bandido bom, é bandido morto”. A população em geral acha que este é o caminho: olho por olho; dente por dente. O episódio de Panaquatira mostra o quanto a reação violenta gera violência em cadeia. Extermínio de bandidos gera reação de outros bandidos contra a sociedade. O problema da violência não se resolve com a uma ” limpeza” matando os “maus” para que apenas os “bons” vivam. O problema a curto prazo é amenizado com mais polícia ostensiva nas ruas coibindo práticas violentas e não exterminando quem as comete. Quem sofre a reação do extermínio é quem não tem como se defender.

Melhor fala de Jefferson

jeffersonportelaO secretário Jefferson Portela fez sua melhor fala como secretário esta semana quando disse que os agentes públicos de segurança devem evitar o confronto onde não existe garantia de domínio da situação. “Nós devemos sempre, como agentes públicos de segurança, evitar o confronto onde a gente não possa ter uma garantia de supremacia da força estatal sobre a força marginal. A orientação é essa, a reação da gente deve ser pautada na possibilidade de domínio e não numa possibilidade de risco”. Quando o policial fora do horário de trabalho e em locais públicos entra em confronto com bandidos armados, coloca em risco a vida de inocentes. Mas é claro, o senso comum, diz que o secretário está “a favor da bandidagem” pedindo a não reação dos policiais. Lamentável.

Parceria para atendimento a pacientes psiquiátricos

Foto 1 Divulgação - Parceria entre Governo e Prefeitura oferecerá mais assistência no atendimento a pacientes psiquiátricosOs serviços de atendimento, transporte e assistência a pacientes em situação de transtorno psiquiátrico terão mais agilidade, graças à parceria formalizada, nesta terça-feira (26), entre o Governo do Maranhão e a Prefeitura de São Luís. A assinatura do termo de Cooperação Técnica garante o dinamismo para atender as ocorrências de atendimento pré-hospitalar e transporte em toda capital maranhense. O trabalho das equipes será feito de forma unificada, adotando um padrão de atuação dos procedimentos nas ocorrências geradas pelo Centro Ciops e pelo Samu. Em alguns casos, como por exemplo, se o paciente apresentar um quadro agressivo ou portar algum tipo de arma, haverá também a solicitação da Polícia Militar para fazer à pronta-intervenção. O trabalho funcionará 24 horas de domingo a domingo, nas instalações do 1º Batalhão de Bombeiros Militar e contará com médicos, enfermeiros, bombeiros socorristas e técnicos especializados em atendimentos desta natureza.

 

Aluísio insiste na tese do vídeo falso em debate na Globo News

aluisioglobonewsO secretário estadual de segurança, Aluísio Mendes, participou nesta quarta-feira (8) do programa do jornalista Alexandre Garcia na Globo News, onde discutiu os problemas de segurança e carcerários no Maranhão. Também participou do debate o desembargador Nelson Missias de Morais, presidente em exercício da AMB.

Sempre que questionado sobre a situação carcerária do Maranhão, Aluísio tentou justificar que o relatório feito pelo CNJ continha erros que macularam a situação do estado. Isto por conta do vídeo que estaria no relatório que não seria de Pedrinhas. Aluísio também afirmou categoricamente que não acontecem estupros na penitenciária.

O desembargador afirmou que o vídeo em questão foi inclusive retirado do relatório após a contestação. Ele também alertou que o maior problema são fatos concretos: mais de 60 presos mortos em um ano, com alto grau de crueldade e cabeças decepadas.

Aluísio também afirmou que o governo tem investido na questão penitenciária como nunca e que o governo não irá recuar ao crime.

Confira a entrevista aqui.

Imagem do Dia: a perda dos inocentes

Foi enterrada nesta terça-feira (7) a menina Ana Clara, 6 anos. Uma vida que estava apenas iniciando, encerrada pela crueldade de criminosos que afrontam o sistema de "segurança" do Maranhão, que não consegue proteger nem as nossas crianças.

Foi enterrada nesta terça-feira (7) a menina Ana Clara, 6 anos. Uma vida que estava apenas iniciando, encerrada pela crueldade de criminosos que afrontam o sistema de “segurança” do Maranhão, que não consegue proteger nem as nossas crianças. O bisavô, que teve um infarto ao saber do estado de Ana, também foi enterrado nesta terça. 

Chaguinhas diz que propaganda de segurança pública do governo é tapa na cara da população

chaguinhasO pequeno expediente da Câmara Municipal de São Luís foi marcado por pronunciamentos dos vereadores Beto Castro (PRTB), Pavão Filho (PDT) e Francisco Chaguinhas (PRP), tendo como foco o clima de insegurança e violência reinante na cidade, onde o exemplo maior foram os últimos acontecimentos do final de semana passado. Quem primeiro abordou o assunto foi o representante do PRTB, aproveitando para dizer que entre as vítimas dos atentados criminosos estava um amigo seu do bairro da Areinha.

“Ontem (segunda-feira, 11), participei de uma reunião quando fui perguntado o que nós estamos fazendo diante de toda essa situação, e respondi que temos buscado todos os mecanismos para tratar da questão”, disse Beto Castro para ilustrar a discussão citando o caso do baixo efetivo policial. Adiante, ele abordou o anúncio da retirada de trailers policiais, bem como a ronda nos bairros, e arremata dizendo que “se retirar os trailers a cidade estará entregue a marginalidade, e se o Executivo não der as mãos como iremos viver e conviver com essa situação”.

POLÍTICA DE GOVERNO

Por sua vez, Pavão Filho falou que “a segurança deve ser uma política de estado e não política de governo, e se faz urgente adoção de ações enérgicas de combate a criminalidade”. Continuando, ele também abordou o caso do baixo efetivo policial no Estado, fazendo uma abordagem técnica dos números de policiais nos estados em comparação a população, chegando ao Maranhão e citou os seguintes dados: com levantamentos de 2013 uma população com cerca de 6.794,301 habitantes e um efetivo de 7.493 policiais, equivalendo um policial para 900 pessoas.

Lembrou o parlamentar pedetista que o concurso para a PM encontra-se em fase final para absorver 1.600 novos policiais, e fez um apelo à governadora Roseana Sarney Murad para a realização de um novo concurso. Ele falou ainda da posse do coronel Zanone no comando da PM, enfatizando que “ele precisa de instrumento pois não tem como atender a demanda e motivar a tropa”.

TAPA NA CARA

Já o vereador Chaguinhas disse que “nós estamos expostos e vulneráveis a toda essa escalada da violência”. Ele afirmou que “essa propaganda de que a pessoa está segura, dorme e até sonha que passa na televisão é um tapa na cara da população”. Essa afirmação foi feita em decorrência de sua avaliação sobre a política de segurança no Estado, e chegou a desafiar a governante maranhense a arregaçar as mangas e promover discussão sobre o assunto.  

Roseana muda comando da PM e mantém Aluísio Mendes no cargo

Coronel Franklin é retirado do Comando da PM de São Luís.

Coronel Franklin é retirado do Comando da PM de São Luís.

A governadora Roseana Sarney (PMDB) definiu junto com o secretário estadual de Segurança Pública, Aluísio Mendes (PSDC), trocar o Comando da Polícia Militar do Maranhão está sendo trocado, a iniciar pelo Comandante Geral da PMMA, Franklin Pacheco.

Franklin tinha muito prestígio no governo. Porém, o de Aluísio Mendes se mostrou muito maior, pois sendo ele o principal “responsável” pela segurança do estado, continua firme no cargo.

O nome dos novos membros da alta cúpula da Polícia Militar deverão ser anunciados ainda hoje.

Com informações do Blog do Diego Emir

Vereadores detonam Aluísio Mendes por faltar a mais uma audiência sobre Segurança

Aluísio Mendes mais uma vez não deu bola para discussão sobre segurança na Câmara.

Aluísio Mendes mais uma vez não deu bola para discussão sobre segurança na Câmara.

Como este blog adiantou na última sexta-feira (1°) (veja aqui), o secretário de segurança pública do estado, Aluísio Mendes, faltou à sessão especial para discutir a segurança na região metropolitana de São Luís. a falta do secretário gerou muitas críticas dos vereadores que reclamaram do desrespeito de Aluísio pelo parlamento.

A prefeitura foi representada pelo secretário municipal de Segurança com Cidadania, Breno Galdino.

Manoel Rêgo (PTdoB) disse que Aluísio é um irresponsável por sua ausência. “Se o secretário recebeu o convite da Casa e faltou ele está sendo um irresponsável. A segurança em nossa cidade está precária. O secretário tem que vir aqui falar com este parlamento. E não é só a segurança, a saúde promovida pelo governo do estado também está péssima”.

Marquinhos Silva (PRB), Estevão Aragão (SDD), Helena Duailibe (PMDB), Chaguinhas (PSB) e Professor Lisboa (PCdoB). O autor do requerimento, Pavão Filho (PDT), confirmou que o convite foi recebido pela secretaria da SSP e o secretário sequer enviou um comunicado explicando os motivos de sua ausência.

Confira o vídeo do depoimento do vereador Lisboa (PCdoB) detonando o desrespeito de Aluísio pela Casa:

 

 

Novembro começa com mesma média de mortes violentas de outubro

Em três dias, novembro teve 11 mortes na região metropolitana.

Em três dias, novembro teve 11 mortes na região metropolitana.

O mês de novembro começou violento na capital maranhense. Após apenas três dias do penúltimo mês do ano, foram 11 mortes violentas na região metropolitana de São Luís. Foram cinco homicídios, um achado morto dentro da CCPJ e cinco mortes em acidentes de trânsito. Outubro, o mais violento dos últimos quatro anos, teve um total 112 mortes violentas. Proporcionalmente, novembro já está com a mesma média. Outubro teve média de 3,61 mortes por dia. Novembro está com média de 3,66.

Do total de mortes violentas, foram cinco homicídios, cinco mortes por acidente de trânsito e um detento encontrado morto no Centro de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) do Anil.

No Anil, foi encontrado enforcado Elson de Jesus Pereira, de 44 anos. A suspeita inicial é que tenha ocorrido um suicídio. O homem que ocupava a cela três, do pavilhão Externo. A Delegacia de Homicídios está investigando o caso.

Ainda na sexta-feira, Melquisedeque Tavares dos Santos, de 21 anos, foi assassinado por arma branca com um golpe nas costas no Alto do Pinho no final da tarde. O autor ainda é desconhecido.

No sábado, foram três assassinatos por arma de fogo. Raimundo Diozeque Magalhães Sena, de 37 anos, na Vila do Povo em Paço do Lumiar; Gilvan Silva Feitosa, de 27 anos, na Madre Deus e no final da noite Carlos Augusto Martins Campelo, de 34 anos, na Vila Embratel.

Com relação aos acidentes de trânsito, foram cinco mortes. Ainda na sexta-feira, em uma colisão no bairro do Santo Antonio, morreram duas pessoas. Raimundo Alves Vieira, de 27 anos, e uma vítima ainda não identificada.

Na madrugada de sábado, em uma mesma colisão duas pessoas morreram no Ipase. Wesley Cutrim Costa , de 20 anos e outra pessoa não identificada. Já na noite de sábado, João Raimundo Santos, de 53 anos morreu em acidente na Forquilha.

O outro acidente de trânsito envolveu a filha do vereador Isaías Pereirinha (PSL). A empresária Isabelle Baroni Pereira, filha do presidente da Câmara Municipal de São Luís, se envolveu em um acidente com morte na tarde de sábado (2/11). A empresária estava com o marido Diego Anderson Caminha, que dirigia o veículo, e mais duas pessoas no carro no momento do acidente. Um dos passageiros era filho do casal. O carro atropelou Durval Oliveira Pereira, de 55 anos, que morreu na hora.

O acidente ocorreu na MA-204 em frente ao Cemitério Jardim da Paz. De acordo com informações, o carro de modelo Siena fez uma ultrapassagem e atingiu a motocicleta, pilotada por Durval, que morreu na hora, com múltiplas fraturas pelo corpo. A vítima era funcionária do parque Aquático Val Paraíso, que fica muito próximo do local do acidente.