Confusão jurídica coloca debate da Mirante em sério risco

decisaoComo este Blog previu, a decisão da Justiça Eleitoral obrigando a TV Difusora a incluir o candidato Eduardo Braide (PMN) em seu debate teria graves repercussões jurídicas que ameaçariam os debate de televisão em São Luís.

Ocorre que o desembargador Raimundo Barros, ao julgar o recurso da TV Difusora contra a decisão que favorecia Braide, decidiu “estender os efeitos da liminar a todos os candidatos ao cargo de prefeito de São Luís, bem como as emissora que, por ventura desejam realizar debates eleitorais visando o pleito vindouro”.

Ou seja, a Justiça Eleitoral entendeu que a liminar favorável a Braide não era exclusiva a ele, o que parecia óbvio já que ele está exatamente na mesma condição de Rose Sales, Valdeny Barros, Cláudia Duras e Zé Luís Lago, sem a representação exigida de mais de 9 deputados na Câmara Federal.

E o magistrado vai além afirmando que a liminar também se estende a todas as emissoras que realizarem debates nestas eleições. O único debate ainda previsto é o da TV Mirante, amanhã (29).

A emissora afiliada à Rede Globo já deixou claro que não é viável um debate com nove candidatos. A pretensão da Mirante é fazer com cinco. Os quatro que tem a representatividade e quem tiver mais de 5 pontos na pesquisa Ibope, tendo a certeza de que deverá ser o candidato Eduardo Braide.

A lambança criada por Braide pode de fato causar prejuízo para o próprio Braide de não participar de mais debates, porque podemos não ter mais debates.

TV Mirante e o tiro que saiu pela culatra

Tentativa de flagra da Mirante: conversa trouxe imagem positiva para o governo

Tentativa de flagra da Mirante: conversa trouxe imagem positiva para o governo

A ânsia da TV Mirante de constranger o governo Flávio Dino lhe rendeu mais um papel com deboche nas redes sociais. A TV de propriedade da família Sarney gravou escondido uma conversa entre secretários estaduais após a reunião na Fundação da Memória Republicana.

Na tentativa de arrancar alguma declaração constrangedora, a TV Mirante só conseguiu noticiar a transformação da Fundação em um memorial às vítimas da ditadura militar, o que realmente a tornaria republicana, em todos os aspectos da nova República,e não apenas na exaltação a um maranhense que foi presidente da República.

O “flagra” só ajudou a divulgar um fator positivo do governo. Não havia a menor necessidade de ser exibido daquela forma, já que não havia denúncia e as informações ali captadas seriam repassadas pelos secretários em sonoras normais sem nenhum problema.

Após o jornal e a boa repercussão nas redes sociais, a ideia tem até ampliado. O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, disse que está desenvolvendo a ideia sugerida de um memorial a todos os lutadores das causas sociais na ditadura e na República. Ele garantiu que mesmo o convento das Mercês sendo um prédio público e o estado podendo fazer qualquer outra coisa de interesse público no local, o manterá como um Memorial Republicano.

Sobre o acervo do ex-presidente Sarney, Jerry afirmou que tudo respectivo ao mandato como memorial de um maranhense presidente da República será mantido, mas os objetos de promoção pessoal, o que é, inclusive ilegal a manutenção pelo estado, serão devolvidos ao Senador Sarney.

Mesmo morno, debate encerra em melhor nível a campanha eleitoral

debate

O debate da TV Mirante Mirante foi considerado morno e de pouquíssima influência no eleitorado a esta altura do campeonato. Apesar disso, foi um embate de melhor nível do que os ocorridos anteriormente. O candidato Edinho Lobão (PMDB) resolveu não apelar e tentou melhorar sua imagem muito arranhada ao longo da campanha.

O candidato Flávio Dino (PCdoB) adotou a estratégia de só fazer perguntas para o candidato Antônio Pedrosa (PSOL). Desta forma, todos os confrontos com Edinho eram encerrados pelo comunista. Na sequência, Edinho pergunta, Flávio responde, Edinho tem a réplica e Flávio encerra com a tréplica. Passando ao eleitor, assim, a imagem de que calou Edinho em todos os confrontos diretos. O peemedebista ainda se irritou por não ter direito de resposta concedido após Flávio citar seu pai em uma tréplica.

A parte mais quente do debate foi o confronto entre Flávio e Edinho sobre o que cada um responde na Justiça. Com vários processos e condenações, Edinho acabou sendo sufocado.

De qualquer maneira, Edinho minimizou a péssima impressão de outros embates, quando atacou ferozmente o adversário e tentou ligá-lo à crise de segurança do estado. Fator positivo do peemedebista. Resta saber se hoje, no último programa eleitoral da TV, manterá a postura para ter uma despedida mais digna do eleitor.

Edinho deverá partir para o tudo ou nada em último debate

Sem se importar em preservar capital político, Edinho deverá ser ofensivo por um tudo ou nada

Sem se importar em preservar capital político, Edinho deverá ser ofensivo por um tudo ou nada

O debate na TV Mirante, que será realizado na noite desta terça-feira (30), é a última grande chance do candidato Edinho Lobão (PMDB) tentar mostrar alguma coisa ao eleitor e reverter a diferença enorme para o primeiro colocado nas pesquisas, Flávio Dino (PCdoB).

Depois de perder muito tempo com uma campanha anticomunismo, Edinho tentou colar Flávio Dino a desgaste de prefeitos aliados e depois tentou transformá-lo em criminoso supondo que a crise no sistema de segurança e em Pedrinhas começou na reta final de campanha e Mário Jardim teria dito que “agentes 65” incendiaram o Nina Rodrigues. Mas nenhuma tentativa surtiu efeito positivo, principalmente, depois que o próprio preso que gravou um vídeo incriminando Flávio Dino, desmentiu a acusação.

Todas as tentativas mais desesperadas foram tomadas por Edinho, mas o efeito só tem sido o contrário: Flávio Dino cresce nas pesquisas e Edinho diminui.

Este é o último confronto tete-à-tete. A expectativa é grande sobre qual a postura de Edinho: tenta melhorar sua imagem com serenidade e propostas ou ataca de maneira devastadora Flávio Dino para tentar tirar alguns pontos do adversário? Ao que tudo indica pelo tom da campanha, o peemedebista optará pela segunda opção.

O debate contará com as participações de Flávio Dino, Edinho Lobão e Luís Pedrosa e começa logo após a novela Império, na TV Mirante.

Flávio Dino esclarece de vez questão comunismo e religião na TV Mirante

flaviomiranteO candidato ao governo do estado, Flávio Dino (PCdoB), concedeu entrevista nesta sexta-feira (22) ao JMTV Segunda Edição, da TV Mirante. Nas perguntas que seriam para constranger Dino, exatamente sobre comunismo e religião, o tiro saiu pela culatra. O comunista acabou tendo uma ótima oportunidade de esclarecer na Globo a bobagem do casamento comunismo-ateísmo e da possibilidade de um governador do partido comunista estabelecer um regime comunista no Maranhão.

Sobre o estatuto do partido comunista solicitar que o filiado submeta as decisões ao partido, Flávio foi direto: “os partidos têm sua importância na democracia, mas nenhum governante pode ser governador de uma família, de um partido. Tem que ser governador de todos. Não sou candidato de um partido, mas de nove partidos”.

Quado questionado se gostaria de implantar o comunismo no Maranhão, o que seria um absurdo jurídico, Flávio Dino foi preciso. “Isto significaria revogar a constituição e todas as leis brasileiras. A pergunta parte de uma premissa segundo a qual o Maranhão seria algo contrário às leis. Eu sou um democrata e meu partido defendeu a democracia”.

Ainda sobre comunismo, o jornalista Sidney Pereira ainda fez referência a associação ateísmo-comunismo ao falar da rede solidária em parceria com a igreja, do programa de Flávio Dino. “Eu sugiro a você, ler o livro do Ato dos Apóstolos, capítulo 04, versículo 32, que define bem o modo de vida dos cristãos. E como quem é comunista defende a comunhão, a comunidade, e é contrário ao império da ditadura do dinheiro”.

Flávio também foi questionado sobre o apoio que recebe dos mais diferentes partidos e como governará com aliados de diferentes tendências. “Temos partidos com todos os três candidatos propomos um programa concordado por nove partidos. A maioria do povo concordando, o programa será cumprido”, afirmou.

Confira a integra da entrevista:

 

 

Procuradoria representa contra Edison Lobão Filho, TV Mirante e TV Difusora

edinhoA Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA) encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral no Estado (TRE-MA) duas representações contra o pré-candidato Edison Lobão Filho, TV Mirante e TV Difusora por propaganda eleitoral antecipada. As representações foram motivadas pela divulgação de várias mensagens televisivas do pré-candidato em homenagem ao Dia das Mães e ao Dia do Trabalhador.
Para o procurador eleitoral auxiliar Juraci Guimarães Júnior, as mensagens conclamam o povo para o apoio à pré-candidatura de Edison Lobão Filho ao governo do Estado por meio de promessas e autopromoção de seu nome.
Ainda segundo o procurador, “a propaganda antecipada realizada pela televisão é gravíssima, pois se trata de uma concessão pública e meio de comunicação de amplo alcance, aliado ao fato de que a TV Difusora tem como sócio majoritário o pré-candidato Edison Lobão Filho, o que desequilibra o pleito e deve ser severamente reprimida pela Justiça Eleitoral”.
Na representação encaminhada ao TRE-MA, foi pedida a aplicação da multa com a avaliação da gravidade do caso, sem prejuízo da análise de eventual abuso do poder econômico e dos meios de comunicação.