Anúncio de Flávio pró-Weverton faz outros pré-candidatos se movimentarem

O anúncio feito pelo governador Flávio Dino (PCdoB) na última sexta-feira (1º), de que apoia o pré-candidato a senador Weverton Rocha fez com que o tabuleiro da formação da chapa esquentasse. Com o reforço do governador, a pré-candidatura de Weverton tende a crescer. Caso o efeito se confirme e o pedetista confirme uma das vagas, restaria apenas a briga pela segunda vaga na chapa.

O deputado federal Zé Reinaldo Tavares (praticamente certo no DEM) tem como trunfo o apoio do partido que é forte nacionalmente e tem tempo de televisão. Esteve no Maranhão o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, e ajudou a dar pressão pela candidatura de Zé Reinaldo.

Além do reforço do peso político de Maia, Reinaldo tem a seu favor o apoio do presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), o que pode significar apoio de um número considerável de prefeitos.

A deputada federal Eliziane Gama confirmou que tem o controle do PPS e que as articulações com o partido passam por sua mão. Além de ser oficiaizada em mais um mandato na presidência do partido, Eliziane emplacou pessoas de sua confiança nos principais cargos da Executiva estadual. Valdêncio Caminha passou a ser vice-presidente e Gleidson Brito o secretário-geral. Eliziane já tem a seu favor o fato de liderar todas as pesquisas de intenção de votos para o Senado.

Waldir Maranhão gerou fatos, mas ainda não demonstra um peso partidário. Waldir é filiado ao Avante e parece ter controle do partido, sendo o presidente no Maranhão o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio. Mas secretário-geral da Executiva Nacional do PTB, deputado federal Campos Machado, anunciou que Waldir acertou a filiação ao PTB para ser candidato a Senador pela legenda.

Mas Waldir continua flertando com o PT, desejando ter o peso de um possível apoio de Lula para ser senador pelo Maranhão, onde o petista lidera as pesquisas para a presidência da República de forma esmagadora. Waldir participou neste domingo (3) de vento da juventude do PT maranhense em Brasília.

Política maranhense em notas

Emenda pior que soneto

As explicações do deputado Zé Reinaldo Tavares para o voto a favor de Michel Temer foram piores do que o fato de votar. Todas sem sustentação. Em artigo (leia aqui), Tavares diz que a população não quer a queda de Temer, não foi uma decisão imoral, Temer resolveu o impasse do Fundeb (não resolvido) e seu voto não é contra Lula já que – na sua avaliação – é melhor para o PT que Temer fique no cargo. Era melhor não ter se manifestado.

Caso Zé Vieira

A situação política de Bacabal continua instável. O prefeito Zé Vieira segue com a ameaça de perda do mandato. O processo contra o prefeito que teve contas rejeitadas agora está no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e com previsão de julgamento para esta quarta-feira (9). O relator do processo é o ministro Napoleão Nunes.

Manoel Furtado contra Roberto Rocha

Mais uma da série “as voltas que a vida dá”. Lembram do militante do PSB, Manoel Furtado Neto, que usado pelo Senador Roberto Rocha pediu intervenção contra o Diretório Estadual do Maranhão em meados do ano passado? Agora ele foi um dos que entrou com pedido de expulsão de Roberto Rocha do PSB pelo voto favorável à reforma trabalhista. Será que Roberto não consegue manter um aliado por pelo menos um ano?

Queimado pelo voto do pai?

O presidente da Agência Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes (PTB), deverá ser candidato a deputado federal no lugar do pai, Pedro Fernandes (PTB). Mas o patriarca foi favorável a Temer e entrou no bolo de deputados que têm sofrido repulsa da população por conta de suas posições. O titular do Blog conversou com Pedro Lucas sobre o impacto em sua campanha no ano que vem e o vereador licenciado disse que ele e o pai têm posicionamentos diferentes.

Vídeo de Hildo Rocha é antigo

Por falar em voto favorável a Temer, um vídeo que circulou em vários grupos de Whatsapp neste final de semana é antigo. Nele aparece Hildo Rocha fazendo gesto obsceno contra populares e manchete dizendo que foi vaiado por ter votado a favor do arquivamento da denúncia de corrupção do presidente Michel Temer. Na verdade, o vídeo é de 2010, quando Hildo era secretário de Articulação Política e foi hostilizado por populares em Matões. Claro que não muda o fato da indelicadeza do gesto. Na época, Rocha se justificou dizendo que o sinal era um “0” dando nota à administração do município. Então tá!

Reforço de peso

O blogueiro John Cutrim estreou nesta segunda-feira (7) no quadro de Política do jornal Bom Dia Maranhão, da TV Difusora. Conhecedor dos bastidores da política maranhense como poucos, Cutrim tem tudo para dar certo também na TV. Este blogueiro, que já esteve na mesma função e deixou por acreditar em um novo projeto de trabalho, deseja sucesso ao amigo.

Política maranhense em notas

Cara de pau de Hildo Rocha

O deputado federal Hildo Rocha participou de audiência na Assembleia Legislativa sobre a reforma política. Entre os temas defendidos por Rocha, chamou atenção o fato de defender a desincompatibilização de candidatos com um ano de antecedência. Ora, depois que se beneficiou demais sendo secretário seis meses antes das eleições em uma secretaria que fez convênios “a rodo” com prefeituras para elegê-lo, Hildo agora quer barrar a possibilidade dos outros ficarem nos cargos pelo mesmo período que ele teve e aproveitou muito bem.

Pouco efeito prático

Claro que todo sempre é bom, mas a formação de comissão na Assembleia Legislativa e a discussão na esfera estadual sobre a reforma política pesa muito pouco. Estiveram presentes na audiência pública quatro deputados federais dos 18 da bancada do Maranhão. Todos tiveram discursos com pontos de vista muito bem definidos e tudo que foi discutido dificilmente entrará na reforma.

Aluísio em meio a dinistas

O deputado federal Aluísio Mendes está meio perdido (ou não). Neste final de semana participou do evento e declarou apoio à pré-candidatura de Zé Reinaldo ao Senado. Aluísio não irá apoiar Sarney Filho ou Roseana Sarney (um dos dois será candidato ao Senado pelo Clã)? Ou Aluísio já foi liberado para apoiar o candidato sarneysta e quem quiser pela segunda vaga. O ex-secretário de Roseana disse que Zé Reinaldo “transcende as divergências políticas”. Mas foi curioso ver Aluísio ao lado de Márcio Jerry. Claro que o secretário de Comunicação e Articulação Política não poderia ter faltado ao encontro. Além de significar o apoio do governador a Zé Reinaldo, Márcio tem o apoio de Cleomar Tema para sua candidatura a deputado federal. Com Aluísio rondando por lá, não poderia deixar espaço desocupado.

Maura tenta mostrar o mínimo de competitividade

Por falar em Aluísio, o deputado e seu PTN têm tentado dar alguma visibilidade à ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, que não tem nem votos dentro da família e dar alguma esperança de que ela tem alguma competitividade na corrida eleitoral. Maura Jorge busca alguma pontuação em pesquisas que façam alguns partidos e/ou lideranças levarem minimamente a sério sua candidatura  governadora. Para além de posts de Blogs aliados, Maura Jorge ainda não aparece como opção de nenhuma liderança.

PSDB, DEM, PT, PDT, PSB e PCdoB e vagas majoritárias

A condução de Carlos Brandão ao comando do PSDB recolocou os tucanos em proximidade com o projeto de reeleição do governador Flávio Dino. E a aliança faz com a articulação pela formação da chapa majoritária de Flávio seja bem feita para evitar mágoas e rupturas. São seis partidos grandes para quatro vagas majoritárias (governador, vice e duas de senador). Isto levando em consideração que o DEM está muito próximo de oficializar aliança. Zé Reinaldo deve se filiar ao seu ex-partido. Agora é muita saliva para organizar estas legendas e formar a chapa.

Tema consegue reunir centenas de lideranças em favor de Zé Reinaldo

O prefeito e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, reuniu neste último fim de semana na sua residência, na cidade de Tuntum, centenas de lideranças políticas de várias regiões do estado, que declararam apoio irrestrito à pré-candidatura ao Senado do deputado federal José Reinaldo Tavares
(ainda no PSB).

O evento, denominado I Encontro da Gratidão e que lançou oficialmente a pré-candidatura do ex-governador, contou com as participações de prefeitos; ex-prefeitos; deputados estaduais; deputados federais; vereadores; ex-vereadores; secretários estaduais; além de presidentes de partidos, lideranças comunitárias e de movimentos sociais.

O presidente do PCdoB no Maranhão e secretário estadual de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, também destacou a liderança política de Cleomar Tema e a sua capacidade de aglutinar apoios.

Jerry elogiou a trajetória política de José Reinaldo e avaliou que a sua pré-candidatura a Câmara Alta nasce grande porque trata-se de um sentimento municipalista de reconhecimento ao seu trabalho pelo Maranhão.

“O ex-governador Zé Reinaldo dispensa comentários. Possui uma bela trajetória política e de excelentes serviços prestados ao estado e ao seu povo. Também quero salientar a força política do presidente Tema, que vem conduzindo muito bem os destinos da FAMEM”, afirmou.

Os prefeitos destacaram destacaram a liderança de Cleomar Tema e o seu trabalho
como presidente da FAMEM. “Hoje, sem nenhuma dúvida, o Tema é a maior liderança municipalista do Maranhão. O Zé Reinaldo foi um dos melhores govenadores para os
municípios. Portanto, essa parceria entre Tema e Zé Reinaldo é uma união em favor das cidades”, disse o prefeito Juran Carvalho (PP), de Presidente Dutra.

Zé Reinaldo oficializa saída do PSB e está próximo de fechar com o PSDB

Zé Reinaldo dá adeus ao PSB

O deputado Zé Reinaldo confirmou o que o Blog já havia adiantado logo após o voto favorável à reforma trabalhista: o fim da sua passagem pelo PSB. Reinaldo não quis seguir a orientação do partido, que fechou questão contrária às reformas e resolver fazer oposição ao governo Michel Temer.

Leia também: Voto pela reforma trabalhista complica a situação de Zé Reinaldo no PSB

Em artigo publicado nesta segunda-feira (1º), o próprio Zé Reinaldo demonstra que este é o motivo de sua saída do partido. “Eu estou saindo do PSB exatamente porque resolveu fechar questão contra as reformas trabalhista e previdenciária sem ouvir as bancadas da Câmara e do Senado”, afirmou.

No final da semana passada, Zé Reinaldo se encontrou com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, um dos principais líderes nacionais do PSDB. E logo depois do encontro resolveu anunciar sua saída do PSB. Ou seja, deve ter tido a garantia de que será abrigado no ninho tucano.

Voto pela reforma trabalhista complica a situação de Zé Reinaldo no PSB

O deputado federal Zé Reinaldo Tavares (PSB) não quis saber da orientação da direção nacional do PSB, nem da história do partido. Reinaldo votou a favor da reforma trabalhista contrariando a posição oficial da legenda.

Dos 30 deputados do PSB que votaram a matéria, 14 apoiaram a reforma. Entre eles, o maranhense. Já Luana Costa, votou com o partido contra a reforma.

O presidente nacional do PSB, Carlos Ciqueira, tirou os deputados que eram presidentes do partido nos estados, dos comandos estaduais. E a comissão de Ética do partido ainda analisa punições para outros deputados.

Há cerca de um mês, o Zé Reinaldo disse abertamente que trabalhava para ser o presidente do PSB no Maranhão. Com a afronta à direção nacional do partido, dificilmente poderá chegar ao comando do partido socialista. Esta reviravolta pode até leva-lo para outra legenda.

Insatisfação na militância

O desconforto é grande com o voto do Senador inclusive na militância socialista. Os deputados estaduais do partido, Rogério Cafeteira e Bira do Pindaré, têm feitos discursos criticando as reformas. E a insatisfação pode chegar também à pré-candidatura ao Senado de Zé Reinaldo.

Esta marcado para o dia 6 de maio o lançamento da pré-candidatura do socialista ao Senado em Tuntum. Líderes do partido dizem que podem desmobilizar seu pessoal para o evento, que pode até ser adiado.

PSB define eleição de Zé Reinaldo para o Senado como prioridade para 2018

O PSB maranhense se reuniu na noite desta segunda-feira (13) sob a coordenação do presidente estadual da sigla, Luciano Leitoa (prefeito de Timon). A reunião contou com as presenças do ex-governador e deputado federal José Reinaldo, o prefeito Tema (presidente da Famem), deputado estadual Bira do Pindaré, secretário estadual de Governo Marcelo Coelho (Meio Ambiente), José Antônio Almeida, dentre outras lideranças do estado.

O Diretório Estadual do PSB-MA tratou do processo de recadastramento de filiados que acontece em todo o país, da estruturação do partido no estado e principalmente, discutiu rumos e posicionamento da sigla para o processo eleitoral de 2018.

Unanimemente, os membros do diretório estadual do PSB entendem que o processo de fortalecimento da sigla passa pela ocupação na chapa majoritária das próximas eleições e definiram o nome de Zé Reinaldo (principal representante da sigla, segundo os presentes) na disputa por uma das vagas de senador.

O partido deverá realizar Encontros Regionais como  estratégia para massificar o projeto.

Política maranhense em notas

Flávio “cantou a pedra” em março

flaviodinoEm uma declaração endossada por este Blog, o governador Flávio Dino já afirmava em março que o impeachment da presidente Dilma tinha objetivo de acabar com a operação Lava Jato. A declaração do governador publicada por este Blog antes da entrevista para o UOL (relembre aqui) foi confirmada com o áudio do ministro licenciado Romero Jucá. “Uma das principais metas que alimenta o impeachment: a nomeação de um novo “engavetador” para Procuradoria Geral da República em 2017. […] Ou seja, paradoxalmente quem é a favor da Lava Jato deve ser contra o impeachment. Exatamente é o meu caso. Não quero ‘engavetador-geral’”, afirmou Flávio. E o titular do Blog complementou: “Para os corruptos, é fundamental derrubar logo Dilma, acalmar o grito das ruas e fazer a Lava Jato ser esquecida”, escrevi em março.

PSB com Zé Reinaldo

zereinaldoO ex-governador José Reinaldo assume o comando municipal do PSB em um ambiente de muita turbulência no partido. E justamente por seu perfil agregador e articulador ele ficou com a presidência. Zé tem a missão de apaziguar e conduzir o PSB para algum caminho nas eleições de 2016. Mas qual caminho? Reinaldo afirmou diversas vezes que sua candidata em São Luís é a deputada federal Eliziane Gama (PPS) e está inserido em um grupo que defende a candidatura própria do deputado estadual Bira Pindaré. Veremos como se movimentará o novo comandante da legenda.

Diretório estadual do PSB 

lucianoleitoaApós a destituição da comissão provisória municipal, começou a circular a notícia de que haveria uma intenção de destituir o diretório estadual do PSB por alguma pressão do senador Roberto Rocha em Brasília, que ameaçou sair do partido se não lhe garantissem a presidência estadual. A diferença é que o municipal era comissão provisória, com total liberdade de intervenção da instância superior. O diretório estadual foi eleito legitimamente e tem mandato até 2017 e o Regimento do partido tem sérias regras para qualquer possibilidade de intervenção. Claro que em política até “boi voa”. Mas destituir um diretório eleito não se dá por força de uma vontade.

Mais segurança com a Força Nacional

forcanacionalAté o fechamento da coluna, os homens da Força Nacional ainda não haviam chegado na capital maranhense. Mas estavam a caminho. Uma parte chega hoje (23) e outra amanhã (24). Serão 128 homens reforçando a segurança da cidade, com 20 viaturas e um microônibus. É um complemento à atuação da Polícia maranhense, que já está endurecendo o jogo contra a bandidagem. Desde a última quinta (19), as forças de segurança realizaram 54 prisões; 25 delas ligadas aos incêndios criminosos.

Força nacional em novo contexto

rogerioO deputado Rogério Cafeteira (PSB) falou sobre a diferença de contexto da presença da Força Nacional em São Luís agora e nas outras vezes que vieram. Lembrou que nas crises em Pedrinhas e de segurança, a Força Nacional veio porque o demonstrou não ter capacidade para gerir o problema, para gerir a situação, essas duas vezes. Hoje, a Polícia tem 1.500 homens a mais e estão nas ruas. “A Força Nacional vai se juntar para fortalecer a nossa corporação. O enfrentamento quem tem feito e quem tem que ter esse reconhecimento é a polícia do Estado do Maranhão, tanto a Polícia Militar quanto a Civil, esses merecem todo o destaque nosso

Burlando regra de pesquisa

crimewhatsappTem pré-candidato a prefeito adotando um eficaz método para burlar a proibição de publicação de pesquisas eleitorais que não possuem registro na Justiça Eleitoral. Como muita gente ainda acredita em tudo que chega pelo Whatsapp, estão espalhando “pesquisas” que ninguém nunca ouviu falar sem o devido registro, que garantiria a autenticidade. Como dificilmente haverá alguma forma de inibir este método, a moda pode ganhar corpo e quanto mais perto da eleição, mais pesquisas falsas se espalharão como pólvora pelo aplicativo de celular.

Roberto Rocha é destituído e Zé Reinaldo é o novo presidente do PSB de São Luís

Zé Reinaldo é o novo presidente do PSB em São Luís

Zé Reinaldo é o novo presidente do PSB em São Luís

O diretório estadual do PSB destituiu o senador Roberto Rocha da presidência da Comissão provisória municipal do partido. O deputado federal federal José Reinaldo Tavares é o novo presidente municipal do PSB. O presidente estadual Luciano Leitoa afirmou que o partido passava por muita instabilidade em São Luís e a nova comissão provisória irá conduzir a legenda para o processo eleitoral de outubro realizando o congresso municipal.

“Em São Luís, diante de duas pré-candidaturas a prefeito já postas, o partido enfrenta um quadro de grave instabilidade. Causando ainda mais incerteza, a Comissão Provisória Municipal mantém-se estagnada e não oferece aos pré-candidatos, filiados e sociedade nenhum gesto de que movimentar-se-á no sentido de atender a resolução nacional e apresentar uma candidatura às próximas eleições majoritárias ludovicense”, diz o documento da Executiva Estadual.

Além do deputado federal José Reinaldo Tavares, a nova Comissão Provisória Municipal será composto pelo advogado José Antonio Almeida (Secretário Geral); o deputado estadual Bira do Pindaré (1º Secretário), Conceição Marques (Secretária de Finanças), o vereador Roberto Rocha Jr (secretário Parlamentar) e Domingos Paz (secretário de Mobilização).

A decisão do comando estadual do PSB baseou-se nos parágrafos base nos § 2º, 3º 4º do art. 23 do estatuto da legenda. A nova comissão que terá o senador como vice-presidente terá 180 dias para reorganizar o partido em São Luís.

A direção do PSB aponta ainda que a legenda está desorganizado em São Luís e passa por um momento de incertezas por conta da desmobilização da base partidária, não tendo sido feita a construção de núcleos de base, campanhas de filiação ou mesmo articulação com os movimentos sociais.

Mudança já está oficializada no TRE-MA

Mudança já está oficializada no TRE-MA

Política maranhense em notas

Deputados pró-impeachment mantêm cargos 

hildoitaparyO deputado estadual Zé Inácio criticou duramente os deputados federais pró-impeachment que sequer entregaram seus cargos no governo federal. “São deputados que não tiveram ou não têm a hombridade, o senso ético de dizer: entrego aqueles cargos que um aliado meu ocupa no estado, isso ocorre e ocorreu em vários estados. A partir de agora eu peço que seja exonerado. Talvez a hombridade e ética não estejam em seus dicionários, mas era o mínimo que eles deveriam fazer.”, criticou. Zé Inácio lembrou os cargos que possuem Cléber Verde (Incra) e Hildo Rocha (DNIT e EBC). Zé Inácio afirmou que a luta continuará pela democracia. Nunca é demais lembrar que o aliado de Hildo é o responsável pela buraqueira da BR-135, Maurício Itapary (foto).

Bira pede novas eleições

biraO deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) conclamou por novas eleições diretas para presidente. Para ele, ao invés de debater o mérito, os deputados federais transformaram a sessão em eleição indireta para presidente da república. Para ele,  é necessário resgatar a luta pelas ‘Diretas Já’ para assegurar ao povo o direito de escolher o seu presidente, já que as pesquisas confirmam a rejeição do vice Michel Temer para o cargo de Presidente.

O preço da incoerência

dilmatemerNunca é demais lembrar o preço da incoerência das alianças do PT. Tudo, claro, em nome da governabilidade, que fez o partido se aliar a partidos como o PMDB. A coligação que elegeu Dilma tinha PT, PMDB, PSD, PP, PR, PROS, PDT, PCdoB e PRB. Na hora da verdade, só quem esteve com o governo foram os partidos que tem ideologia como PCdoB. Até o PSOL, que é oposição, mas que não vota com a direita, votou com Dilma. A governabilidade mata mais um governo de esquerda.

Gastão lamenta traição do PROS

gastaoDurante o ato no qual o PROS declarou apoio à pré-candidatura do prefeito Edivaldo à reeleição, o presidente do FNDE, Gastão Vieira, se mostrou extremamente constrangido com a traição dos deputados do PROS, sendo que quatro dos seis deputados do partido votaram a favor do impeachment da presidente Dilma. Ele lembrou que sua indicação foi acertada pelos membros da bancada com a presidente, justamente atrelado à votação do impeachment. “A presidente tem todo direito de me demitir. Foi feito um acordo. E quando eu vi a votação, o líder do meu partido foi o primeiro a votar contra o governo. Depois continuaram os demais”. E disse que servia de exemplo para seus filiados no Maranhão: “Partido tem que ter posição e comando. Acordos são feitos para serem cumpridos”.

Erro estratégico com voto frágil I

IMG-20160415-WA0002Houve um erro estratégico muito grande na articulação do governador Flávio Dino pelo voto do deputado Zé Reinaldo Tavares. Era público e notório que Reinaldo não queria votar contra o impeachment. Quem acompanhou a conversa que selou o voto viu Zé Reinaldo dizer um “sim” bem fraco a Flávio, mas ainda com aquela cara de quem “comeu e não gostou”. Parecia extremamente contraído. O voto já estava muito frágil e quando Reinaldo soube que um secretário estadual ainda ficou tirando onda contando vantagem do voto, se irritou de vez e fez o que fez.

Erro estratégico com voto frágil II

vistoriaobrasO governador Flávio Dino fez todos os movimentos corretos antes. Mas deveria ter ficado em Brasília articulando para garantir os votos que tinha e talvez conseguir até mais votos. Ele se deixou levar pela conversa tola de que “o governador fica em Brasília e não trabalha pelo Maranhão”. Veio para o estado vistoriar obras para dar satisfação. O povo reconhece que Flávio é o governador do Bolsa Escola, do Mais Asfalto com recuperação de milhares de quilômetros de estrada, do Escola Digna, do concurso para professores, reajustes e antecipação de pagamento de salário para funcionários, etc. Ninguém com o mínimo de coerência diz que Flávio não trabalha. Errou em cair no discurso da Mirante e não ficar em Brasília.

Ato em defesa da democracia

atodemocraciaO “Ato em Defesa da Democracia e da Constituição” será realizado na Assembleia Legislativa do Maranhão (Calhau), às 18h. Os deputados federais da bancada maranhense que votaram contra o impeachment serão homenageados durante o ato. O governador Flávio Dino faz questão de homenagear e agradecer aos deputados do Maranhão que votaram contra o golpe, pelo respeito à Constituição e à democracia.

PDT Também fará ato

Convite Ato PDT pela DemocraciaO PDT do Maranhão fará, nesta quarta-feira (20), na sede do partido, um ato pela democracia e contra o golpe. O encontro contará com a presença do presidente do Diretório Estadual do PDT, Weverton Rocha, de lideranças da sigla, de movimentos da legenda, entre eles, Juventude Socialista, Ação da Mulher Trabalhista, Movimento Negro, e Movimento Popular de Ação e Cultura.