Caema dá “bolo” na Câmara municipal

Ivaldo Rodrigues mostra documento enviado pela Caema. Foto: Honório Moreira

A Companhia de Saneamento do Maranhão (Caema) simplesmente não compareceu a Audiência pública que estava marcada para a manhã de hoje (16) na Câmara Municipal. A audiência seria para discutir o reajuste de 86,9% nas tarifas proposto pela Companhia. A ausência revoltou o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), autor da proposição.

A Caema enviou Ofício ao parlamento na manhã que deveria ser realizada a audiência. No documento, a Companhia justificou que o tema “já havia sido amplamente discutido nas audiências públicas, promovidas pela Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep) e pela Assembleia Legislativa do Maranhão”.

Despachando os vereadores de explicações, o documento diz ainda que “o Estudo tarifário, Justificativa e Nota técnica foram disponibilizados no site da Arsep, sendo aprovados por unanimidade pelo Conselho Estadual de saneamento”. A Caema ainda cita que o conselho é formado por membros da sociedade civil, inclusive representantes da prefeitura de São Luís, dando a entender que o executivo municipal foi favorável ao aumento.

Ivaldo Rodrigues reclamou da forma como a Caema tratou o parlamento em não comparecer e justificar a ausência em cima da hora. “É um desrespeito à Câmara e à população, que é representada pelos vereadores. É uma irresponsabilidade dizer que este Conselho de saneamento teve representantes da sociedade civil, sem nenhum representante da Câmara”.

O vereador foi ao lado de Batista Matos (PPS) que também tem feito duras críticas ao aumento discutir com o presidente da Câmara, Isaías Pereirinha (PSL), as saídas para a situação.

O certo é que a na Assembleia a Caema foi dar explicações, e para a Câmara deu um recado tipo: “quem quiser saber que olhe no site”! Desmoralizou!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.