Cleones diz que desembargador irá dizer se decisão de Megbel é errada

O novo Corregedor Geral do Tribunal de justiça do Maranhão, Cleones Cunha, não quis se meter em confusão já no começo do mandato. Questionado sobre a polêmica decisão do juiz Megbel Abdalla de que o prefeito João Castelo (PSDB) tenha que devolver os R$ 73 milhões fruto de convênio com o governo do estado de forma parcelada e com o dinheiro do ICMS, o corregedor preferiu sair pela tangente.

Cleones disse que ele não trataria de decisão judicial, mas que se houver recurso, só quem poderia dizer se a decisão de Megbel é certa ou errada seria o desembargador que julgasse o recurso. “Não posso tratar de decisão judicial. Decisão que cabe recursos, cabe ao desembargador cuidar disso. No recurso ele irá dizer se o juiz agiu corretamente”.

O corregedor ainda elogiou muito a magistratura maranhense. “Temos os melhores juízes do Brasil, com raras exceções”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.