Definição do PDT maranhense só em fevereiro de 2012

Weverton rocha é fiel escudeiro de Lupi, que decidirá futuro do PDT maranhense.

A direção Nacional do PDT se reuniu nesta segunda-feira (5) para definir os novos rumos do partido. O ex-ministro, Carlos Lupi, que pediu demissão do Ministério na noite deste domingo (4) reassume o comando da legenda. Porém, o ex-ministro pediu para tirar férias e só assumir dia 30 de janeiro de 2012. Enquanto isso, disse que não decidirá o futuro de nenhuma Direção estadual, inclusive a do Maranhão.

O PDT maranhense vice uma disputa interna entre o grupo do médico Igor Lago e o grupo do deputado federal Weverton Rocha. Igor afirma que continua no comando da legenda, embora o mandato da Comissão Provisória encabeçada pelo filho do ex-governador Jackson Lago tenha terminado no dia 1° de dezembro. Segundo Igor, a direção nacional já havia acordado que ele permaneceria no comando do PDT e a Comissão Provisória seria renovada por mais seis meses.

Weverton Rocha diz que oficialmente, o partido está sem dirigente no Estado. Um grupo formado por ele, os dois vereadores do partido e os cinco secretários municipais de São Luís se reuniu na última sexta-feira para articular a destituição de Igor. Mas esta é uma decisão que cabe ao comando nacional do partido.    

A celeuma entre os dois grupos só deve ser resolvida quando Lupi reassumir a presidência pedetista. Assim, o partido ficará neste impasse por praticamente dois meses. A tendência é que o grupo de Weverton vença a queda de braço, por sua proximidade com o ex-ministro Carlos Lupi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.