Pereirinha defende secretaria do genro

Pereirinha quer mais tempo para adequações no Nhozinho Santos.

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Isaías Pereirinha (PSL) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís nesta quarta-feira (8) para pedir uma prorrogação de prazo para a promotora Lítia Cavalcante para que sejam feitas as adequações do estádio Nhozinho Santos, solicitadas e acordadas por meio de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) ano passado. O estádio corre risco de interdição.

A promotora solicita a interdição do estádio pelo não cumprimento das adequações de acordo com o estatuto do torcedor. A responsabilidade é da secretaria Municipal de Desporto e Lazer, comandada pelo genro de Pereirinha, Vitor Negreiros.

 “Não quero atacar a promotora Lítia. Sei que ela está com a razão de ter sido assinado um TAC que não foi cumprido. Mas quando o acordo foi assinado a Copa União estava transcorrendo e não teria como fechar o estádio. As providências serão tomadas, mas a prefeitura precisa de um prazo maior. Peço para que a Drª Lítia reveja e aceite um adiamento de mais 90 dias”, pediu.

 Pereirinha afirmou que a paralisação do campeonato por 60 dias irá prejudicar os clubes, a imprensa, os ambulantes. “São muitas pessoas envolvidas que terão prejuízos”, reclamou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.