Morte de jornalista e tiro na liberdade de imprensa do Maranhão

É com uma tristeza profunda que me coloco a escrever este post já na madrugada desta terça-feira (24) quando recebi a notícia do assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá, que foi assassinado covardemente na Avenida Litorânea na noite desta segunda-feira (23) em um crime com clara evidência de pistolagem.

Não concordava com os métodos de Décio e sabia que ele era odiado por muita gente. Sem dúvida, as várias polêmicas que levnatava e por ter fontes privilegiadas e métodos questionáveis, seu blog era o que mais repercutia no Estado.

A última vez que encontrei Décio foi durante as prévias do PT, que consagraram a candiatura de Washington Oliveira. Por lá, trocamos rápidas palavras. Fica aqui minha solidariedade à família de Décio, que deixou a mulher grávida e uma filha.

A imprensa e o Estado Democrático de Direito estão de luto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.