Pré-candidato, Holanda Júnior diz que grupo dinista segue unido

Edivaldo Júnior anuncia oficialmente pré-candidatura. Foto: Felipe Klamt

Agora o deputado federal Edivaldo Holanda Júnior (PTC) entrou de fato e direito na briga pela sucessão ao prefeito de São Luís. O petecista concedeu entrevista coletiva na manhã de hoje (3) na sede do partido, no São Francisco. Ele falou em manutenção da decantada aliança dos partidos ligados ao presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB) e do seu afastamento das discussões municipais.

“Anuncio aqui a indicação do meu nome pelo PTC como pré-candidato a prefeito da capital, alinhado ao grupo liderado pelo ex-deputado Flávio Dino, ao qual fazem parte outros partidos e que também tem outros bons pré-candidatos”, disse.

Edivaldinho disse que ficou afastado das discussões em São Luís pelo acúmulo de trabalho na Câmara federal. Ele afirmou que o mandato estava o desgastando por lá, mas que agora estará mais próximo da capital. “Neste tempo fiquei em contato com os demais partidos. Sou oposição ao grupo da governadora. Eu devia ter lançado a pré-candidatura há 50 dias. Mas em virtude do falecimento do filho de Flávio Dino, aguardei”, declarou.

 A solenidade de hoje foi somente a coletiva de anúncio do lançamento de seu nome, pois o lançamento oficial da candidatura de Edivaldo Holanda Junior a prefeito de São Luís ocorrerá no dia 14 de abril.

 Embora não queira admitir que será candidato mesmo que Tadeu Palácio (PP) também seja. Edivaldo Júnior afirmou que está mantido o acordo de candidatura única dos candidatos do grupo de Flávio Dino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.