Reforma na prefeitura de São Luís

Gutmberg Araújo volta à Câmara Municipal.

Se o governo do estado passará por grande reforma, na prefeitura de São Luís, também teremos algumas mudanças. Dois nomes certos para deixar os cargos são os do secretário Gutemberg Araújo (Saúde) e do secretário Pavão Filho (Orçamento participativo). Os dois concorrerão a uma vaga na Câmara de vereadores de São Luís e entregam os cargos hoje (4).

Gutemberg Araújo (PSDB), que já é vereador, volta à Câmara no lugar do suplente Chico Viana (PSDB). O ainda secretário recomeça suas atividades no parlamento na semana que vem. Na Câmara Municipal, foi dado privilégio para as votações dos projetos de Chico Viana, que está de “malas prontas”.

Já Pavão filho (PDT), que teve seu primeiro mandato eletivo como vereador em 1988, tenta voltar a ocupar uma cadeira do plenário Simão Estácio da Silveira. O PDT oficializa três nomes de peso para a disputa. O do próprio Pavão, e dos vereadores com mandato Ivaldo Rodrigues e Barbosa Lages.

A Secretaria de Comunicação da prefeitura informou que ainda não foi oficializada a saída de nenhum secretário. Assim, mesmo com a confirmação, as vagas ficariam abertas para serem preenchidas assim que o prefeito voltar de São Paulo na semana que vem.

Outras duas secretarias que devem perder seus titulares são a de Assuntos Metropolitanos e de Pesca e Abastecimento.

O titular da Metropolitana, Othelino Neto (PPS), recebeu a solicitação do presidente de seu partido, Paulo Matos, para que deixe o cargo para que a legenda assuma uma postura independente ao executivo Municipal, uma vez que deve lançar a candidatura da deputada Eliziane Gama (PPS) a prefeita de São Luís. Othelino confirmou que houve a solicitação, mas não disse que sua saída era certa. O ainda secretário afirmou que irá se reunir com Paulo matos para decidir a saída hoje ou amanhã. “Eu sou secretário-geral do partido. O presidente me ligou e disse que achava que na minha posição, era melhor deixar a administração para que o partido tenha maior independência. Vou conversar com ele estes dias para definir a situação”. O PPS ainda ocupa vários cargos na gestão municipal. A saída de Othelino deve ser acompanhada pela debandada de outros membros do partido da prefeitura.

A outra secretaria que pode perder o titular é a de Agricultura, pesca e Abastecimento. O secretário Júlio França (PDT) busca a indicação de vice na chapa do prefeito João Castelo (PSDB). O secretário ainda permanecerá no cargo já que o prazo de desincompatibilização para o cargo de vice-prefeito é menor. Enquanto para concorrer a vereador o prazo é de seis meses antes da eleição, para vice-prefeito é de quatro meses. Assim, se Júlio conseguir ser indicado como vice, só precisará se desincompatibilizar 06 de junho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.