Saída de Rubens Júnior definida; entra Othelino Neto

A mudança já está acertada e na segunda-feira (16) o deputado estadual Rubens Pereira Júnior (PCdoB) entra com Requerimento pedindo licença para se ausentar por 121 dias da Assembleia Legislativa e dar lugar a Othelino Neto (PPS).

Rubens afirmou que sua saída tem dois motivos: fazer um gesto em virtude do PPS ter fechado com o grupo de oposição, que é liderado pelo comunista Flávio Dino, e assumir a liderança das discussões do PCdoB no processo eleitoral em todo o estado, uma vez que o Flávio se afastou em virtude da morte do filho em fevereiro deste ano. “Achamos que é um gesto importante para o PPS, já que o Othelino saiu da prefeitura e se juntou ao grupo de oposição ao prefeito. Além disso, vou aproveitar para cuidar do partido, principalmente em virtude das alianças no interior. Em Imperatriz teremos candidato, assim como em outras cidades importantes”, afirmou Rubens.

Com a crise moral que tomou conta da Assembleia, Rubens achou melhor pedir licença sem vencimento, para tratar de assuntos particulares. Assim, a Casa não terá que pagar seus salários e os do suplente que assume. Porém, o Regimento Interno da Assembleia não permite que o suplente assuma em caso de licença para tratar de assuntos particulares. Assim, Rubens vai utilizar a estratégia de pedir licença médica de um dia, para algum procedimento qualquer e mais 120 dias para tratar de assuntos particulares, burlando assim, a regra da suplência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.