Bira: “quero ver quem tem coragem de me expulsar do PT”

Bira diz que Estatuto do PT não o proibe de estar fora da candidatura do partido.

Foi grande a especulação de que seria aberto um processo de expulsão do deputado estadual Bira do Pindaré do Partido dos Trabalhadores (PT). O deputado afirmou que não sairia do partido e que se houvesse um processo para expulsão estaria sendo vítima de discriminação.

“É normal que hajam divergências dentro do partido. Prefeitos não apóiam nossos candidatos e não são expulsos. O Lula em 2006 (quando Bira foi candidato a senador) não me apoiou. E eu for expulso por não apoiar o Washington estarei sendo vítima de discriminação”, afirmou.

Bira ainda desafiou os que tentariam lhe expulsar e reafirmou que não fará campanha para o candidato petista Washington Oliveira. “Estou pagando para ver quem tem coragem de me expulsar. Não tem quem me obrigue a fazer campanha para o Washington. O Estatuto do PT não diz isso. As se ele romper com a governadora, o apoiarei com prazer. Ele é vice-governador, mas não é obrigado a estar a reboque do PMDB”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.