Candidatos a prefeito de São Luís Ecumênicos

Na busca pelo voto, quando o assunto é religião, os candidatos a prefeito de São Luís se afastam de eventos na crença onde se congregam e já possuem votos cativos para buscar o eleitorado de outros fiéis.

Castelo em evento evangélico.

O prefeito João Castelo (PSB), que é católico apostólico romano, daqueles que está sempre nas missas, teve logo na inauguração de seu comitê, um pastor abençoando sua campanha juntamente com um padre.

Depois, o prefeito ainda participou de culto evangélico no Maiobão, em Paço do Lumiar, no último domingo (15) . Vale ressaltar que no emaranhado de divisas da nossa metrópole, muitos eleitores votam em uma cidade e moram em outra. No Maiobão, principalmente, existem muitos eleitores de São Luís. Castelo pediu aos evangélicos que reúnam e organizem eleitores de São Luís que moram no Maiobão para formar um grande número para dar vitória à sua campanha.

Edivaldo entrega plano de governo a Dom Belisário.

O candidato Edivaldo Holanda Júnior (PTC), esteve junto com o vice Roberto Rocha (PSB) e o padrinho da candidatura, Flávio Dino (PCdoB) em visita ao arcebispo de São Luís, Dom Belisário, na segunda-feira (16). Vale lembrar que Edivaldo é evangélico, de família tradicional.

De olho no eleitorado católico, ainda grande em São Luís, Edivaldo levou seu Plano de governo ao líder da igreja católica em São Luís , a quem entregou o plano de Governo.

Eliziane também entrega Plano de governo ao Arcebispo.

A candidata Eliziane Gama (PPS), evangélica, que frequenta regularmente a igreja Assembleia de Deus. Ela também demonstrou que a igreja católica continua tendo influência e levou seu Plano de Governo para Dom Belisário na quarta-feira (18).

Se a igreja católica não tem a força de decisão que já teve no passado, pelo menos ainda demonstra certo prestígio, por ter muitos fiéis aind, principalmente no Nordeste do Brasil.

Dom Belisário já avisou que a igreja não tem um candidato e os fiéis podem escolher quem acharem melhor. “Podem dizer por aí que um determinado candidato é da Igreja Católica, mas isso não é do nosso consentimento.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.