Quase 150 candidatos a prefeito na berlinda

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) realizou o primeiro balanço das impugnações de candidaturas no Estado. No total são 817 candidatos que tiveram seus registros questionados pelo Ministério Público ou por adversários políticos. Deste total, 148 candidatos a prefeito sofreram impugnação.

A presidente do TRE-MA, Anildes Cruz, considera a Lei Ficha, um fator determinante para o relativo baixo número de municípios onde houve impugnação. ““É um ótimo dado este de que em mais de 30% do estado não houve impugnações. Isto significa que o princípio da moralidade e do fortalecimento da Democracia está começando a ser respeitado. A iniciativa popular da ficha limpa tem contribuído muito”, disse.

O município de Paço do Lumiar continuando sendo um exemplo negativo no Maranhão, quando se fala em política. A prefeita do município desistiu da reeleição pelo alto número de Ações de improbidade que responde. Paço tem o maior número de impugnações, sendo 55 no total. Dos sete candidatos a prefeito, três respondem a impugnação: Gilberto Aroso (PMDB), Moraes Maninho (PP) e Josemar Sobreiro (PR).

Em Amarante do Maranmhão, os três únicos candidatos estão sendo questionados. O mesmo acontece em Nova olinda, onde só foram registrados dois candidatos e os dois foram impugnados. Um deles é o deputado estadual Hemetério Weba (PV).

Em São Luís, estão sendo questionadas as candidaturas deTadeu Palácio (PP) e mias quatro candidatos a vereador. Os postulantes á Câmara Municipal pendurados são João cutrim (PSD), João Ricardo Silva (PSDB), Pedro Celestino (PP) e Wellington do Curso (PSL).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.