“Derrotar a Direita com a própria Direita”

O presidente municipal do PSOL, Franklin Douglas, discutiu na manhã desta terça-feira (7) com o presidente municipal do PCdoB, Márcio Jerry, via Twitter, as estratégias do grupo de Flávio Dino para chegar ao poder em 2014.

Franklin colocou aos “comunistas” o que já vem sendo muito discutido nos bastidores: a incoerência ideológica da aliança do PCdoB com o PTC. O PCdoB é um partido de esquerda, contra o capitalismo selvagem, contra a homofobia, defes a de Estado laico, etc. O PTC é um tradicional partido de Direita, ligado ao conservadorismo da igreja católica e evangélica.

Jerry procurou não polemizar muito com o dirigente do PSOL esperando contar com o PSOL em um possível segundo turno com a participação de Edivaldo Jr. “A candidatura da esquerda real, que combate e vai derrotar a direita maranhense é a nossa. Na hora ‘h’ tenho certeza que o PSOL não faltará ao encontro com a mudança”, ponderou.

“O PSOL combate a homofobia. O PTC não. Eis o limite do candidato de vvs (sic). Não é de lutas. Derrotar a Direita com a própria Direita? Já vi vc (sic) condenando isso”, alfinetou Franklin.

Jerry respondeu que o bloco político é liderado pela esquerda com apoios mais amplos.

Outros comunistas na rede também alfinetaram o PSOL, lembrando que o partido está coligado com PR e até o PSDB em cidades do interior do Maranhão. O debate continuou, mas o questionamento sobre a aliança do PCdoB em São Luís permanece.

Basta conversar com os jovens militantes esquerdistas de São Luís para verificar o que eles eles acham do candidato dinista.

Mas para a política da vida real o importante é que o candidato seja eleito. Assim, pouco importa o eleitorado ideológico que representa uma parcela muito pequena do bojo da eleição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.