Edivaldo pede investigação federal sobre vídeo

A coligação “Muda São Luís” pediu à Polícia Federal a abertura de Inquérito Policial para apuração da autoria do vídeo da reunião de Edivaldo com policiais militares, bombeiros e suas famílias. A coligação alega que houve clara “alteração de material videográfico, a fim de desvirtuar a realidade e causar impacto sobre o eleitorado ludovicense”.

De acordo com o pedido da coligação de Edivaldo, eles desejam saber se o vídeo foi cortado e se apresenta pontos com fraudes, já que segundo eles, há fortes indícios de que ele tenha sido editado com o intuito de prejudicar o candidato Edivaldo Holanda Júnior.

Edfivaldo alega que existe a possibilidade de João Castelo ter cometido crime de calúnia e difamação contra Edivaldo. “É vedado o uso de propaganda eleitoral anônima por meio da rede mundial de computadores, podendo haver, ainda, no caso concreto, a configuração dos delitos de calúnia e difamação contra o candidato a Prefeito da Coligação peticionante,” finaliza o requerimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.