Veja repercute proibição de pesquisa e chama Castelo de candidato do “Clã”

O coluna Radar Online, da revista Veja, uma das mais conceituadas colunas de política do país, repercutiu a proibição do juiz Sérgio Muniz de divulgar a pesquisa do instituto dataM, que seria veiculada pelo jornal O Imparcial no útlimo domingo. A publicação lembra que Sérgio Muniz é filho secretário-adjunto da Casa Civil do governo Roseana Sarney, Antonio José Muniz.

A publicação nacional lembrou que a DataM foi um dos poucos institutos que acertou no primeiro turno. Segundo a Veja, “O clã Sarney, embora tenha declarado publicamente ter optado pela neutralidade, apoia Castelo, que vem aparecendo constantemente atrás do adversário, Edivaldo de Holanda (PTC), nos levantamentos do DataM”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.