Presidência da Câmara: quatro votos que decidem

Ivaldo teve papel crucial na quase certa vitória de Pereirinha.

As contas da disputa pela presidência da Câmara Municipal de São Luís não fecham porque quatro votos são verdadeiras incógnitas e permanecem sendo negociados até agora. Tanto o grupo de Helena Duailibe quanto o de Pereirinha contam com os votos destes vereadores.

São eles: Ivaldo Rodrigues (PDT), Barbosa Lages (PDT), Beto Castro (PRTB) e Ricardo Diniz (PHS). Os pedetistas participam da reunião de um grupo em um dia, e do outro no dia seguinte. Em um processo de valorização não batem o martelo nem com um nem com outro. Beto Castro e Ricardo Diniz prometeram voto para os dois candidatos. Embora oficialmente, digam que votam em Pereirinha, se resguardando para ver que grupo terá maioria. Caso estes quatro votos fossem para Helena, a possibilidade de atrair mais dois e vencer seria grande.

Como Helena não conseguiu votos suficientes para se eleger, os quatro que são uma incógnita devem ficar mesmo com Pereirinha, decretando uma vitória com os votos de 20 vereadores.

Assim, fechando a conta, a divisão fica a seguinte:

Grupo de Pereirinha:

Pereirinha, Astro de Ogum, Josué Pinheiro, Armando Costa, Luciana Mendes, Marlon Garcia, Manoel Rego, José Joaquim, Gutemberg Araújo, Sérgio Frota, Fábio Câmara, Chico Carvalho, Paulo Luiz, Chaguinhas, Nato, Pavão Filho, Ivaldo Rodrigues, Barbosa Lages, Beto Castro e Ricardo Diniz.

Grupo de Helena:

Helena Duailibe, Rose Sales, Professor Lisboa, Edmilson Jansen, Bárbara Soeiro, Sebastião Albuquerque, Estevão Aragão, Roberto Rocha Júnior, Honorato, Pedro Lucas Fernandes e Marquinhos.

Ou seja, vitória de Pereirinha por 20 a 11.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *