Apenas quem quer lucrar com carnaval é contra decisão da Func

Chico Gonçalves acaba com farra de dinheiro público na Cultura.

Dinheiro público financiando meia dúzia de pessoas que querem apenas lucro com o carnaval,e não pensam na diversão dos foliões e das comunidades. Isto é um erro que se perpetuou em São Luís e que merecia uma quebra deste círculo vicioso urgente.

Em todos os blogs de todas as tendências li formadores de opinião concordarem com a decisão da Fundação Municipal de Cultura (Func) de não pagar cachê às escolas de Samba e aos blocos que querem apenas lucrar com oque deveria ser diversão. Será que o cidadão comum da Madre deus que desfila na Turma do Quinto,ou o do Sacavém que sai Favela do Samba liga para o cachê? Claro que não. Eles até tiram do bolso para ver sua Escola na Avenida, pagando por suas fantasias.

O desfile é um concurso e as Escolas devem ter meios de se financiar. A prefeitura iria garantir a estrutura,que é o que lhe cabe. Em um momento de crise financeira em São Luís, principalmente na saúde e Educação, entregar R$ 1 milhão para Escolas de Samba seria um disparate.

Graças a intransigência das escolas de Samba, a prefeitura não precisou gastar com a Passarela do Samba e metade do recurso do carnaval foi para a Saúde, cerca de R$ 1 milhão. Obrigado Escolas de Samba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.