Servidor municipal já pode se recadastrar

Começa hoje (21) o recadastramento dos servidores pela internet através de link específico que disponibilizado no site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br). O link vai aparecer assim que a página for carregada através do aviso de recadastramento. Para acessar o espaço, basta clicar no aviso e digitar a matrícula e senhaweb, depois é só informar os dados funcionais e pessoais.

Depois de realizada a atualização pela internet, o servidor solicitará ao chefe do setor onde trabalha a confirmação eletrônica de que está lotado na unidade. Feito isso, o funcionário deve comparecer ao setor de Recursos Humanos (RH) do órgão e apresentar os documentos originais para conferência dos dados.

Os documentos a serem apresentados são: PIS, PASEP ou NIT, identidade, CPF, certidão de nascimento, casamento ou separação, certidão de nascimento ou termo de guarda dos dependentes, laudo pericial ou atestado médico de dependentes com caso de invalidez, comprovante de residência (água, luz ou telefone) com emissão de no máximo 90 dias, em caso de formação técnica ou superior, carteira de registro na entidade de classe, e endereço do local onde trabalha.

Somente será necessária a cópia de documentos caso os dados tenham sido alterados em relação ao último recadastramento. Por exemplo, se o servidor morava em um endereço e agora mora em outro lugar ou então se era solteiro e casou. O prazo para o recadastramento encerra no dia 2 de março, mas a orientação da Secretaria Municipal de Administração (Semad) é que o funcionalismo municipal atualize os dados antes do final do prazo para evitar transtornos.

A senha para a atualização dos dados está disponível no contracheque. Os trabalhadores que ainda não receberam o documento podem retirar a senha na Central de Atendimento ao Servidor (CEAT), localizada na Avenida Jardim Tavares, em frente ao Terminal da Praia Grande. Outras dúvidas sobre o processo de atualização de dados podem ser esclarecidas no setor de RH do órgão onde o servidor trabalha.

Com informações da Secom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.