Como esperado, Max Barros é eleito 1º vice-presidente da Assembleia

O deputado Max Barros (PMDB) foi eleito, nesta quarta-feira (06), 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa, na vaga aberta em razão da decisão do secretário de Saúde do Estado e deputado licenciado, Ricardo Murad (PMDB), de permanecer no Executivo.

Barros foi eleito por unanimidade, com votos de todos os blocos e partidos. Dos 42 deputados, apenas três estavam ausentes, segundo informou o presidente Arnaldo Melo: a deputada Vianey Bringel, por problemas de saúde; Gardênia Castelo (PSDB), por ter vôo marcado; e Edson Araújo (PSL), porque tinha audiência no Ministério da Agricultura.

Terminada a votação, que foi nominal, Max Barros discursou da tribuna para agradecer a deferência dos colegas e destacou que a eleição foi suprapartidária. O parlamentar lembrou que participou do movimento estudantil, movimento sindical e que estava há dois anos à frente da Secretaria de Infraestrutura do Estado e retornou para ajudar a nova Mesa Diretora.

Max Barros agradeceu aos colegas e garantiu que a eleição suprapartidária foi o momento mais emocionante na sua carreira política. Agradeceu também à governadora Roseana Sarney (PMDB), por haver lhe confiado o comando da Sinfra, que disse ter exercido com lealdade e autonomia.

“Sinto-me profundamente honrado de ser eleito por todos. É motivo de muito orgulho e honra e tem um valor imensurável”, afirmou. Disse ainda que os deputados representam as vozes das populações mais distantes e carentes.

O presidente Arnaldo Melo fez uma saudação ao novo integrante da Mesa Diretora, em nome dos demais parlamentares, e garantiu que, com história de vida e profissional que Max Barros tem, os colegas de plenário não poderiam recebê-lo de outra forma, calor e apoio de todos representado na expressiva votação que recebeu.

Com informações da Agência Assembleia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.