Neto Evangelista: “se é para ter outra via, PSDB tem que ter candidato próprio”

O deputado Neto Evangelista (PSDB) assumiu a liderança do Bloco PSDB-PDT na Assembleia Legislativa do Maranhão. Foram várias investidas do bloco de oposição para que estes dois partidos se juntassem à oposição, o que não ocorreu. Neto falou sobre as movimentações intensas em busca de uma via alternativa para a eleição ao governo do Estado em 2014.

Para Neto, se o PSDB não vai estar nem no palanque de Flávio Dino, menos ainda no do candidato do grupo Sarney, os tucanos tem que ter candidato próprio ao governo do Estado. “Eu, particularmente acredito que se for para ter uma via alternativa, o candidato tem que ser do PSDB, até porque teremos candidato à presidência da República e temos que dar palanque ao Aécio Neves no Maranhão. Não sendo, vamos discutir sobre as alternativas que estão postas no Maranhão”, sentenciou.

O tucano fez questão de frisar que esta era sua opinião pessoal, mas que as várias correntes dentro do Ninho ainda discutirão para chegar a um consenso. “O PSDB permanece na linha de oposição ao governo Roseana. Estamos avaliando internamente qual será nosso posicionamento. Existem várias correntes, mas ainda vamos nos definir”.

Neto afirmou que não houve dificuldade para afinar com os deputados do PDT a permanência do bloco, que será independente, mas discutirão juntos todas as decisões de votações. “Tivemos entendimento de continuar o bloco coeso e acima de tudo independente. O PSDB teve como adversário em São Luís o candidato do governo do Estado e o candidato do Flávio Dino. Então o PSDB e independente. Do mesmo modo os parlamentares do PDT são independentes. Por isso marcharemos juntos”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.