Socorrão I continua atendendo normalmente

O Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, não teve seu atendimento paralisado como foi especulado. Houve uma interrupção momentânea do atendimento de casos que não eram graves (baixa complexidade) – priorizando apenas os casos mais urgentes – para o início do processo de transferência pacientes do hospital para leitos de retaguarda no Hospital da Mulher e nas Unidades Mistas do Itaqui-Bacanga e do Bequimão.

O problema foi a capacidade máxima esgotada do hospital. Atualmente, 234 pacientes estão internados, sendo em 130 leitos e 104 em macas. Os vereadores Pavão Filho, Honorato Fernandes, Rose Sales, Fábio Câmara, Barbara Soeiro, Professor Lisboa, Roberto Rocha Jr., José Joaquim, Ricardo Diniz, Helena Duailibe, Estevão Aragão e Sérgio Frota estiveram agora à tarde no hospital e reuniram-se com a direção do Socorrão. O diretor do Socorrão Yglésio Moyses explicou os motivos da interrupção aos vereadores.

A Secretaria de Saúde está tentando ampliar o sistema de retaguarda do Socorrão I para atender a demanda. Serão novos leitos na Santa Casa de Misericórdia, Hospital da Mulher e Unidade Mista do Itaqui-Bacanga. A capacidade máxima no Socorrão I é de apenas 104 leitos.

(Com informações do Blog do Jhon Cutrim)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.