Cobrar Edivaldo a 100 dias? E Roseana que está há mais de quatro mil?

O deputado Roberto Costa (PMDB) teve resposta á altura ao cobrar ações do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) há 100 dias de governo. O deputado Othelino Neto lembrou que a governadora Roseana Sarney (PMDB), tão defendida por Costa, está há mais de quatro mil dias no comando do estado e os índices do Maranhão continuam entre os piores do país.

“Ora, todos sabemos que ainda é cedo para cobrarmos da nova gestão de São Luís. Mas sobre os mais de quatro mil dias de Roseana Sarney no governo, que só vem colocando o Maranhão em patamares negativos, o peemedebista não falou nada porque os resultados são péssimos”, declarou.

Othelino disse que Roberto Costa reclamou dos 100 dias do prefeito Edivaldo, e a governadora Roseana Sarney, mesmo com tanto tempo no poder, só conseguiu fazer pelo Maranhão se tornar destaque negativo em rede nacional, porque, em Bacabal, apaga-se fogo com o carro do limpa-fossas. Para o deputado do PPS, antes de avaliar a atual gestão da Prefeitura, seria bom que o governista olhasse para todo esse tempo em que o grupo Sarney só empobreceu o Maranhão.

“A cidade tem muitos problemas? Tem! Mas eles têm que ser resolvidos com o tempo. O prefeito não tem uma vara de condão para resolver os problemas todos em 100 dias”, disse Othelino. Em relação aos buracos na cidade, o deputado disse que eles aumentaram por conta do período chuvoso e informou que, nesses últimos dias, a Prefeitura intensificou diversas operações de tapa-buracos pelos bairros e, dentro de mais alguns meses, a população sentirá os efeitos já dessas intervenções que estão sendo feitas.

Até governistas Hélio Soares(PP) e Carlos Alberto Milhomem (PSD) saíram em defesa de Edivaldo Holanda Jr. O primeiro, em um aparte longo, disse que é muito cedo ainda para cobrar o atual prefeito de São Luís e que não há tempo hábil para grandes realizações. Segundo ele, a população precisa ser mais paciente e aguardar, assim como também deve fazer a classe política.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.