Professores da rede estadual de São Luís decidem manter greve

Do Blog do Djalma Rodrigues

greveOs professores das escolas estaduais de São Luís decidiram manter a greve da categoria, que ontem (22) completou um mês. A assembléia geral aconteceu nesta quinta-feira, no auditório da Fetiema, na Praça da Bíblia. A proposta para continuar com a paralisação foi aprovada por uma diferença de apenas cinco votos: 199 votos a favor e 194 contra. A principal reivindicação dos docentes é a aprovação do Estatuto do Educador.

Como a maioria das reuniões realizadas nas regionais do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública no Estado do Maranhão (Sinproesemma) aprovou a suspensão do movimento, o presidente da entidade, Júlio Pinheiro, deverá anunciar amanhã (24) o fim da paralisação em todo o Estado. As aulas deverão ser retomadas na próxima segunda-feira.

A posição dos professores de 17 cidades já é conhecida. Apenas quatro municípios são a favor da greve continuar – São Luís, Timon, Caxias e Chapadinha. Em 13, a categoria votou pelo fim da paralisação e em dois (Açailândia e Imperatriz) a decisão será conhecida somente nesta sexta-feira (24).

De acordo com o Sinproesemma, 13 regionais defendem o fim da paralisação. São eles: Pedreiras, Presidente Dutra, Barra do Corda, Pinheiro Viana, Rosário, Itapecuru Mirim, Zé Doca, Santa Inês, Bacabal, São João dos Patos, Codó e Balsas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.