Editorial

O jornalismo para mim é um instrumento que gera oportunidade à população em geral ter acesso à informação. Para mim, o jornalismo é pautado na ética e na liberdade. A ética jornalística tem que caminhar com a liberdade. O capítulo número 1 do Código de Ética do Jornalista brasileiro prioriza o Direito à Informação. Em seu Artigo 1º diz que “O Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros tem como base o direito fundamental do cidadão à informação, que abrange direito de informar, de ser informado e de ter acesso à informação”.

Pois bem, construo uma carreira pautada em primeiro lugar no direito à informação que todo cidadão deve ter. O homem público deve saber conviver com as críticas e as cobranças, principalmente o que está em um cargo de indicação, que não foi eleito com o voto popular. Assim, acredito que este funcionário público não deve mais explicações à sociedade de como administra o dinheiro da sociedade.

Pela rapidez da informação na internet é natural que a notícia seja primeiro publicada e depois se abra o espaço para a parte citada se defender.  Nos termos do artigo 29 da lei-5250/967, toda pessoa natural ou jurídica, órgão ou entidade pública, que for acusado ou ofendido em publicação tem direito a resposta ou retificação. Este jornalista nunca se negou a dar direito a todo citado se defender.

O senhor Sérgio Macedo (secretário estadual de Comunicação) citado em uma matéria deste blog, nem chegou a pedir direito de resposta e via Facebook ameaçou este blogueiro de processo judicial. Não me importo de responder civil e criminalmente por tudo que publico, pois pauto minha carreira na responsabilidade com a informação. Vale ressaltar que em momento algum disse que havia irregularidade nas contratações da Secom, mas apenas informei ao leitor contribuinte quem eram as empresas, as amizades com os detentores do poder e os valores dos contratos. Como a matéria era apenas de constatações, sem denúncia, não havia necessidade de ouvir outro lado.

Posto isso, informo o leitor que retiro o meu blog do site do jornal O Imparcial pelo fato de não haver nenhuma relação entre o que é publicado por este blogueiro e o grupo Diários Associados-MA, não sendo justo que a empresa responda conjuntamente com o jornalista. Tudo que sempre publiquei é de responsabilidade minha, isentando o matutino de qualquer responsabilidade.

Agradeço a todos os amigos que me mandaram mensagens de apoio, inclusive vários jornalistas do Sistema Mirante de Comunicação. Mas quero dizer que não houve censura a mim imposta por O Imparcial. Apenas em uma conversa amigável, chegamos à conclusão de que como não havia nenhuma ingerência ou participação de O Imparcial em meu blog, era melhor retirá-lo do portal, sem prejuízo à minha relação com a empresa. Continuo tendo muito respeito e amizade por todos do jornal onde trabalho desde 2008 com dedicação e amor à profissão. Minha relação com os diretores Pedro Freire, Pedro Henrique e Célio Sérgio é a melhor possível e se amanhã eu não estiver mais no quadro de funcionários do jornal, isso não mudará.

Contudo, vale ressaltar que se o secretário Sérgio Macedo acredita que me intimidará ou calará este jornalista com ameaças, está completamente enganado. Continuarei com a mesma postura de antes, e com mais liberdade ainda para cobrar do poder público um Maranhão melhor do que o que temos hoje. Denúncias relacionadas a Sérgio Macedo estão chegando em minhas e, por respeito ao leitor, não deixarei de mostrar a verdade. Vamos em frente.

4 pensou em “Editorial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *