Corpo de Salva-Vidas reforça efetivo nas praias para Reveillon

Salva_Vidas_Foto_Salmerony_Guarda_ (12)Em virtude do grande fluxo de pessoas nas praias de São Luís nos dias 31 e 1º, a Prefeitura de São Luís, através do Corpo de Salva-Vidas da Guarda Municipal, vinculado à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semus), irá reforçar a equipe que atua nas praias do Olho d’Água e Ponta d’Areia. No total 47 homens irão realizar o trabalho de prevenção e redução de acidentes nos trechos com maiores índices de afogamentos.

O Grupamento tem reforçado as equipes com atuação nas praias. A contingente conta ao todo com 105 homens no trabalho de prevenção. Nos finais de semana, quando se registra maior número de banhistas, o efetivo é de 29 homens no Olho d’Água e 18, na Ponta D’Areia.

Para o coordenador do grupamento de salvamento aquático, Edilson Menezes, é importante que  os banhistas tenham cuidado redobrado durante as festas de final de ano, quando o número de frequentadores aumenta. “Não ultrapassar a onda de arrebentação, que é onde a onda quebra, o que podemos identificar pela espuma do mar. Não entrar no mar após ingerir bebida alcoólica e ter atenção com as crianças ajudam reduzir os índices de afogamento”, alerta o coordenador.

Além disso, o Corpo de Salva-Vidas da Guarda Municipal possui placas de orientação para tornar o banho mais seguro. O banhista deve ficar atento às informações, pois elas indicam o local onde há equipes de salvamento.

O balanço de 2013 ainda 41 atendimentos a vítimas com fraturas, desmaios, entre outros, 33 crianças desaparecidas e 26 doações de sangue. Durante o ano, foram registrados 13 afogamentos nos trechos do Olho d’ Água e Ponta d’ Areia.

O grupamento é responsável por cerca de 1 km de faixa de praia no Olho d’Água e 500m na Ponta d’Areia. A atuação é desempenhada com faróis (cadeiras elevadas) e homens em patrulhamento. No Olho d’Água são três faróis e na Ponta d’Areia um.

PREVENÇÃO

Outro trabalho de prevenção é a realização de palestras em escolas. O foco principal do nosso trabalho é reduzir o índice de afogamento. “Durante as férias, por exemplo, nosso público é diferente. Temos pessoas da baixada, de outros estados. Chegamos a um denominador que de 55 a 60% dos casos de afogamento são adolescentes entre 11 e 15 anos, chegando até 20. Ou seja, um público que deve estar na sala de aula. Por isso, para reduzir esses números, estamos com palestras nas escolas sobre o risco que o mar oferece”, explicou Edilson Menezes.

As palestras já foram realizadas na UEB Menino Jesus de Praga (Altos do Calhau), na UEB Ronald Carvalho (Divineia) e no anexo II da Ronald Carvalho (Planalto Turu II). Com a ação, 754 alunos participaram das palestras. “Trabalhamos essas escolas porque mapeamos que, em 2012, a maioria dos acidentes era proveniente das regiões dessas escolas. Tem tido aceitação. Para o próximo ano temos planejamento para o São Francisco, Coroadinho e Cidade Olímpica. A partir de março retoma as palestras”, completou.

Também este ano, o grupo formou três mergulhadores, realizou 81 treinamentos, e também firmada parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para cursos de primeiros socorros. “É uma preocupação da gestão Edivaldo Holanda Júnior, de sempre atualizar o conhecimento, se reciclar. Nosso trabalho tem que ser rápido, pois lidamos com vidas”, considerou Menezes.

 DICAS DE SEGURANÇA PARA BANHISTAS

Se beber e/ou comer muito, evite nadar;

Sempre que possível nade em áreas próximas dos postos salva-vidas;

Jamais ultrapasse a faixa de arrebentação das ondas;

Não confie em bóias, objetos flutuantes ou pranchinhas, eles podem arrastar você para longe da praia;

Ao perceber sinais de afogamento, procure imediatamente um salva-vida. A pessoa inabilitada para salvamento, geralmente morre afogada;

Tenha atenção para as variações de marés;

Evite ficar muito tempo na água, pois pode causar câimbras;

Atenção redobrada com as crianças. Elas não devem ficar sem a supervisão constante de um adulto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *