Presidente estadual do PDT reforça aliança com PCdoB

Julião Amim com Rubens Júnior e Flávio Dino.

Julião Amim com Rubens Júnior e Flávio Dino.

O Prêmio José Augusto Mochel realizado na última sexta-feira (6) reforçou a aliança entre PDT e PCdoB para as eleições de 2014. O presidente estadual do PDT, Julião Amim, foi um dos homenageados no prêmio e garantiu que o PDT defende a aliança com Flávio Dino (PCdoB) para 2014.

Amim reafirmou que o partido irá marchar com Flávio Dino e também defendeu o presidente da Embratur no caso da ligação de seu nome a empresas que supostamente estariam ligadas ao trabalho escravo. “Eu conheço o Flávio há muito tempo e sei da sua luta contra o trabalho escravo. Vejo esta campanha sistemática contra ele e me dói o coração. O PDT tem uma história de oposição à oligarquia e manteremos essa posição”, afirmou Julião.

Históricos pedetistas Julião Amim e Audionor Salgado foram homenageados no prêmio Augusto Mochel.

Históricos pedetistas Julião Amim e Audionor Salgado foram homenageados no prêmio Augusto Mochel. Fotos: Felipe Klamt.

Ele lembrou ainda o episódio que ocorreu durante a apuração das eleições de 2010, quando o ex-governador Jackson Lago (PDT) ligou para Flávio Dino garantindo que se houvesse segundo turno, ele iria apoiar o comunista. “Se o Jackson estivesse vivo, o Flávio seria seu candidato. Todos que lutam pela redemocratização do Maranhão devem se unir. O Supremo colocou em xeque a idoneidade do Jackson por conta desse grupo que está no governo e não podemos aceitar isso”, finalizou.

Flávio também lembrou que a aliança entre PDT e PCdoB além de histórica se dá em outros estados e está bem consolidada. “A grande aliança entre comunistas, trabalhistas e socialistas se dá ao longo da história deste país. Nós nos orgulhamos de ter o Julião como um dos líderes desta luta democrática”, afirmou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.