Agentes penitenciários decidem parar por 24 horas na próxima terça

Em assembleia realizada nesta quarta-feira, o sindicato dos agentes penitenciários do Maranhão decidiu realizar uma paralisação de advertência por 24 horas na próxima terça-feira (28). Os agentes não gostaram da medida do governo do Estado que remanejou de função alguns servidores. Uma greve por tempo indeterminado não está descartada.

Os agentes estão sendo utilizados para escolta de presos e serviços fora do sistema penitenciário. A paralisação, porém, não deve afetar diretamente o funcionamento do complexo penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, que basicamente é controlado por monitores terceirizados, com reforço de homens da Polícia Militar e Força Nacional.

Hoje são 382 agentes no Estado, sendo que a maioria está tomando conta das pequenas unidades prisionais do interior. Em contrapartida, cerca de 900 servidores terceirizados atuam como monitores para dar segurança em Pedrinhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.