Insegurança no Maranhão atenta até exercício da liberdade de imprensa

Profissional querido no meio, Sérgio Fernandes ficou sob a mira de bandidos enquanto trabalhava.

Profissional querido no meio, Sérgio Fernandes ficou sob a mira de bandidos enquanto trabalhava.

A falta de segurança no está inclusive chegando ao exercício da profissão dos jornalistas e radialistas da capital. O site Maranhão da Gente trouxe à tona do debate do risco dos profissionais que estão nas ruas cobrindo os acontecimentos da capital diante da falta de segurança proporcionada pelo Estado.

O repórter Sergio Fernandes, da TV Cidade, emissora afiliada a Rede Record, sofreu um assalto quando estava em pleno exercício da profissão, o que deixou um clima de preocupação entre os profissionais da imprensa.

Nas redes sociais, a repercussão da notícia provocou comentários de inúmeros jornalistas. O site Maranhão da Gente divulgou que o repórter foi vitima de assalto e teve os pertences pessoais levados. Ele ficou sob a mira de uma arma.

Isto deve motivar manifestações por parte do sindicato dos jornalistas, afinal a garantia ao exercício da profissão é um direito constitucional. Nas redes sociais a preocupação dos jornalistas é de que fatos como este não se tornem frequência e os profissionais de imprensa passem a conviver com um risco maior de assaltos quando estiveram trabalhando.

5 pensou em “Insegurança no Maranhão atenta até exercício da liberdade de imprensa

  1. Pó fala sério, eu entrei no Blog pensando que era uma noticia séria de tentativa de alguém impedir um profissional de comunicação de exercer seu trabalho.
    Tú só pode tá de brincadeira comigo, que dizer que qualquer outro cidadão pode ser assaltado um jornalista não ? Por acaso vocês são especiais ?
    Ah vai catar coquinho !

    • Amigo Giovenilton, nem nós nem ninguém deve ser assaltado. Mas a imprensa representa os olhos da sociedade. Se os jornalistas tiverem medo de estar na rua por conta da violência, a sociedade perde seu porta-voz junto ao poder público. Corporativismo? Acredito que não. Condições de trabalho para a imprensa significam condições para a sociedade. Grato pela participação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *