Bloco da Lagosta ocupa sede da secretaria de Cultura e pede transparência no carnaval

Do jornal Vias de Fato
Bloco da LagostaA ocupação da sede da Secretaria de Estado da Culta feita nesta segunda-feira (24) à tarde pelo Bloco da Lagosta teve como objetivo exigir transparências nas contas públicas, do carnaval promovido pelo governo de Roseana Sarney Murad. “Houve licitação para a contratação do Marafolia? Por que não teve edital para o carnaval? Qual o critério para a contratação das atrações? Por que o cachê dos artistas locais foi reduzido? Qual o cachê de artistas como Diogo Nogueira, Daniela Mercury e Moraes Moreira? Por que o governo não divulga os seus gastos com a festa? O Marafolia foi contratado porque é de Fernando Sarney? Cadê a transparência com o dinheiro público?” Estas foram algumas perguntas feitas pelos integrantes do bloco, que chegaram num grupo com cerca de 20 pessoas.
Bloco da Lagosta3A secretaria Olga Simão estava na secretaria, mas se recusou a conversar e responder estas perguntas. A opção principal do governo foi acionar a Policia Militar que chegou com cinco viaturas e algumas motos, cercando o prédio da secretaria, na tentativa de intimidar os manifestantes, que faziam barulho utilizando-se de apitos e cantando musica de carnaval. Quando o clima de repressão aumentou, os manifestantes aumentaram o barulho, cantaram Oração Latina, de Cesar Teixeira e Carcará, de João do Vale. Na repressão, a proporção foi de mais de um militar para cada manifestante. Um absurdo!
O bloco ficou por cerca de três horas na secretaria. Houve uma proposta do governo de receber uma comissão com três pessoas. A proposta foi imediatamente rechaçada por todo grupo. “Ou fala com todo mundo ou não fala com ninguém! A coisa tem que ser transparente! A população quer saber dos gastos com o carnaval? Quais os critérios? O dinheiro é nosso!”, disseram todos. Na verdade, este assunto envolvendo Roseana, Fernando Sarney e o Marafolia é tema de muita sensibilidade neste governo. É um escândalo que fica sem fiscalização! Cadê a Assembléia Legislativa?
Por volta de 19h, a Polícia recebeu ordens para evacuar o prédio. Um major que estava no comando da operação, pediu “por favor” para que o Bloco não ficasse acampado durante a noite. Após mais uma hora de protestos, com a Polícia bem próxima, o Bloco da Lagosta fez uma roda, onde todos falaram e decidiu sair e seguir com a mobilização, exigindo transparência nas contas do carnaval. O grupo ainda ficou na porta da secretaria. Olga saiu escondida. O Vias de Fato se integrou ao bloco, participando de todo o protesto e fazendo estas imagens. As fotos são de Altemar Moraes.

1 pensou em “Bloco da Lagosta ocupa sede da secretaria de Cultura e pede transparência no carnaval

  1. Clodoaldo, esses políticos transformaram o carnaval em uma coisa vergonhosa, Em Bom Jardim, a cidade que o tempo esqueceu o 1º damo Beto Rocha mais conhecido como Beto Gardenal aliado do grupo Sarney-satánico e do deputado Antonio Pereira tirou o carnaval da praça central e levou para praça da rodoviária, e pasmem mandou fechar a praça central com compensado pra oposição não levar uma banda de machinha… pode um negocio desses só nesta capitania

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *