Mais uma vez a falácia sobre a religião de Edivaldo cai por terra

edivaldoVira e mexe a mídia ligada ao grupo Sarney tenta induzir a opinião pública a imaginar que a religiosidade do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que é evangélico convicto, de alguma forma tenha alguma interferência na forma como o chefe do executivo administra a cidade. A consolidação do Programa “Peixe na Mesa” levando o alimento a um preço mais barato na Semana Santa foi mais um prova do quanto a administração da cidade nada tem relacionada à religião de Edivaldo.

Todos sabem dos problemas que enfrentou o programa do Peixe, alvo inclusive de CPI, e com isto a dificuldade para recolocá-lo em prática. O secretário de Pesca, Agricultura e Abastecimento, Marcelo Coelho, por diversas vezes colocou ao prefeito a dificuldade para elaborar o projeto, os recursos e colocar o programa em funcionamento em tão pouco tempo, mas Edivaldo insistiu que era necessário e junto com Marcelo fez com que o programa fosse colocado em prática para que a população, em sua maioria, católica e adepta da abstinência da carne na Semana Santa, pudesse adquirir o peixe a um preço reduzido no período.

Edivaldo, como em outras oportunidades, demonstrou que embora seja evangélico fervoroso e não faça um pronunciamento sem agradecer a Deus antes, é sobretudo, prefeito que administra a cidade para mais de 1 milhão de habitantes de várias religiões. O demonstrou também no apoio ao carnaval, ao São João e à Via Sacra do Anjo da Guarda.

Nesta terça-feira (15), o “Peixe na Mesa” – coordenado pela Semapa -, está em três locais: no bairro do Coroadinho, ao lado da Fundação Bradesco; no Turu, em frente à antiga Cobal; e no Vinhais, nas proximidades do Posto Brasil. Com exceção do Coroadinho, onde a venda do peixe começa às 9h, o comércio do produto será realizado entre 15h e 19h nos demais bairros. Até quinta-feira (17), o “Peixe na Mesa” deve alcançar outras localidades, como Madre Deus, São Francisco, Cidade Operária, São Raimundo e Itapera.

 

Preços do peixe

Pescada Amarela – R$ 21

Anchova – R$ 10

Uritinga – R$ 9

Palombeta – R$ 8

Corvina Cobra – R$ 12

Jaraqui – R$ 4,50

4 pensou em “Mais uma vez a falácia sobre a religião de Edivaldo cai por terra

  1. Não é possivel que esse povo ainda venha com esse tititi de religião. A grande resposta que Edivaldo deu para esses otário foi o Carnaval de São Luís, o melhor que ja teve, foi sinonimo de organização e animação, sem falar no repasse feito às escolas e grupos que foi o maior que já teve.

  2. não entendo a fixação desse pessoal quanto a religião do prefeito. não é porque ele é evangélico que não vai respeitar as crenças da população que vive na cidade que ele comanda, a cultura, a festividade…aí que se vê como tem gente de pensamento arcaico

  3. A principal característica de um evangélico (ou qualquer cristão) é a hipocrisia. Portanto não há motivos para se surpreender com o fato de Holandinha ser hipócrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *