Prefeitura de São Luis tem permissão judicial para suspender contratos com empresários

Do site Maranhão da Gente

onibusCom o impasse estabelecido por conta da greve dos rodoviários decretada ilegal pela Justiça do Trabalho, um aspecto relevante da decisão proferida pela desembargadora Solange Cristina Passos de Cordeiro que determinou o retorno dos ônibus às ruas da capital maranhense, é o aval para que a prefeitura de São Luis  suspenda todas as permissões/concessões ou qualquer outro tipo de contrato firmado com o sindicato dos empresários, caso ainda persista a mesma situação registrada nos últimos dias, com a paralisação de 100% da frota de ônibus que prestam serviço de transporte coletivo em São Luís.

Este aspecto da decisão onde  também determinada,  uma pericia contábil na planilha de custos dos empresários,  que já declararam  em matéria divulgada pelo site Imirante, de que  estão operando no vermelho, coloca a prefeitura de São Luís, respaldada juridicamente para tomar qualquer medida destinada a reestabelecer o funcionamento do sistema de transporte coletivo na capital maranhense.

Apesar do sindicato dos rodoviários, ter reduzido a proposta de reajuste salarial, os empresários insistem no aumento da tarifa e em já pediram um valor similar ao cobrado em Curitiba, cidade detentora de um dos melhores serviços de transporte coletivo do mundo.

A proposta de reajuste do preço da passagem, é considerada fora de cogitação pela prefeitura que por conta do impasse recorreu a Justiça do Trabalho e obteve a decisão que não apenas decreta a ilegalidade a abusividade da greve, como dá sinal verde para a suspensão das concessões  feitas as empresas prestadoras de serviços de transporte coletivo na capital Em editorial publicado hoje o Jornal Pequeno diz que a greve é politica e critica os empresários pela intransigência nas negociações.

1 pensou em “Prefeitura de São Luis tem permissão judicial para suspender contratos com empresários

  1. Política!!! Esses trabalhadores estão dentro de sua data base de negociação,gente motoristas e cobradores de ônibus são trabalhadores, são pais e mães de família e não são eles responsáveis pelo transporte público da capital são. Penas condutores e cobradores, e merece ter os seus direitos respeitados,único mercado que não vende fiado é o transporte coletivo e ainda os empresários com essa história dizendo que estão no vermelho!!! Esperamos que o T.R.T. Revolva esse empasse urgentemente só a aplicação de multa não resolvem!!! Sou usuário do transporte público e não sou nem motoristas nem cobrador também sou trabalhador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *