De longe, a campanha eleitoral no Maranhão é a campeã de baixarias

Do Blog do Ricardo Noblat

Há pouco mais de um mês, Edson Lobão Filho, senador do PMDB e candidato da família Sarney ao governo, usou a emissora de televisão de sua família para acusar Flávio Dino, o adversário do PC do B apoiado pelo PSB e o PSDB, de querer implantar o comunismo no Estado.

Agora, Lobão Filho, também conhecido como “Edinho 30%”, valeu-se de sua emissora de televisão para divulgar uma farsa. No passado, Flávio teria participado de um assalto a um carro forte no campus da Universidade Federal do Maranhão.

Prova disso?

O depoimento, gravado em vídeo, de André Escócio Caldas, um preso da Penitenciária de Pedrinhas onde mais de 60 presos foram assassinados do ano passado para cá.

Uma vez que seu depoimento alcançou grande repercussão, e com medo de ser retaliado por outros presos, André Escócio confessou que mentira para prejudicar Flávio.

Mentira a pedido do diretor da penitenciária, Carlos Aguiar, no gabinete do qual fora gravado o depoimento. Em troca seria solto e receberia uma grande quantidade de dinheiro.

Carlos confirmou o que André Escócio disse. Só negou que estivesse a serviço do candidato do PMDB.
Está bem. Me engana que eu gosto.

Edison Lobão Filho (Foto: Wilson Dias/ABr - Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *