Presidente nacional do PCdoB diz que campanha de Edinho chegou a um nível de estupidez

Renato Rabelo

Renato Rabelo

O presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, esteve no Maranhão para acompanhar o último debate entre os candidatos ao governo do estado e os preparativos da campanha de Flávio Dino (PCdoB) para as eleições nesta reta final. Renato Rabelo conversou com jornalistas na manhã desta quarta-feira (1º) sobre a possibilidade de eleição do primeiro governador comunista da história do Brasil.

Para Rabelo, seria simbólica para o partido a eleição de Flávio Dino, embora, ressalte a pluralidade da coligação dinista. “A repercussão de uma possível vitória de Flávio é nacional e internacional. Em mais de 90 anos do partido, seria o primeiro governador comunista do Brasil e em um estado muito importante. Mas o Flávio e o PCdoB tiveram a consciência de que era necessária uma ampla aliança. Não se enfrenta uma oligarquia dessas com pequenas forças. O Flávio mostrou capacidade de liderança ao aglutinar todas estas forças”, pontuou.

Ao falar da campanha anticomunista de Edinho Lobão, rabelo se mostrou revoltado com desrespeito à história do partido, mas disse que estavam preparados para o pior. “Sabíamos que eles iriam utilizar todos os elementos possíveis. Mas eles conseguiram passar do nível de desespero e chegar a um nível de estupidez. Aquele vídeo com um preso acusando Flávio de crimes fez com que eles se expusessem muito. aquilo foi um crime eleitoral”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *