Arnaldo e Roseana deixam campo minado para Flávio Dino

Roseana preparou o pacote de maldades que está sendo executado pelo governador tampão Arnaldo Melo

Roseana preparou o pacote de maldades que está sendo executado pelo governador tampão Arnaldo Melo

O mandato tampão de Arnaldo Melo (PMDB) no Palácio dos Leões é marcado por um conjunto de irresponsabilidades administrativas com um só objetivo – criar dificuldades financeiras ao futuro governo Flávio Dino (PCdoB).

A estratégia da oligarquia Sarney, executada por Arnaldo Melo, é deixar o Maranhão minado, no cenário de terra arrasada.
Duas medidas de Roseana & Melo são estarrecedoras:
1) A criação do Fundo de Depósito de Reserva de Depósitos Judiciais;
2) A renovação dos convênios com prefeituras;
O Fundo de Depósitos, com R$ 500 milhões, foi criado por decreto e servirá para quitar precatórios no governo que finda, esvaziando os cofres da gestão que vai começar.
Muito estranho!
A governadora Roseana Sarney (PMDB) passou todo o mandato negando o pagamento de precatórios, mas só agora, no apagar das luzes, orientou o governo tampão a liberar, de uma só vez, uma fortuna para o pagamento de precatórios.
Lembrando ainda que o pagamento de precatórios envolve ainda a nebulosa prisão do doleiro Alberto Youssef, no hotel Luzeiros, em São Luís, onde estaria negociando o pagamento de propina para agilizar o pagamento de precatórios no governo Roseana Sarney.
Além do escândalo dos precatórios, a renovação de 172 convênios com prefeituras, no valor de R$ 117 milhões, é outro ato suspeito armado por Roseana Sarney/Arnaldo Melo.
O pagamento dos precatórios e convênios são bombas subterrâneas armadas pela oligarquia Sarney para prejudicar a gestão do governo Flávio Dino, que vai receber o Maranhão endividado e com os piores indicadores sociais do Brasil.
Ao se despedir do Maranhão, deixando um legado de miséria e corrupção, a oligarquia Sarney demonstra, mais uma vez, a falta de compromisso com os princípios republicanos e a democracia.
O novo governo vai reagir aos atos irresponsáveis cometidos por Roseana & Melo. É nisso que aposta a oligarquia. Minou o campo, apostando no desgaste da gestão Flávio Dino (PCdoB).
No campo minado, Sarney semeia a oposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *