Inconstitucional: Arnaldo cria 28 vagas para Oficiais por Medida Provisória

Do Blog do Louremar

Treze Oficiais da Polícia Militar serão apresentados ao governador Arnaldo Melo na segunda-feira. A cerimônia de promoção dos Oficiais será no Palácio dos Leões.

Serão promovidos a Coronel os seguintes tenentes-coronéis Egídio Amaral, Pedro Ribeiro, João Tinoco e Borges.

Serão promovidos do posto de Major ao de Tenente-Coronel os seguintes Oficiais: Cornélia, Jinkings, Bayma, Emerson Farias e Eriverton Araújo.

Este mês foram criadas 28 vagas para os Oficiais ( 4 para Coronel, 9 para Tenente-Coronel e 15 para Major. A criação foi através da Medida Provisória 183, de 18 de dezembro.

O governador eleito, Flávio Dino, já avisou que irá anular os atos inconstitucionais do governador interino.

2 pensou em “Inconstitucional: Arnaldo cria 28 vagas para Oficiais por Medida Provisória

  1. N É O GORDÃO FLÁVIO DINO QUE TEM DE DIZER QUE O ATO É INCONSTITUCIONAL OU NÃO, AFINAL ELE JÁ DEIXOU DE SER JUIZ HÁ MUITO TEMPO. ESSE FD QUER CRIAR É CONFUSÃO BOBA, PENSANDO QUE A PM VAI LÊ NA CARTILHA DELE. ACORDA GORDÃO

  2. A manifestação do Rodrigo Lago ao se referir sobre a promoção dos oficiais da Polícia Militar “Trocaram policiais nas ruas por medalhas”, deixou-me bastante preocupada e mais ainda entristecida porque me pareceu desrespeitosa e preconceituosa. Sobre suas colocações, faço as seguintes ponderações:
    1. Sem entrar no mérito da decisão que criou as vagas ,a questão é que os oficiais promovidos são cidadãos, trabalhadores, contribuintes, eleitores que merecem respeito e não podem ser pejorativamente comparados a medalhas. Merecem respeito os anos de estudo necessários para o ingresso na UEMA quando da prova do vestibular (requisito necessário ao ingresso da carreira), os anos de dedicação e trabalho na Academia de Polícia,bem como todo o tempo de desempenho na profissão de policial que,além de ser mal remunerada, é mal reconhecida pela sociedade e,pior ainda, pelo futuro Secretário de Estado;
    2. Sobre um possível desgaste da imagem da Polícia Militar perante a sociedade que pudesse justificar a malfadada manifestação do futuro Secretário, me socorro nas sábias palavras do governador eleito Flávio Dino,quando ministrando palestra alertou sobre os perigos e conseqüências de visões maniqueístas acerca de pessoas ou entidades porque ao se eleger heróis e bandidos, segundo o governador eleito, poderiam ser cometidas injustiças severas. Digo isso porque sei que tanto quanto magistrados, advogados, políticos, e tantas outras categorias, existem policiais militares indignos de suas fardas, mas também existem muitos que honram suas fardas e optam por fazer o certo mesmo sabendo que não serão reconhecidos ,por isso as generalizações costumam ser injustas e dolorosas;
    3. Esperam-se desse novo governo posturas novas, comportamentos republicanos. Todos sabemos. Mas, espera-se,também, serenidade necessária para ser um governo sábio sem deixar de ser justo. Os oficiais promovidos são,tanto quanto o futuro secretário, servidores que merecem respeito pelos serviços prestados ao Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *