“Roseana deixa um triste legado ao Maranhão”, diz deputado ao criticar Segurança

othelinoassembleiaO deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) voltou a criticar a governadora Roseana Sarney por conta do descaso com o Sistema de Segurança Pública do Maranhão. Ele lamentou o assassinato de mais dois policiais militares, no último final de semana, durante troca de tiros com criminosos em São Luís. Segundo o parlamentar, a ainda chefe do Executivo deixará um triste legado à população do Estado.

“Infelizmente, vimos, no final de semana, mais um acontecimento triste envolvendo a dura realidade da violência em São Luís. Mais dois policiais foram mortos, vítimas da irresponsabilidade, vítimas da falta de uma política pública de segurança no Estado”, disse Othelino.

O parlamentar destacou que os bandidos não respeitam a Polícia há muito tempo e que os policiais já se sentem, de tal forma, assustados que não sabem se, quando saírem, quando forem trabalhar, vão conseguir voltar para casa. Segundo o deputado,  já é destaque nacional a novela da falta do Poder Público no Maranhão e, ao mesmo tempo, a falta de respeito com a sociedade maranhense.

O deputado disse ainda que o assunto da renúncia da governadora já virou notícia nacional. Ele citou, na tribuna, o site de notícias UOL que enumera, pelo  menos, dez problemas que Roseana Sarney deixará para o seu sucessor. “É claro que o UOL fez uma síntese, porque ela não vai deixar apenas isso, mas sim milhares de problemas para o próximo governador resolver porque foram quatros mandatos de desmandos absolutos no Estado. Então ficará um triste legado para a população”, avaliou.

Segundo o deputado, Roseana não levou o Maranhão à modernidade, ao contrário, radicalizou o estado de miséria no qual boa parte dos maranhenses vive. “Mais de um milhão de maranhenses vive abaixo da linha da pobreza”, enfatizou.

Triste legado de  Roseana

De 2004 para cá, todo o Brasil diminuiu a quantidade de pessoas na condição de pobreza. No Maranhão também houve uma queda, mas foi o Estado em que a redução dos índices de pobreza foi a menor no Brasil. “Nós temos ainda alarmantes números de mais de um milhão de conterrâneos vivendo abaixo da linha da pobreza. Esse é o legado do governo Roseana Sarney, dos quatro mandatos em que ela comandou ou desmandou”, disse.

Segundo Othelino, outro legado marcante de Roseana, que encerra o melhor governo de sua vida, são esses indicadores assustadores de violência. Ele lembrou que, no final do mês de novembro, início de dezembro, foram mais de mil homicídios na Grande Ilha de São Luís.

Othelino enumerou na tribuna outros itens do legado de Roseana à população. Ele destacou que o Maranhão continua sendo o líder em mortalidade infantil, tem o maior déficit habitacional do Brasil, possui o pior acesso à Justiça, conta com o menor índice de médicos por habitante e a menor expectativa de vida também. “Essas são as marcas do governo Roseana”, disse.

Policiais militares mortos

O sargento da Polícia Militar Carlos Magno Pereira de Sá, conhecido como Sargento Sá, morreu após ser baleado em uma troca de tiros com criminosos, na noite de domingo (7), na região da Forquilha, em São Luís. Foi o segundo policial militar morto no fim de semana, na capital maranhense.

De acordo com informações repassadas por policiais, o sargento chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão II), mas não resistiu e veio a óbito.

Outro PM identificado como Sebastião Luís Rocha Neto, de 26 anos, foi morto na tarde de domingo (7) após reagir a um assalto em frente a um ponto de ônibus, no bairro Desterro, em São Luís.

O soldado chegou a ser levado para o Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), mas não resistiu e morreu no fim da tarde. Um dos suspeitos também acabou alvejado e foi levado para o mesmo hospital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *