TV Mirante e o tiro que saiu pela culatra

Tentativa de flagra da Mirante: conversa trouxe imagem positiva para o governo

Tentativa de flagra da Mirante: conversa trouxe imagem positiva para o governo

A ânsia da TV Mirante de constranger o governo Flávio Dino lhe rendeu mais um papel com deboche nas redes sociais. A TV de propriedade da família Sarney gravou escondido uma conversa entre secretários estaduais após a reunião na Fundação da Memória Republicana.

Na tentativa de arrancar alguma declaração constrangedora, a TV Mirante só conseguiu noticiar a transformação da Fundação em um memorial às vítimas da ditadura militar, o que realmente a tornaria republicana, em todos os aspectos da nova República,e não apenas na exaltação a um maranhense que foi presidente da República.

O “flagra” só ajudou a divulgar um fator positivo do governo. Não havia a menor necessidade de ser exibido daquela forma, já que não havia denúncia e as informações ali captadas seriam repassadas pelos secretários em sonoras normais sem nenhum problema.

Após o jornal e a boa repercussão nas redes sociais, a ideia tem até ampliado. O secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, disse que está desenvolvendo a ideia sugerida de um memorial a todos os lutadores das causas sociais na ditadura e na República. Ele garantiu que mesmo o convento das Mercês sendo um prédio público e o estado podendo fazer qualquer outra coisa de interesse público no local, o manterá como um Memorial Republicano.

Sobre o acervo do ex-presidente Sarney, Jerry afirmou que tudo respectivo ao mandato como memorial de um maranhense presidente da República será mantido, mas os objetos de promoção pessoal, o que é, inclusive ilegal a manutenção pelo estado, serão devolvidos ao Senador Sarney.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.