Turistas reclamam do despreparo da prefeitura de Pinheiro para o carnaval

Prefeito Filuca: investimento no carnaval foi só palco e bandas

Prefeito Filuca Mendes: investimento no carnaval foi só palco e bandas

Mais uma vez, muita gente de São Luís foi passar a folia momesca na “Princesa da Baixada” e a cidade ficou cheia. O problema foi a falta de preparo da prefeitura de Pinheiro para receber tantos turistas. Muitas pessoas que foram passar o carnaval na cidade reclamaram da ausência do poder público no suporte à festa.

Na rodoviária de Pinheiro, uma vergonha que já foi tratada pelo blog. Com recurso de R$ 2,5 milhões para a construção da nova rodoviária. Esta começou está sendo construída em uma área de alagamento, um lugar inapropriado para a construção e que não deve ir pra frente. Com todo este dinheiro jogado fora, as centenas de turistas que visitam Pinheiro nesta época do ano, têm que passar por um terminal rodoviário sem condições. “É um absurdo passar por tanto desconforto e ter tanta dificuldade de pegar um ônibus, quando a gente sabe que veio verba para fazer a rodoviária. São muitos problemas estruturais que afastam os turista”, lamentou o técnico em informática Rodrigo Lages.

Leia também: Rodoviária de R$2,5 milhões em Pinheiro cai aos pedaços com obra em andamento

Os agentes de trânsito de Pinheiro estão em greve. A categoria alega não ter viaturas e condições de trabalho. Com o aumento do fluxo, o trânsito ficou um caos na cidade. Turistas também reclamaram das condições de higiene de algumas barracas. Aparentemente, não havia nenhuma atuação da vigilância sanitária no período carnavalesco. “Está muito bagunçado. Parece que o poder público só se preocupou com a festa em si. Mas a estrutura para receber as pessoas, nada”, afirmou o estudante Marcos Sales.

A cervejaria do irmão do prefeito Filuca Mendes é a oficial que abastece as barracas padronizadas do circuito carnavalesco. No circuito, os foliões só podem tomar a cerveja de uma marca: a marca da cervejaria de propriedade da família Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *