Vereadores partem pra porrada em Vargem Grande

 

Uma discussão sobre a contratação de segurança armada em estabelecimentos comerciais acabou em briga que teve que ser contida pela “turma do deixa disso” na Câmara Municipal de Vargem Grande na semana passada.

Tudo começou quando o vereador Abdias Cidrão (PMN) chamou de irresponsáveis empresários que contratam segurança particular armada para seus estabelecimentos. Daqui, seu desafeto, Toninho Abreu (PP) lembrou do episódio a rádio e TV de sua propriedade foram invadidas e incendiadas e disse que se tivesse segurança armada, teriam matado os invasores.

“Dois bandidos vagabundos entraram na minha emissora de rádio e ‘tocaram fogo’. Se eu tivesse segurança armado lá, todos dois tinham ido pro inferno”, afirmou. O vereador acusa o grupo político de Abdias de ter sido mandante do incêndio.

Os dois se alteraram a partir daí, e Abdias chamou Toninho para resolver “na porrada”. Quando o vereador do PMN já estava pegando uma cadeira para jogar no adversário, foram contidos por outros vereadores. A sessão foi suspensa até os ânimos se acalmarem.

Com informações do Blog do Alpanir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *